Facebook Twitter Linkedin
Conteúdo 25 de maio de 2017

Triste recorde

O aumento expressivo do número de roubo de cargas no Rio de Janeiro impressiona pela rapidez com que evolui!

No período em que fui presidente do SETCESP ( 2013 / 2015 ), São Paulo representava 50% dos roubos de cargas no Brasil e neste ano de 2017 o Rio de Janeiro deverá suplantar São Paulo.

Poderíamos achar que São Paulo teria melhorado, mas pelo contrário, continua aumentando.

O que acontece?

Infelizmente, com a diminuição do número de delegados de 106 para 48, o mesmo ocorrendo com efetivo de policiais civis, de policiais rodoviários federais e da redução da verba de manutenção, dos 16 blindados que o Rio tem, 9 deles estão parados, e com menos de R$ 100.000,00 os outros 9 poderiam estar em combate.

No ano passado, levei a preocupação sobre o assunto ao então ministro da justiça, Alexandre de Moraes, que criou uma comissão mais abrangente que incluía roubo de cargas, contrabando de armas e drogas e pirataria no âmbito nacional, e que hoje, após a sua saída para o STF, a preocupação da comissão é a criação do regimento interno, ao invés do combate ao roubo de carga.

Não é por falta de leis, pois em 2013 o governador Geraldo Alckmin sancionou na sede do SETCESP a lei de combate ao roubo de carga que cancela a inscrição estadual da empresa que for flagrada com algum componente roubado em sua prateleira, além do sequestro de todo o estoque e impedimento de seus proprietários de exercer o comércio durante 5 anos.

Outras leis semelhantes foram criadas no Brasil, inclusive no Rio de Janeiro, mas até hoje, não tenho conhecimento de nenhum comércio que tenha sido fechado de acordo com essa lei.

Na prática, a legislação existe, o que falta é fiscalização e aplicação destas leis.

E agora o pior: as empresas que fornecem alimentação aos presos no Rio de Janeiro, estão rescindindo os contratos por falta de pagamento, e sem alimento o governo carioca será obrigado a soltar todos, e o que está ruim poderá ficar pior.

Manoel Sousa Lima Jr. Manoel Sousa Lima Jr.

Diretor da RG LOG, ex-presidente do SETCESP – Sindicato das Empresas de Transportes de Carga de São Paulo e Região.

Top do Transporte Fermad Retrak Hines

Portal Logweb – A logística se atualiza aqui

Faça como milhares de profissionais e se cadastre em nossa newsletter


CombiAM 3T Mais lida da Logweb
Combilift lança empilhadeira articulada compacta de 3 toneladas
leia também