Facebook Twitter Linkedin Instagram
Investimento 20 de fevereiro de 2018

Fiorde abre filial em Itajaí

A Fiorde Logística Internacional abriu filial na cidade de Itajaí, em Santa Catarina, para atender a clientes das áreas industrial, farmacêutica e de bebidas naquele porto. Entre esses importadores, alguns continuam operando também pelos portos de Santos e do Rio de Janeiro, enquanto outros optaram por concentrar suas operações exclusivamente no porto catarinense.

Ao anunciar a abertura da filial em Itajaí, o empresário Milton Lourenço, diretor-presidente da Fiorde Logística Internacional, ressaltou que a empresa pretende aumentar a sua participação naquele mercado, ampliando seu atendimento para clientes de outros segmentos. “Inclusive, já estudamos a viabilidade de operar com a Barter Comércio Internacional, empresa trading do Grupo Fiorde”, acrescentou.

O empresário fez questão de ressaltar que o complexo portuário do Itajaí está estrategicamente localizado em um dos principais entroncamentos rodoviários do Sul do País, a poucos quilômetros das rodovias BR-101 e BR-470. “Sua posição geográfica o coloca no centro da Região Sul, englobando, num raio de 600 quilômetros, as capitais de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo, além de importantes municípios desses quatro Estados”, disse, acrescentando que essa região concentra 46% do produto interno bruto (PIB) nacional. Destacou ainda que essa característica tornou o porto de Itajaí um centro concentrador e distr ibuidor de cargas, o que possibilita o atendimento aos mercados exportadores e importadores de 21 Estados e do Distrito Federal.

Constituído pelo porto público e demais terminais portuários instalados nas margens direita e esquerda da foz do rio Itajaí, o complexo portuário do Itajaí é hoje a principal opção para os exportadores e importadores que operam em Santa Catarina e um dos principais complexos do Brasil. Dispõe de instalações de apoio logístico em operações nas cidades de Itajaí e Navegantes e completa infraestrutura para embarque e desembarque de cargas dry e reefer, além de localização estratégica, moderna infraestrutura e mão de obra qualificada.

A autoridade portuária foi delegada por convênio assinado em 1997 entre o município e a União e é exercida pela Superintendência do Porto de Itajaí, autarquia municipal criada em junho de 2000 para assegurar as condições operacionais e garantir a infraestrutura terrestre e aquaviária para os terminais que compõem o complexo.

Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Forexsa
Toyota
Profishop 2018
Retrak LOGCP
Paletrans
Alphaquip
Assine a Revista Logweb
Assine a Revista Logweb
Revista Logweb