Facebook Twitter Linkedin Instagram
Logística Farmacêutica 26 de novembro de 2018

Cassio Marques Filho fala da atuação da Embragen também no segmento farmacêutico

Cassio Filho: “Diante do aumento de demanda do segmento farmacêutico na área alfandegada, que não estava sendo totalmente atendido, verificamos uma boa oportunidade de iniciar um projeto focado no armazenamento de cargas com controles de temperatura voltado para grandes farmacêuticas e laboratórios.”

 

 

A Embragen (Fone: 11 3769.3364), desde 2013, é um Centro Logístico e Industrial Aduaneiro (CLIA), isto é, um recinto alfandegado de zona secundária, onde se realizam os procedimentos de desembaraço aduaneiro na importação e exportação de mercadorias, tendo licença permanente para exploração desse tipo de serviço.

Mais recentemente, em setembro de 2017, a empresa iniciou a operação “Embragen Pharma”, e está preparada para atender às necessidades de empresas farmacêuticas e laboratórios em geral, com as devidas autorizações e licenças.

E é justamente sobre esta nova empreitada que Cassio Marques Filho, diretor da empresa, fala nesta entrevista exclusiva para a  Logweb. Além da infraestrutura disponibilizada pela empresa para atender este segmento, Cassio Filho aponta as características do segmento farmacêutico aplicado nos recintos alfandegados. Acompanhe.

 

Logweb: Quais os motivos que levaram a Embragen, especializada em logística internacional, a ingressar no segmento farmacêutico?

Cassio Filho: O setor farmacêutico vem crescendo anualmente e com expectativas muito positivas para os próximos anos. Diante dessa análise e do consequente aumento de demanda do segmento na área alfandegada, que não estava sendo totalmente atendido, verificamos uma boa oportunidade de iniciar um projeto focado no armazenamento de cargas com controles de temperatura, voltado para grandes farmacêuticas e laboratórios.

 

Logweb: Quais as dificuldades encontradas pela empresa ao ingressar no segmento?

Cassio Filho: As maiores dificuldades foram (I) o alto investimento para construção de uma estrutura moderna e que atenda aos nossos clientes de forma eficiente e com qualidade; (II) a mudança de cultura da empresa, que agora lida não só com cargas de alto valor agregado, mas que requerem o armazenamento com especificidades de alto nível. Além disso (III), a contratação de mão de obra especializada, que entenda como funciona o segmento e consiga passar o detalhamento para o restante da equipe.

 

Logweb: Como elas foram superadas?

Cassio Filho: Fazemos treinamentos frequentes com nossos funcionários, relacionados principalmente à qualidade da prestação dos nossos serviços, incluindo não só a legislação vigente, mas também o feedback dos nossos próprios clientes que, com demandas específicas, acabam nos ajudando a melhorar constantemente. O investimento e a implantação nas áreas de sistemas e informatização também foram vitais para o crescimento de forma saudável e bem sucedido da empresa nesse setor.

 

Logweb: Explique a estrutura da Embragen para atender a este segmento.

Cassio Filho: Nossa estrutura atual prevê: câmara de temperatura 15º C a 25º C – 7.500 posições-paletes; câmara de temperatura 2º C a 8º C – 3.500 posições-paletes; câmara de temperatura negativa -28º C – 200 posições-paletes; ultrafreezer de temperatura negativa -86º C – 950 litros; área ventilada de temperatura 15º C a 30º C – 3.000 posições-paletes, com pressão positiva, para o armazenamento de correlatos, parte nutricional e equipamentos hospitalares. A construção de cada área climatizada foi feita de acordo com as normas técnicas, e também em consonância com boas práticas da Anvisa. Além da construção das câmaras climatizadas em si, foram criadas, dentro da empresa, áreas de qualidade, SAC, comercial e operacional voltadas para o atendimento exclusivo da área fármaco. Contamos, ainda, com monitoramento via software Sitrad para gerenciamento das temperaturas e umidade das câmaras e com o software WMS, voltado para gerenciamento de armazéns.

