Facebook Twitter Linkedin Instagram
Entrevista 23 de abril de 2018

Adriana Bueno conta os benefícios alcançados pela Ypê com o uso da cabotagem

A Ypê, um dos maiores players do setor de higiene e limpeza, pertencente à Química Amparo, com sede na cidade de Amparo, SP, utiliza há mais de 10 anos o serviço de cabotagem para suas operações de transferência e venda direta. A partir de um planejamento logístico mais elaborado, o objetivo da empresa é organizar o fluxo de armazenagem e garantir mais fluidez na chegada dos produtos junto a seus clientes – atacadistas/varejistas – nas regiões Norte e Nordeste, além de seu CD em Simões Filho, BA.

Quem conta mais sobre essa operação é Adriana Bueno, gerente nacional de Transportes da Ypê. Engenheira e pós-graduada em Logística e Gestão de Negócios, possui 17 anos de carreira, tendo atuado em empresas como Grupo Pão de Açúcar, Monsanto, Mars e McDonald´s.

Modal Marítimo: Quais as principais vantagens que a cabotagem traz à empresa?
Adriana Bueno: As vantagens estão atreladas ao nosso planejamento de demanda de transferências entre unidades. Podemos ter um período de maior intensidade de fluxo de envios conforme nossas capacidades de execução em CDs para expedição e recebimento. O modal possibilita a flexibilização de prazos de envio e recebimento devido aos free-times com os quais operamos nos portos de origem e destino.
MM: Quais as empresas parceiras da Ypê no modal marítimo?
AB: Hoje temos homologadas as empresas Aliança Navegação e Logística, Log-In e Mercosul Line, porém, operamos com a Aliança nesse modal por sua capacidade de expedição versus o volume que nós expedimos nessa modalidade de frete.
MM: Como a empresa avalia o serviço prestado pela Aliança?
AB: A empresa entende o nosso negócio e presta um serviço capaz de alavancar as vendas em regiões mais distantes de atendimento.
MM: Como é feito o planejamento logístico para essas operações?
AB: Com relação às cargas de transferência entre unidades, temos maior fluxo de concentração de embarques em períodos do mês menos concorrentes com os fluxos de vendas. Para as cargas de vendas, o planejamento dos embarques se dá entre as datas estimadas de entrega aos clientes e o lead time total de atendimento do pedido, através de cálculo reverso em dias, já que falamos de uma operação com alto nível de pontualidade nos carregamentos e entregas.
MM: Quando o navio chega ao seu destino, como a carga segue até o cliente?
AB: Contratamos com nosso provedor o serviço porta-a-porta, ou seja, ele já converte a carga para rodoviário para a conclusão da entrega às nossas unidades e/ou clientes finais.
MM: A que a Ypê credita o aumento no volume de transferências nos últimos anos?
AB: Creditamos o aumento de volume no modal marítimo ao nível de serviço, tanto na coleta quanto na entrega, ao aspecto sustentável do modal e por muitos de nossos clientes estarem adequando suas estruturas para recebimento via cabotagem.
MM: A Ypê tem previsão de aumentar as praças atendidas pelo modal?
AB: Sim, há oportunidades de atendermos outras praças, conforme nosso provedor amplie sua estrutura e capacidade. Hoje, um percentual significativo da operação Ypê é realizado pelo modal marítimo. A expectativa é ampliar o volume nos próximos dois anos.
MM: Fale sobre as ações de sustentabilidade que a empresa participa e qual a relação disso com o uso do modal marítimo.
AB: A sustentabilidade é outra vantagem do modal marítimo, que emite índices bem menores de CO2. Isso é de grande valor para a empresa, que participa do Programa Logística Verde Brasil e também tem ações de sustentabilidade em associação com o Instituto Akatu, organização não governamental sem fins lucrativos que trabalha pela conscientização e mobilização da sociedade para o consumo consciente.
MM: Como os clientes avaliam o uso do modal marítimo pela Ypê?
AB: De forma positiva, pois atende às suas expectativas. As entregas dentro do prazo estão em 95% de nível de serviço percebido pelo cliente.
MM: Como a Ypê avalia seu relacionamento com as empresas de transporte parceiras?
AB: Um relacionamento maduro, com bastante alinhamento, com indicadores de nível de serviço claros e objetivos através do Programa de Excelência em Transportes Ypê, que avalia mensalmente os transportadores, com planos de ação estruturados, e reconhece os melhores por modalidade, conforme divulgado pela Logweb.
MM: Como é atualmente a estrutura da Ypê?
AB: Nossas instalações operacionais e administrativas estão localizadas em Amparo, cidade que nos abrigou desde o início e contribuiu de maneira fundamental com o nosso desenvolvimento. Com o processo de crescimento e expansão dos negócios, também passamos a possuir unidades em Salto, SP, Simões Filho, BA, Anápolis e Goiânia, GO, cidades em que estabelecemos o mesmo tipo de compromisso.

Newsletter
Cadastre-se aqui


Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Toyota
Translifit
SDS
Tokio Marine
Retrak
Manufacturing Summit Brazil