Facebook Twitter Linkedin Instagram
Modal Marítimo 7 de novembro de 2019

Governo debate hidrovia do Rio Grande do Sul

Aconteceu no final do mês passado uma reunião entre o Governador do Estado do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, secretários estaduais e os Portos RS para debater o uso e melhorias das hidrovias do Estado. São mais de 700 quilômetros de vias navegáveis que servem como uma opção logística de mais produtividade e menos impacto ambiental. O encontro ocorreu na sede da Secretaria de Governança e Gestão Estratégica.

Estiveram presentes além do Governador, o secretário de Governança, Claudio Gastal; o secretário extraordinário de secretário extraordinário de Parcerias, Bruno Vanuzzi; o secretário de Logística e Transportes, Juvir Costella; secretário-chefe de Gabinete do Governador, Paulo Morales; o secretário-adjunto de Logística, Eduardo Krause e; o superintendente dos Portos RS, Fernando Estima. Durante a reunião, foram apresentadas as demandas do setor que recentemente foram debatidas em seminário realizado pela Famurs e o Hidrovias RS. Além dos assuntos abordados no seminário, algumas pautas que são demandas dos mais de dez terminais que compõem a hidrovia foram abordados.

“Estamos realizando os estudos necessários para soluções para o sistema hidroviário. Isso é uma demanda de longa data que vem sendo trabalhada pelo Hidrovias RS, através de seu presidente Wilen Manteli”, afirmou o superintendente Fernando Estima. A hidrovia tem um movimento superior a oito milhões de toneladas por ano e possui grande capacidade de ampliação dessa modalidade logística.

Ao longo dos últimos anos, novos projetos vêm reforçando o entendimento que o uso hidroviário é uma das melhores soluções para ampliação da capacidade competitiva do Rio Grande do Sul. O Contesc que completou três anos de atividade na última quinta-feira, está a cerca de 100 quilômetros da região de Caxias do Sul, por exemplo, o que amplia significativamente as oportunidades logísticas e reduções de custos de frete para os produtos produzidos na serra gaúcha.

“O governador determinou todos os esforços no sentido de ter um plano de ações que permitam a manutenção das estruturas necessárias na redução dos custos logísticos permitindo o aumento da competitividade do RS. Vamos aumentar o número de reuniões para agirmos com eficiência numa solução para problemas crônicos como dragagem e sinalização da hidrovia. É um compromisso do Governador a redução do custo logístico gaúcho”, conclui o superintendente dos Portos, Fernando Estima. A pauta logística está definida nos planos estratégicos do Governo do Estado e sendo intensamente trabalhada pelas secretarias envolvidas.

Newsletter
Cadastre-se aqui


Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Toyota
Translifit
SDS
Tokio Marine
Retrak
Manufacturing Summit Brazil