Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Investimento 14 de maio de 2015

Adimax tem novo armazém autoportante Águia Sistemas

Fabricante de alimentos para animais tem uma instalação única em tecnologia que combina autoportante com estocagem dinâmica e transelevador

A Adimax, fabricante de rações para animais com sede em Salto de Pirapora, SP, tem um novo armazém para seus produtos projetado e executado pela Águia Sistemas. A instalação está em funcionamento há seis meses se destaca por ser um autoportante com estocagem dinâmica equipado com transelevadores, um projeto pouco aplicado no mercado e que torna a Águia, especializada no projeto de sistemas de movimentação e armazenagem de materiais para os segmentos industrial e de logística, uma referência na aplicação.

O armazém autoportante dinâmico com transelevador tem uma área de 1.400 metros quadrados, 17 metros de altura e capacidade de estocagem de 3.800 posições-paletes. José Alexandre Conceição, supervisor de negócios na Águia Sistemas, explica que por se tratar de armazenagem de alimentos, indicou-se a solução adotada pois a carga tem grande rotatividade e requer controle de datas de validade pelo princípio F.I.F.O (First In First Out, o primeiro palete que entra é o primeiro que sai).

“Uma instalação autoportante que combina armazenagem dinâmica com transelevadores não é muito comum – o mercado tem prédios autoportantes com estruturas porta-paletes ou apenas estruturas dinâmicas com transelevadores”. Os ganhos para a Adimax, completa, vão desde melhor aproveitamento de espaço, controle de giro de estoques, menor movimentação de paletes e maior eficiência na operação até a redução de avarias nos produtos.

O profissional esclarece que a solução foi escolhida não apenas em função do produto a ser estocado e seu giro, mas também pelo melhor custo-benefício de um novo armazém: um prédio em alvenaria seria mais caro e exigiria maior espaço de estocagem para abrigar as posições-paletes previstas pela Adimax; o prédio permitiu uma redução de empilhadeiras em operação, economia em energia e redução de mão-de-obra. A empresa obteve uma linha de crédito do FINAME para o projeto.

A estrutura autoportante dinâmica e telhas de fechamento são de fabricação da Águia Sistemas, e os transelevadores são da Scheffer. Um WMS (software de gestão de armazéns) gerencia as operações da instalação.

(Foto: Divulgação/Adimax)

postal
JLL
JLL
JLL
JLL
postal
Sds
Retrak
savoy
JLL