Portal Logweb

Twitter da Editora Logweb Facebook da Editora Logweb Linkedin da Editora Logweb

A Interdependência Sistema da Cadeia Logística e os Recursos Tecnológicos

| 25 de Outubro de 2011


Supply Chain Management, ou Gestão da Cadeia de Suprimentos, aponta para uma evolução (e revolução) do conceito de Logística. Trata-se de um eficiente gerenciamento de toda a cadeia de suprimentos, atingindo os extremos fornecedor/cliente final. Uma definição adequada ao termo é:

“A administração do fluxo de produtos, de informações e de capital, por meio da utilização coordenada de diferentes instalações e ativos que pertencem a diferentes organizações. Partindo de sua própria definição, percebe-se que a implementação do conceito de supply chain management depende de análises, decisões e iniciativas gerenciais integradas e coerentes em duas redes que são complementares entre si: a rede Logística e a rede (inter) organizacional” (WANKE, 2008: 76)


Trata-se, como é possível identificar na conceituação do termo, de um conjunto de escolhas e ações dinâmicas que se refletem internamente, com iniciativas possíveis de submeter toda a Logística a uma revisão em suas estratégias, buscando sempre uma maior integração entre toda a rede produtiva.

Com a necessidade de pronta resposta e velocidade nas informações, por mais que haja racionalização e sistemas de informação, não teríamos respostas eficazes em tão curto espaço de tempo, por conta do volume de informações necessárias a realização das atividades produtivas.

Resumindo, este conceito revolucionário, se impõe como resultado da acirrada concorrência dos negócios nos dias atuais, da necessidade de se exercer controle total sobre toda a cadeia, tendo em vista que uma falha, inda que pontual em qualquer uma delas pode por todo o negócio a perder. Caso, porém, haja um controle adequado de todas as partes isto pode significar não apenas um resultado de excelência como, também, redução e eliminação de custos desnecessários.

Do ponto de vista prático, o Supply Chain Management (Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos) propiciou um amplo desenvolvimento dos serviços de Logísticas, inegável fonte de vantagem competitiva para as empresas. Desde a última metade do século XX a demanda dos consumidores aliada ao avanço tecnológico e, por outro lado, a pressão para um melhor controle sobre os custos vem impondo um mais severo controle sobre todos os processos de produção e distribuição. Nesse sentido, a Logística apropriou-se de uma parceria mais direta e envolvente com os demais setores internos e externos, possibilitando, desta forma, a implantação de um gerenciamento de toda a cadeia de distribuição, tendo como pano de fundo os recursos tecnológicos.
A observação da evolução da Logística até chegar a esse nível é possível quando se efetua uma revisão na literatura sobre o tema que traz, principalmente partindo da primeira metade do século XX, com o advento da 1ª e 2ª guerras mundiais, perpassando a segunda metade com a globalização e a tecnologia, a percepção outrora limitada e fragmentada e, posteriormente, a necessidade instalada de melhor controle sobre a cadeia de suprimentos, bem como o uso de recursos tecnológicos nos processos de produtos e serviços.

Baseados em diversos estudos, (BOWERSOX, 1974; BALLOU, 1993; CHRISTOPHER, 1997; ROSS, 1998, ROCHA, 2001; entre outros), configura-se um quadro representativo desta evolução, que aparece, num período remoto, primeiramente uma percepção fragmentada da Logística para depois, já num período mais avançado, adentrando a nossa Era. 

Uma visão pautada em maior controle, proporcionado através do aperfeiçoamento dos Sistemas de Informação e uso de Tecnologia da Informação. Muito difícil ofertarmos diferencial competitivo sem o uso de recursos tecnológicos aliado aos conceitos logísticos de maneira sistêmica. Por sua vez a Tecnologia da Informação anda lado a lado com a logística, aumentam os volumes junto com a necessidade de geri-los.
Já imaginaram os portos, os Centros de Distribuições, as grandes fábricas, e os mais diversos negócios operando nos dias atuais sem estes recursos? Verdadeiro caos.

Acho bom irmos pensando em fontes renováveis de energia. Quer prova maior que esta, da interdependência sistêmica?


Palmério Gusmão – Professor Especialista em Logística Empresarial na Universidade Bandeirantes. Acumula o cargo de TI/Tutor do Curso de Logística pelo IAN – Instituto de Administração e Negócios. É também Professor no Centro Estadual Paula Souza. Possui vasta experiência no segmento logístico, atuou no desenvolvimento de negócios e implantação de operações logísticas em empresas nacionais e multinacionais, como Tegma, Grande ABC, Grupo Comas Arocena Montevidéu e Expresso Mirassol, somando 15 anos de experiência na área. Anteriormente a atual posição foi Gerente Comercial de uma empresa na área de Operações Portuárias no Porto de Santos. Ministra palestras sobre logística, transportes e gestão de pessoas. - ppalmerio1@hotmail.com

Comentários

Comentar
Não há comentários no momento

Publicidade

anuncie
 

Conteúdos Relacionados

Os perigos no negócio próprio

Coluna | 17 de Novembro de 2014

Como est√° seu jardim?

Coluna | 20 de Outubro de 2014

Professor: a import√Ęncia sem o valor

Coluna | 06 de Outubro de 2014

O perigoso caminho das privatiza√ß√Ķes

Coluna | 22 de Setembro de 2014

Um novo meio de transporte?

Coluna | 08 de Setembro de 2014

Gestores de computadores

Coluna | 24 de Agosto de 2014

Gest√£o de contratos de transportes

Coluna | 12 de Agosto de 2014

Ver mais resultados