 

Logweb: Quais produtos são atendidos pela empresa?

Cassio Filho: Nossas câmaras climatizadas são destinadas à armazenagem de medicamentos, medicamentos sob controle especial (Portaria 344/98), produtos para saúde, reagentes, nutricionais, correlatos, máquinas e equipamentos hospitalares e saneantes.

 

Logweb: Cites as autorizações e licenças que a Embragen possui.

Cassio Filho: Licenças da Anvisa para o armazenamentos de medicamentos (incluindo portaria 344/98), saneantes e correlatos, licenças da Polícia Civil, Federal e Exercito, Ibama, Cetesb, Corpo de Bombeiros, Conselho Regional Farmácia (CRF), Licença Ministério da Agricultura.

 

Logweb: Onde a estrutura para atender ao setor farmacêutico está localizada? Quais os benefícios desta localização?

Cassio Filho: No Bairro do Jaguaré, em São Paulo, SP, próximo às marginais Tietê, Pinheiros e Rodoanel. A Embragen está fora da restrição de tráfego, com isso podemos atender melhor nossos clientes, tanto na chegada quanto na expedição das cargas.

 

Logweb: Quais os diferenciais e os benefícios que a Embragen oferece neste segmento?

Cassio Filho: Nossa câmaras têm estrutura moderna e de primeira linha. Atendimento personalizado aos clientes e aos parceiros logísticos, precificação com tarifas diferenciadas, agilidade dos processos e localização.

Logweb: Quais as características do segmento farmacêutico percebidas pela Embragen?

Cassio Filho: O segmento farmacêutico é um mercado que demanda alto controle de seus produtos. Exigências de qualidade e agilidade nos procedimentos internos e dos funcionários do armazém, mediante acompanhamento do processo por meio de auditorias e capacitação da Embragen como fornecedor.

 

Logweb: O que este segmento exige das empresas para dele participar?

Cassio Filho: Necessidade de um atendimento personalizado e diferenciado, que siga os procedimentos de acordo com a legislação vigente, e os treinamentos muitas vezes feitos pelo próprio cliente. Informatização de sistemas, incluindo sistemas de monitoramento e fluxos operacionais e de atendimento incluindo o SAC. Estrutura moderna e que atenda às necessidades do segmento.

 

Logweb: Como a empresa garante a segurança da carga? Que estratégias e soluções utiliza?

Cassio Filho: Pelos procedimentos descritos, treinamentos e monitoramentos das áreas. A Embragen opera com o software de Gestão Sisplan, para a operação na cadeia fria, e realizou mudanças no projeto, que vai desde a vinculação da temperatura da carga com a posição de armazenagem, que não permite o armazenamento em faixas diferentes do declarado nos pré-alertas enviados pelos clientes, até a rastreabilidade. Armazenagem semiautomatizada com shuttle. Criação da área de qualidade com farmacêutica especializada e full time para acompanhamento do dia a dia da operação. Para 2019, a Embragen já adquiriu software com a tecnologia de RIFD, melhorando ainda mais a rastreabilidade das cargas que passam pelas áreas da cadeia fria.

 

Logweb: Como a empresa trabalha a capacitação dos seus colaboradores com relação às normas do segmento?

Cassio Filho: Fazemos treinamentos contínuos com nossos funcionários, sempre de acordo a legislação vigente e com os procedimentos criados pela nossa área de qualidade.

 

Logweb: Como a empresa trabalha no entrosamento com seus clientes?

Cassio Filho: O SAC é o canal direto de atendimento aos clientes. Mas como fazemos questão de um atendimento personalizado para nossos clientes, estamos todos sempre à disposição para recebê-los e ajudá-los com quaisquer informações que necessitem. Reunimos-nos constantemente para alinhamento dos processos e para auxiliá-los com as respectivas auditorias internas.

Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Brasil Log
Brasil Log
Brasil Log
Translifit Savoy Retrak w6connect Business Park