Facebook Twitter Linkedin Instagram
Intralogística 24 de julho de 2019

Nova selecionadora vertical de pedidos da Jungheinrich tem elevação de picking superior a 14 metros

Cobertura: Carol Gonçalves

 

Em evento dedicado a clientes e imprensa, a Jungheinrich (Fone: 11 4839.0803) anunciou a chegada ao Brasil da nova geração da selecionadora vertical de pedidos EKS 412s. Segundo a empresa, seu objetivo é garantir a máxima performance, eficiência, ergonomia e segurança no armazenamento de produtos em espaços pequenos e na coleta de pedidos em alta elevação. Contando com um mastro triplex livre de trações, o equipamento atinge uma altura de picking superior a 14 metros, é 25% mais rápido que sua versão anterior e oferece economia de energia acima de 10%, com bateria de lítio de 24 V e 48 V.

“Os equipamentos com bateria de lítio já representam mais de 50% das vendas e locações da Jungheinrich no Brasil. Essas máquinas agregam inovação, sustentabilidade e eficiência energética às operações de intralogística”, afirmou Vigold Georg, vice-presidente para a América Latina.

A ergonomia e a segurança do operador foram questões primordiais na atualização da nova selecionadora que, com sistemas inteligentes de assistência, combina máxima segurança com alto desempenho.

Scanners a laser detectam obstáculos no caminho, facilitando o uso de mais de um equipamento em corredores estreitos. Para facilitar a navegabilidade, é necessário apenas um comando de deslocamento e/ou elevação do operador. O novo mastro DZ evita a interrupção na elevação.

Janelas adicionais na parede traseira da cabine garantem visibilidade geral panorâmica e sem pontos cegos. Seu pedal ergonômico e tapete amortecedor promovem acessos e transições de piso livres de impacto, o que permite uma operação confortável e, ao mesmo tempo, de alto desempenho.

Outro foco no processo de desenvolvimento da nova EKS 412 foi a questão da segurança. Sistemas inteligentes de assistência garantem segurança máxima combinada com alta dinâmica nas viagens. O conceito de portão lateral garante proteção pessoal. Os sistemas PPS Standard, PPS Plus e PPS Anti-Collision atuam contra colisões.

Além disso, o sistema Jungheinrich warehouseNAVIGATION permite um aumento adicional no desempenho e eficiência. Usando o software Jungheinrich Logistics Interface, o equipamento pode ser integrado de forma fácil e segura ao ambiente e ao sistema de TI do cliente. Utilizando transponders, a EKS detecta sua posição atual dentro do Centro de Distribuição e se dirige ao destino pelo caminho mais curto. Com essa simples conexão, o operador dá o comando de deslocamento ou elevação e a EKS retira a mercadoria solicitada.

Na demonstração da nova selecionadora, Stefan Biermeier, gerente do Mercado de Sistemas Logísticos, que veio da matriz da empresa, na Alemanha, para o evento, destacou que seu desenvolvimento levou em consideração quatro fatores: a idade dos operadores, focando em seu conforto; a necessidade de equipamentos mais silenciosos e seguros, já que as indústrias e os Centros de Distribuição estão cada vez mais dentro da área urbana; o crescimento do e-commerce e do delivery de peça por peça, que exige máquinas para realizar o picking de alta performance; e a necessidade de customização do pedal de homem morto e do controle de altura, focando na ergonomia.

 

Tecnologia de lítio

A empresa desenvolve e produz baterias, carregadores e todos os outros componentes internos das empilhadeiras. Dessa forma, as partes do sistema podem se comunicar umas com as outras e apresentar o máximo desempenho.

Durante o evento, Raphael Souza, gerente Corporativo Comercial da marca, apresentou as vantagens da tecnologia de lítio. Qualquer máquina Jungheinrich com bateria de lítio precisa de apenas 30 minutos de carga para atingir 50% de sua capacidade – e apenas 80 minutos para estar completamente carregada.

Souza alerta, no entanto, que é preciso analisar as operações para saber se vale o investimento. Esse tipo de tecnologia é ideal para operações em múltiplos turnos. Outras vantagens são recargas rápidas e por oportunidade; ciclo de vida muito superior ao de baterias de CA; não necessita de manutenção, nem de sala de baterias; e descarte ambientalmente responsável.

 

Veja na edição 32 da Logweb Digital o case da Leo Madeiras, que aumentou sua produtividade utilizando máquinas da Jungheinrich com baterias de lítio.  Em www.logweb.com.br/revista/

Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Brasil Log
Brasil Log
Brasil Log
BYD Business Park Tokio Marine Translifit Retrak w6connect