Facebook Twitter Linkedin Instagram
Logística In-house 16 de julho de 2018

Hyster do Brasil anuncia nacionalização de três modelos de equipamentos

A Hyster, pertencente ao grupo Hyster-Yale, anuncia a nacionalização de três modelos de seu portfólio de produtos.

A fábrica brasileira é responsável pela produção e montagem da paleteira elétrica S1.6 com torre e das empilhadeiras retráteis para corredores estreitos R1.6 e R2.0HD. O objetivo é facilitar a comercialização desses produtos no mercado nacional, proporcionando aos clientes maior disponibilidade, valores de investimentos mais acessíveis e vantagens na pronta-entrega, no suporte e na manutenção dos equipamentos – além de mais opções de financiamento, por meio dos planos oferecidos pelo departamento Hyster® Financial Services.

“A paleteira elétrica S1.6 com torre, por exemplo, está cadastrada no plano de financiamento do BNDES. Com isso, pretendemos facilitar as condições de aquisição desses equipamentos aos nossos clientes. Com a nacionalização destes produtos, que possuem alta performance de operação, esperamos contribuir com a melhoria de operações em ambientes com restrição de espaço”, explica Edson Nascimento Gerente de Engenharia e Marketing da Hyster Brasil.

Hyster_Empilhadeira R1.6_R2.0HD Corredores Estreitos

Excelente Custo-Benefício

Os equipamentos se destacam por suas funcionalidades exclusivas e trazem em sua composição elementos que priorizam a robustez, a força e a alta produtividade. A paleteria elétrica S1.6 com torre possui uma capacidade de carga nominal de 1.600 quilos e sua principal característica é a estabilidade na movimentação de cargas pesadas, graças aos quatro pontos de apoio em sua rodagem de carga. Além disso, com a aplicação da tecnologia de CA (corrente alternada), é possível atingir uma elevada taxa de aceleração combinada à alta precisão nos controles, o que permite um carregamento mais suave e rápido e, consequentemente, aumenta o total de cargas movimentadas por hora, gerando um significativo aumento de produtividade e segurança durante a operação.

Já as empilhadeiras elétricas retráteis para corredores estreitos R1.6 e R2.0 HD contam em sua configuração com algumas vantagens, como o motor de sistema hidráulico de 14kw de potência, o que a torna mais produtiva na elevação dos garfos. Ambas as máquinas apresentam três pontos de apoio para embarque e desembarque, além de maior ergonomia nos comandos por conta do mini-lever – conjunto de controles centralizados ao alcance de uma única mão –, o que contribui para a redução do desgaste físico do operador. A robustez da estrutura e da torre, que prevalece nos dois modelos, permite um funcionamento estável e suave no manuseio de cargas pesadas, com excelente capacidade residual em alturas de até 10,5 metros, nos equipamentos de capacidade nominal de carga de 1.6 toneladas e 12,75 metros nos modelos) “heavy duty” com capacidade nominal de carga de 2.000 quilos (R2.0 HD).

Esses equipamentos estão disponíveis para comercialização no mercado nacional.

Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Forexsa
Toyota
Profishop 2018
Retrak LOGCP
Paletrans
Alphaquip
Assine a Revista Logweb
Assine a Revista Logweb
Revista Logweb