Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Conteúdo 20 de março de 2008

O ano da Educação e o profissional de logística

A evolução tecnológica é uma faca de dois gumes: se por um lado ela facilita o trabalho dos profissionais que atuam em qualquer que seja o segmento, por outro, ela também exclui aqueles que não acompanharem as mudanças.

O profissional de logística tem sentido, na última década, principalmente, a força destas mudanças. E a maior prova destas transformações é a proliferação de cursos de graduação, pós-graduação e especialização voltados para atender aqueles que atuam nesta área.

Mas apenas o conhecimento técnico não basta. O profissional precisa ter, além da sólida formação acadêmica, algumas características que vão garantir o seu bom desempenho. Não existe mais o profissional que fica trancado num armazém, conferindo notas, ao lado de pessoas com pouca formação.

Liderança, visão estratégica, visão globalizada, conhecimento gerencial, organizacional e interesse tecnológico. O profissional de logística de hoje tem que ser um misto de tudo isso para se tornar um agente estratégico dentro da sua empresa, enxergando oportunidades e negócios.

O líder dentro de uma empresa é aquele profissional que consegue obter resultados positivos a partir da motivação da equipe, ou seja, ao bom relacionamento pessoal que ele mantém dentro da empresa, resultando em maior produtividade, menores custos e mais agilidade e eficiência.

Ter visão estratégica e globalizada é saber enxergar oportunidades para que a empresa possa crescer. Uma vez que a logística é uma ferramenta que resulta num diferencial competitivo, frente à sua concorrência, o profissional terá que, além de identificar oportunidades de negócios, ser capaz de proteger a empresa de possíveis ameaças do mercado ou de concorrentes.

O profissional de logística precisa conhecer a empresa onde trabalha e o que ela faz, ou seja, ter uma visão mais abrangente da realidade do negócio em que atua.

Por último, mas não menos importante, o interesse tecnológico deve ser levado em consideração como mais um diferencial competitivo não só dentro da empresa, mas para o profissional também, ou seja, é ele quem deve se interessar em buscar novas opções e se informar sobre o que está sendo desenvolvido para o futuro e, assim, melhorar o seu desempenho e o desempenho da organização em que ele trabalha.

Se você ainda não atua no mercado de logística e quer estar inserido nesta área: decida antes de tudo, o que você quer. Avalie seus objetivos, pois só assim conseguirá traçar metas para sua carreira. Avalie os cursos de capacitação e atualização. Na Associação Brasileira de Empresas e Profissionais de Logística (ABEPL), por exemplo, estamos com um curso em andamento com o tema “Introdução ao Comércio Internacional” e outro curso com inscrições abertas sobre “Logística de Distribuição”, bastante específico para o segmento. Uma boa opção é você, profissional de logística, procurar cursos rápidos, que lhe ofereçam uma visão mais global sobre o segmento para que você possa identificar a área na qual você quer se desenvolver e aí então se matricular em cursos de médio e longo prazo.

Nós, da ABEPL, estamos de braços abertos para lhe ajudar a escolher o caminho certo. Elegemos na entidade, o ano de 2008 como o da Educação e Capacitação dos profissionais que atuam na área. E é isso que vamos fazer: promover a partir de cursos, palestras e workshops a capacitação e atualização dos nossos profissionais. Venha fazer parte desta idéia você também. Acesse www.abepl.org.br e conheça tudo que estamos preparando para 2008.

Luciano Rocha é empresário, presidente da ABEPL – www.abepl.org.br e apresentador do programa “Logística em Foco” – http://www.logisticaemfoco.com.br/

webinar
webinar
Retrak
savoy
postal