Facebook Twitter Linkedin Instagram
Conteúdo 13 de dezembro de 2010

Discorrendo sobre amigos e aliados embaixo de um céu estrelado

Em um dos meus últimos contatos com vocês falei de confiança, do valor da confiança e do risco embutido nesta confiança. Disse: “se justifica”. Hoje Eu diria: não só se justifica, é imprescindível.

Falando de confiança gostaria de compartilhar com vocês uma intimidade que poucas pessoas conhecem, mas aquelas que são próximas de mim conhecerão imediatamente. Tenho um amigo com quem, desde sempre, compartilho experiências, diálogos e críticas construtivas. Seu apelido: El griego. É o melhor mentor que tive. É a ele a quem recorro em meus momentos mais difíceis. Muito do que vamos falar nos nossos artigos corresponde a minhas discussões com ele.

Estava, já faz algum tempo, falando com El griego e comentei para ele que um antigo colega me disse: “Eu tenho muitos amigos na minha área, na empresa, e eles são inquestionáveis”. Espontaneamente comentei: “você não tem amigos na empresa porque simplesmente os amigos não existem na empresa. Você pode ter amigos fora da empresa mas não dentro”.

Senti-me profundamente preocupado com a expressão de meu colega e até pensei que não deveria ter dito o que disse já que, de alguma forma, estava destruindo uma ilusão. El griego falou para mim, com a dureza de suas palavras ternas: “Alejandro, como discutimos muitas vezes, é claro que não existem amigos na empresa, mas às vezes destruir uma ilusão pode ser mais duro que a verdade se for desnecessário”. Acho que, mais uma vez, ele estava certo.

Há algum tempo, lembro muito bem, durante uma noite com um céu adiamantado de estrelas, comentávamos com El griego que nas empresas existem somente três tipos de relacionamentos: Aliados, Inimigos e Indiferentes.

Os Inimigos são aqueles com os quais é mais fácil lidar. Você sabe quem são e se não saber procure onde podem estar. Esses são quem vão lhe enfrentar. Não tem surpresa. Poderão ser mais ou menos duros, mais ou menos espertos, porém, estão aí.

Os Indiferentes são de cuidado, porque não é que são indiferentes. Simplesmente preferem uma relação simples até que, se necessário, se transformem em Aliados ou Inimigos. Novamente você sabe quem são. Se não sabe, procure. É importante e também estão aí.

Agora você precisa de aliados no seu time, na sua organização, na empresa. Sozinho ninguém faz nada nem chega a lugar algum. Mas cuidado: lembram da minha pergunta em artigo anterior? “Onde está o risco?”. O risco está nos Aliados.

Quando o objetivo, visão ou missão comum que cimenta a aliança se perde, ou simplesmente outro objetivo, visão ou missão surgir, o Aliado pode virar Indiferente ou Inimigo. Se você não entender isso, pode ficar muito despreparado, desprevenido e perdido.

Por isto, meu amigo, confie ou não formará equipes, se junte com quantos aliados puder, mas seja esperto e identifique rapidamente potenciais mudanças no padrão de relacionamento interpessoal.

Deixo você com isto e na próxima semana vamos falar de um tema muito mais técnico e muito importante para qualquer empresa industrial. Uma reunião que todos dizem ter, mas que, na prática, poucas empresas conseguem implementar adequadamente. Estou falando da reunião de Planejamento de Vendas e Operações, que em inglês é conhecida como S&OP. Sua organização tem? Funciona? Nos vemos em breve.

 

 

Alejandro Montalbano Alejandro Montalbano

CEO da Diamond Passion and Excellence, especializada em estratégia de negócios. Conta com 34 anos de experiência em Quality Assurance, Gestão de Materiais, Gerência de Planta, Diretor Técnico de Operações, Gerente Regional de Vendas, Marketing e Vendas Business Unit Head (Brasil e América Latina) e, finalmente, foi o idealizador e executor do mais inovador modelo de cadeia de abastecimento regional: LASCO (LatAm Supply Chain Organization).

Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Brasil Log
Brasil Log
Brasil Log
Forexsa Toyota
LOGCP
Retrak
Profishop 2019 Savoy