Facebook Twitter Linkedin Instagram
Caminhões 14 de janeiro de 2019

Daimler Trucks lidera vendas nos EUA, Europa e Brasil

Em 2018, a Daimler Trucks, líder mundial na produção de caminhões, teve um dos melhores anos de sua história. Com base em dados iniciais, as vendas das marcas Mercedes-Benz, FUSO, Freightliner, Western Star, Thomas Built Buses e BharatBenz superaram 500.000 unidades no ano passado, volume acima dos 470.700 caminhões vendidos em 2017. Os números exatos serão anunciados pela Daimler AG no próximo dia 6 de fevereiro.

Em um ambiente de mercado positivo, a Divisão de Caminhões do Grupo Daimler aumentou suas vendas em 11% até novembro de 2018, atingindo aproximadamente 466.900 unidades comercializadas, volume significativamente maior que os 422.500 caminhões vendidos no mesmo período de 2017.

Martin Daum, membro do Board do Grupo Daimler AG e chefe mundial das divisões Daimler Trucks e Daimler Buses, afirma que: “2018 foi um dos anos mais bem-sucedidos na história da Daimler Trucks. Nossas vendas globais foram significativamente maiores do que no ano anterior. Com bem mais de 500.000 caminhões, atingimos nosso maior volume de vendas dos últimos dez anos. Esse sucesso demonstra que oferecemos aos nossos clientes de todo o mundo, produtos fortes que contam ainda com uma equipe igualmente forte. Agradeço a todos os meus colegas pelo excelente desempenho no ano passado. Em 2019, continuaremos a buscar a meta de fazer com que nossos clientes – e a sociedade também – tenham mais sucesso no dia a dia com soluções de transporte inovadoras. Isso também inclui a transformação tecnológica de nossa indústria, cujo avanço estamos decididamente impulsionando com caminhões automatizados, elétricos e conectados”.

Crescimento mais destacado na região do NAFTA

A maioria dos principais mercados para a Daimler Trucks se desenvolveu de maneira positiva no último ano, com o maior crescimento de vendas obtido na região do NAFTA. As vendas das marcas Freightliner, Western Star e Thomas Built Buses aumentaram cerca de 15%, atingindo um total aproximado de 172.700 unidades nos primeiros onze meses (mesmo período do ano anterior: 150.600).

Com uma participação de 38,3% na categoria de 6 a 8 toneladas, a Daimler Trucks foi novamente a líder no mercado de caminhões médios e pesados na América do Norte. O campeão de vendas da Freightliner, o novo Cascadia, desempenhou um papel-chave para esse sucesso: mais de 76.500 unidades foram vendidas desde o início da produção, no final de 2016.

Em junho de 2018, a Daimler Trucks apresentou o eCascadia, caminhão pesado da Freightliner, e o médio da Western Star eM2, que foram os primeiros modelos de produção em série totalmente elétricos para o mercado norte-americano. O primeiro veículo, um Freightliner eM2, foi entregue a um dos maiores clientes nos EUA, a Penske Truck Leasing Corp., em 20 de dezembro, para uso em operações reais. Nos próximos meses, uma frota inovadora de 30 caminhões totalmente elétricos da Freightliner entrará em operação. Juntamente com o ônibus escolar elétrico Saf-T-Liner C2 da Thomas Built Buses e o eCanter da FUSO, a Daimler Trucks oferece o maior portfólio de veículos comerciais elétricos do mercado norte-americano.

Significativa recuperação na América Latina e liderança no Brasil

Na América Latina, a Daimler Trucks aumentou significativamente suas vendas nos primeiros onze meses de 2018, chegando a 26% de crescimento, com 34.400 caminhões (mesmo período do ano anterior: 27.300). Para esse resultado positivo, um dos destaques foram as vendas no Brasil, o principal mercado da região. Com aproximadamente 19.000 veículos, as vendas no País aumentaram 45% (mesmo período do ano anterior: 13.000).

