Facebook Twitter Linkedin Instagram
Negócio Fechado 19 de março de 2018

Bandeirantes anuncia aquisição da Deicmar

A aquisição da Deicmar Armazenagem e Distribuição pela Bandeirantes Logística Integrada foi concluída em 15 de março, após análise e aprovação sem restrições pelo CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica)

“A Bandeirantes sempre foi altamente reconhecida por sua competência operacional e capacidade de venda e buscava mais espaço para continuar crescendo. Tínhamos uma demanda reprimida e com muitas novas possibilidades, era preciso ampliar nossa oferta de serviços. Identificamos na Deicmar o parceiro ideal: uma empresa com muito espaço, uma marca forte com uma história de sucesso tão longa e consistente quanto a da Bandeirantes, uma gestão impecável e uma disposição da controladora de sair do negócio. Foi um encontro perfeito de oportunidade e momento”, conta o presidente Washington Flores.

Bandeirantes e Deicmar permanecem operando com suas marcas. São nomes fortes, com penetração e reconhecimento de mercado e atingem segmentos diferentes e complementares. São sólidas e muito tradicionais: tem 83 e 73 anos de história respectivamente. Será uma única gestão administrativa, mas as operações permanecerão independentes e fortalecidas ao usar o que cada negócio tem de melhor. A empresa resultante terá 800 colaboradores em seus quadros.

Com a aquisição, as companhias terão uma área alfandegada de quase 100 mil m². Bandeirantes e Deicmar juntas estarão ainda mais fortes e focadas em oferecer a seus clientes uma extensa gama de serviços como armazenagem alfandegada, entreposto aduaneiro, operação portuária, cargas de projeto, recinto alfandegado para exportação, armazém geral, centro de distribuição e transporte rodoviário, tudo isso com a reconhecida qualidade de serviço. “Quem ganha com isso são os clientes das duas empresas, que terão maior capacidade de competição com toda inteligência e estrutura que adicionaremos a seus negócios”, ressalta Flores.

A negociação

A negociação entre as duas empresas vinha sendo conduzida há mais de um ano e foi finalizada dia 29 de janeiro de 2018, quando foi assinado o contrato de compra e venda pelas partes. A partir dessa data, foi realizado o processo de submissão da operação às autoridades regulatórias.

“A aquisição aconteceu porque a Bandeirantes possui grande potencial de crescimento, demanda reprimida e inteligência para criação de novos produtos que asseguram o fortalecimento contínuo de novos serviços. Esses são os motivos que fizeram com que a Bandeirantes apostasse neste projeto. Somos a empresa que mais cresce no mercado e agora temos todas as condições para continuar nesse caminho”, afirma Flores.

Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Toyota Retrak LOGCP
Paletrans
Alphaquip
Assine a Revista Logweb
Assine a Revista Logweb
Revista Logweb