Facebook Twitter Linkedin Instagram
Modal Marítimo 16 de maio de 2018

Santos Brasil triplicará movimentação com a PIL na rota Ásia

A Santos Brasil, referência na operação de contêineres no País, ampliou seu contrato com a PIL – Pacific International Lines. Com isso, o volume movimentado no Tecon Santos para o armador na rota Ásia vai triplicar, passando de 40 mil TEU/ano (unidade equivalente a um contêiner de 20 pés) para 120 mil TEU/ano.

Em janeiro, a Santos Brasil havia vencido a disputa por um novo serviço da PIL para a Ásia, que previa uma linha de navegação com escalas a cada 14 dias no Tecon Santos. Agora, com a ampliação do contrato, o terminal passará a receber oito escalas por mês do armador.

A ampliação deste contrato, em menos de três meses de operação, demonstra a receptividade do mercado ao novo serviço e corrobora a eficiência do Tecon Santos. Reflete também a retomada da economia. “Esse crescimento demonstra que o cliente percebe os nossos diferenciais e que podemos agregar valor dando mais competitividade para a sua operação”, diz Marcos Tourinho, diretor comercial da Santos Brasil.

O primeiro navio desta nova leva atraca no Tecon Santos neste sábado, dia 12. É o Kota Lahir, com capacidade para transportar 4.500 TEU, e que vem de Buenos Aires e segue para Ásia. A previsão de embarque no terminal da Santos Brasil é de 1.276 TEU.

Administrado desde 1997 pela Santos Brasil, o Tecon Santos possui capacidade para movimentar anualmente 2 milhões TEU, tem 596 mil metros quadrados de área total e 980 metros de cais acostável. O terminal vai receber investimentos da ordem de R$ 1,27 bilhão nos próximos anos com o objetivo de elevar a sua capacidade para 2,4 milhões de TEU e manter a qualidade da operação, hoje referência no País.

Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Maplink Toyota
LOGCP
Retrak
Paletrans
Alphaquip
Assine a Revista Logweb
Assine a Revista Logweb
Top do Transporte