Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Conteúdo 1 de fevereiro de 2021

Afinal o que é hiperlocal?

É mais do que sabido que a pandemia devido ao Covid-19 acelerou a mudança para como os consumidores adquirem seus produtos, de alguma forma reduzindo o papel das lojas físicas e aproximando virtualmente seus clientes, o que tem impactado, é claro, na forma como as empresas, em especial os varejistas, começam a distribuir e entregar seus produtos.

Agora mais do que nunca, temos acompanhado as empresas repensarem suas malhas logísticas, com o surgimento de figuras logísticas como fulfillment centers, pick-up points, last mile points, entre outras, com o papel de racionalizar as atividades logísticas, isto é, dar eficiência, e melhor nível de serviço.

Agora, imagine ir a uma cafeteria durante o dia e pedir um café com um doce. Há duas maneiras de fazer isso. Você pode ir até o balcão para fazer seu pedido e realizar o pagamento e, em seguida, aguardar a chegada do seu pedido, ou você se senta em uma mesa e aguarda ser atendido e então receber convenientemente em sua mesa. O resultado? Você recebe seu café confortavelmente, sem ter que ficar em uma fila e esperar que seu pedido seja preparado.

Isso não parece incrível? Essa é exatamente a ideia que as empresas de entrega hiperlocal estão tentando replicar. Consumidores gostam de conveniência, isto é, você prefere que seus produtos sejam entregues a você enquanto você utiliza seu precioso tempo fazendo outras coisas. Mesmo que isso signifique pagar um pouco mais por isso.

Estamos vivendo em um mundo acelerado, um mundo onde o tempo é mais precioso do que o dinheiro. Estamos ocupados fazendo malabarismos entre várias coisas durante o dia, então, se algo pode diminuir nossa carga de atividades, somos capazes de investir nossa energia em coisas mais importantes.

Entre tudo isso, tarefas como comprar coisas, pedir comida, fazer compras de mercado são coisas nas quais estamos dispostos a aceitar ajuda. Empresas como Rappi, iFood e UberEats trabalham com a ideia de entregar essas necessidades às pessoas, para que possam usar seu tempo de forma eficiente. Essas empresas oferecem entregas para quase tudo e podem ser chamadas de empresas de entrega hiperlocal.

Empresas de entrega hiperlocal trabalham com o princípio do on-demand, mas agregam mais eficiência e credibilidade à entrega. O termo hiperlocal refere-se a pequena proximidade e é usado para identificar empresas que entregam itens aos consumidores de varejistas que estão presentes em suas proximidades. Ele conecta varejistas locais e empresas off-line (físicas) a uma base de clientes com o uso de um aplicativo. A plataforma digital permite que esses varejistas offline alcancem um público maior e se promovam de maneiras que não são possíveis apenas offline.

Negócio de entrega hiperlocal
Um negócio de entrega hiperlocal permite que os clientes recebam os produtos em uma velocidade rápida de menos de uma hora. E permite que os consumidores comprem mantimentos, alimentos, remédios, bens de consumo e produtos de higiene pessoal online.

O negócio de entrega aqui atua como um mediador entre as lojas físicas e os consumidores, coletando produtos dessas lojas e entregando-os no local de conveniência dos clientes. A única coisa que um cliente precisa fazer é selecionar os produtos e pagar por eles junto com uma taxa de entrega. É função dessas empresas de entrega hiperlocal fazer parceria com entregadores, ou couriers, e fazer com que esses produtos sejam entregues. Uma grande vantagem disso é que o cliente consegue monitorar o entregador em tempo real, podendo inclusive contatá-lo em caso de atrasos ou problemas.

Como empresas como essas não têm nenhum ativo físico, todo o seu negócio depende da satisfação do cliente. A satisfação do cliente depende da rapidez na entrega, da natureza do entregador, da facilidade de uso do aplicativo e da quantidade de opções disponíveis na plataforma. Se algum desses não atender aos melhores padrões, toda a sua satisfação pode diminuir.

Por que você deve se interessar por empresas de entrega hiperlocal?
Um grande componente dos negócios hiperlocais é a localização. Esses aplicativos se concentram em fornecer seus produtos que são adquiridos em lojas que estão disponíveis nas proximidades. Nesse sentido, procuram atender às necessidades imediatas de seus clientes. Outro grande fator a favor do modelo é que essas empresas se associam a varejistas locais, o que facilita aos clientes a garantia de credibilidade. Essas lojas locais ganham presença online por causa da plataforma, mas também garantem que as pessoas conheçam o local de onde estão comprando e, portanto, tenham a garantia dos padrões de qualidade.

Este negócio cria uma situação ganha-ganha para todas as partes envolvidas; o agregador recebe dinheiro na forma de comissões, os varejistas expandem sua base de clientes e o cliente pode escolher entre uma grande variedade. Também permite que o pessoal de entrega entregue os produtos no menor tempo possível e ganhe algum dinheiro extra ao mesmo tempo.

Considere isso!

Edson Carillo Edson Carillo

Engº Mecânico, PMP e MBA na St. John’s University. 30 anos de experiência como CEO em consultorias em Supply Chain & Logística. Professor de MBA e Pós MBA da FGV. Co-autor de vários livros e especialista em TOC (Theory of Constraints) pelo Avraham Goldratt Institute. Especialista em automação de armazéns, estudos de malha logística e planos estratégicos para operações logísticas. Atualmente, é CEO na Connexxion Consulting (www.connexxion.com.br).

postal
JLL
JLL
JLL
JLL
postal
Sds
Retrak
Sds
4K
Savoy
JLL