Com uma participação de mercado de 27,8%, a marca Mercedes-Benz novamente foi a líder de mercado. Entre outras conquistas, destaca-se a modernização abrangente de suas fábricas. Na planta de São Bernardo do Campo- SP, por exemplo, a Mercedes-Benz do Brasil inaugurou uma nova linha de montagem de caminhões baseada em conceitos da Indústria 4.0, com tecnologia digital, hiperconectividade, dados na nuvem e Internet das Coisas.

Crescimento de dois dígitos na Ásia

Na Ásia, as vendas da Daimler Trucks também subiram 12% até novembro, atingindo 147.900 unidades (2017: 132.400). Com aproximadamente 40.000 caminhões, as vendas no Japão ficaram praticamente no mesmo nível do ano anterior (40.700). Em seu mercado local, a subsidiária de veículos comerciais asiática FUSO obteve uma participação de mercado de 19,2%.

O campeão de vendas da FUSO, o Super Great, se beneficia do sucesso da estratégia da plataforma global – como também ocorre com os caminhões pesados mais recentes da Mercedes-Benz e da Freightliner. Além de uma arquitetura eletroeletrônica padronizada, o caminhão japonês também usa um trem de força comum e este ano ganhará novos recursos, como a condução autônoma parcialmente elétrica (nível 2).

No importante mercado da Indonésia, as vendas tiveram um forte aumento, de 52%, chegando a 57.400 unidades até novembro de 2018 (no mesmo período do ano anterior: 37.600). Os clientes da Indonésia já apreciam os caminhões da líder de mercado FUSO por mais de 40 anos. Desde meados de 2017, a Daimler Trucks também está oferecendo modelos de caminhões Mercedes-Benz nesse mercado, principalmente como veículos para canteiros de obra.

Na Índia, as vendas foram impulsionadas por uma significativa recuperação da demanda por médios e pesados. A Daimler India Commercial Vehicles (DICV) vendeu cerca de 20.500 caminhões nos primeiros onze meses, um aumento substancial de 35% comparado com o mesmo período do ano passado (15.200).

A Daimler Trucks também atingiu um importante marco de progresso em setembro de 2018 com a produção de seu 100.000º veículo na fábrica de Chennai. Além dos caminhões BharatBenz para o mercado local, a fábrica de Chennai também fabrica modelos para exportação para mais de 40 mercados no mundo.

Na China, maior mercado mundial de veículos comerciais, a Daimler detém uma participação de 50% na joint-venture Beijing Foton Daimler Automotive Co. Ltd. (BFDA), que produz os caminhões médios e pesados Auman. Como previsto, as vendas de 95.100 caminhões Auman nos primeiros onze meses ficaram abaixo do alto nível atingido do ano anterior (104.600). Em 2017, o mercado se beneficiou não somente do desenvolvimento econômico favorável, mas também de medidas regulatórias para a renovação da frota de veículos. Desde sua fundação, a joint venture já vendeu mais de 580.000 caminhões Auman.

Crescimento e liderança de mercado também na Europa e na Alemanha

Na chamada região “EU30” (União Europeia, Suíça e Noruega), as vendas da Daimler Trucks aumentaram em 4% no ano passado. De janeiro a novembro, cerca de 76.200 unidades foram vendidas (mesmo período do ano anterior: 73.600). A Mercedes-Benz Trucks manteve sua liderança de mercado nos segmentos médios e pesados com market share de 20,4%.

Na Alemanha, a Mercedes-Benz também continuou líder no mercado de caminhões com participação de 36%. Ao final de novembro, 29.100 veículos foram entregues a clientes, um aumento de 4% (mesmo período do ano anterior: 28.000). A Mercedes-Benz Trucks espera maior impulso a partir de meados de 2019 com o novo Actros, que foi revelado com numerosas inovações no Salão de Veículos Comerciais IAA de 2018.

Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Brasil Log
Brasil Log
Brasil Log
Forexsa Toyota
LOGCP
Retrak
Profishop 2019 Savoy