Facebook Twitter Linkedin Instagram
Serviço 17 de janeiro de 2019

Em 2019, Pegaki pretende alcançar 3 mil pontos de retirada, o equivalente a 50% do número de agências dos Correios

A startup Pegaki inicia 2019 com diversas novidades. A primeira se refere à expansão da rede de entrega: a empresa planeja saltar de 500 para 3 mil pontos de retirada em todo o País em 2019. Esse número equivale a 50% do número de agências dos Correios, atualmente com 6 mil unidades. A estratégia de expansão é nacional, envolve comércios de diversos segmentos e portes, mas será focada especialmente em farmácias, lojas de conveniências em postos de gasolina e shoppings centers. O benefício para esses pontos é a atração de novos consumidores: em média, 30% das pessoas que vão retirar sua encomenda acabam levando algum produto. A ideia inicial é credenciar pontos próximos às agências dos Correios, aproximando a alternativa ao cliente.

“Fizemos um estudo e entendemos que esses três estabelecimentos estão alinhados às necessidades dos e-commerces, das transportadoras e dos consumidores finais. As pessoas frequentam esses comércios com relativa constância, eles estão sempre no trajeto de casa, do trabalho ou da faculdade. O plano de expansão já está na fase de implantação, de modo que o crescimento da rede será acelerado esse ano”, explica o CEO e fundador da Pegaki, João Cristofolini.

Além da expansão dos pontos de retirada, a Pegaki também deve oferecer novos formatos de serviços para os e-commerces. Estão previstas três novidades para esse ano: pontos de retiradas exclusivos, a inserção dos pontos de coleta, além da expansão do serviço de reversa, que se dá quando o cliente precisa devolver ou trocar o produto.

Os pontos exclusivos, como o próprio nome diz, vão atender unicamente um determinado e-commerce. Entre outros benefícios, destacam-se a localização estratégica desses pontos para cada e-commerce e a publicidade em uma loja física, inclusive por meio de peças de marketing e personalização.

Outra novidade é utilizar os pontos de retirada como pontos de coleta, o que deve beneficiar os pequenos e médios vendedores, que inclusive utilizam os grandes marketplaces. Pequenos e-commerces dependem dos Correios e têm dificuldades em negociar com transportadoras. Com esse serviço, a Pegaki consolida as mercadorias nos pontos para a coleta de transportadoras com maior volume. Na prática, o vendedor do pequeno e-commerce leva os produtos até o ponto mais próximo de seu local e uma transportadora coleta para entregar ao cliente final, reduzindo assim custos de frete.

A reversa também terá atenção especial da empresa este ano. Atualmente, para realizar a operação, o cliente tem de enviar o produto que deseja devolver ou trocar pelos Correios. Com a Pegaki, o cliente passa a deixar sua compra no ponto de venda e o e-commerce retira. A startup já oferece esse serviço desde sua fundação, mas agora, com a expansão da rede de pontos de retirada, a tendência é de forte aumento desse tipo de operação.

“O modelo de pick up points não é mais uma tendência, é uma realidade no Brasil. As empresas demandam por esse tipo de solução logística, que descomplica a vida de todos os agentes envolvidos. Nosso objetivo é seguir com o intenso trabalho de mapeamento dos melhores pontos e a expansão de todas as frentes de serviço. Acredito que 2019 será o ano do modelo de pontos de retirada”, afirma Cristofolini.

Entre outros clientes na ponta do varejo, a empresa já conta com parceiros como Carrefour, Accor Hotel, 5aSec e Itajaí Shopping, além de outras centenas de pequenos e médios comércios. Com relação aos e-commerces, a Pegaki atende empresas como Dafiti, Wine e Gráfica Print, entre muitos outros. Ao todo, fora já entregues mais de 30 mil produtos via rede de pontos de retirada, o que equivale a R$ 3 milhões de reais. A meta para 2019 é entregar mais de 180 mil produtos, totalizando R$ 18 milhões de reais, um crescimento de 600%.

Newsletter
Cadastre-se aqui


Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Toyota
Translifit
SDS
Tokio Marine
Retrak
Manufacturing Summit Brazil