Facebook Twitter Linkedin Instagram
Novidade 11 de janeiro de 2018

Motoristas de todo o país terão acesso à CNH digital em fevereiro

A Carteira Nacional de Habilitação Eletrônica (CNH-e), mais conhecida como CNH digital, será implementada em todo o país a partir de 1º de fevereiro. O novo documento terá o mesmo valor da versão impressa, que continuará sendo emitida normalmente.

A versão digital poderá ser acessada por meio de um aplicativo e permite a identificação da CNH pela leitura do QR Code (registro similar a um código de barras). O aplicativo também vai disponibilizar imagens frente e verso do documento.

Para obter a CNH digital, os condutores precisam possuir a versão impressa do documento. Segundo o Ministério das Cidades, no futuro será possível conferir o número de multas, receber avisos de vencimento e informações de campanha de trânsito.

Ainda de acordo com o Ministério, a fixação de cobrança para o documento digital ficará a cargo dos Detrans estaduais, que já determinam os valores das taxas da CNH impressa. O documento já foi liberado para motoristas de Goiás, Rio Grande do Sul e Tocantins.

A partir do dia 1º de fevereiro, o download do aplicativo estará liberado para os usuários do Android e iOS. Em caso de perda ou roubo do smartphone, o motorista poderá fazer o bloqueio do aplicativo pela internet.

Confira o passo-a-passo para solicitar a CNH digital (com informações cedidas pelo Ministério das Cidades):

-Baixe o aplicativo da CNH-e na Google Play ou na App Store.

-Faça o cadastro no Portal de Serviços do Denatran.

-Vá ao Detran de emissão da sua carteira de motorista para confirmar dados e solicitar um certificado digital. Isso é necessário para que eles tenham certeza de que o usuário é mesmo você.

-Com o acesso ao Portal de Serviços do Denatran e com os dados confirmados pelo Detran, você pode solicitar um código de ativação para o CNH-e, que será enviado por e-mail.

-Agora basta entrar no aplicativo, usar a senha de acesso do portal, e digitar o código de ativação.

-O aplicativo vai pedir para que você crie uma senha mais simples, de quatro números, como a de banco, que o usuário digita toda a vez que for acessar a carteira.

Fonte: Veja

Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Maplink Toyota
LOGCP
Retrak
Paletrans
Alphaquip
Assine a Revista Logweb
Assine a Revista Logweb
Top do Transporte