Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube
Resultados 9 de junho de 2020

Combilift adota visitas virtuais, colhe bons resultados e muda estratégia de atuação

Nesta época de pandemia de coronavírus, as empresas estão se adaptando e se reinventando para continuar ativas no mercado. Uma delas é a Combilift, fabricante de empilhadeiras multidirecionais especializada em soluções customizadas de movimentação de materiais.
Em coletiva de imprensa virtual, Martin McVicar, fundador e CEO da marca, contou os cuidados que vêm sendo tomados para evitar a propagação do novo coronavírus na planta, localizada na cidade irlandesa de Monaghan, como uso de cobre em portas e dispensadores de álcool gel.
Além disso, a empresa criou dois turnos de operação para diminuir a quantidade de pessoas no mesmo ambiente, e também passou a contar com oito áreas de alimentação, sendo que antes da pandemia só havia um restaurante. Outra mudança foi o aumento em 50% da área de produção, reduzindo os espaços destinados a estoque, com o objetivo de aumentar a distância entre os colaboradores.
Com o cancelamento das viagens domésticas e internacionais para evitar contágio, a Combilift adotou a consultoria virtual. Com a ajuda do Google Maps, a empresa consegue visualizar a planta do cliente e, por meio de vídeos das áreas internas e as medidas corretas, pode fazer a simulação do local com as otimizações propostas e disponibilizar em 3D.
Segundo McVicar, as reuniões virtuais com pessoas de várias localidades do mundo passaram a fazer parte do dia a dia da empresa, e o prazo de resposta acelerou. O resultado está sendo tão bom que a empresa vai reduzir a participação em feiras de negócios, priorizando o atendimento virtual. “A nova maneira de atuação se revelou tão efetiva quanto o contato físico”, ressaltou.

Negócios
Com relação aos negócios, McVicar disse que muitos países estão aproveitando para investir em infraestrutura. Com o aumento da demanda por máscaras e luvas, as fabricantes estão precisando de mais espaço. E isso é positivo para a Combilift.
Sobre a atuação no Brasil, Rafael Kessler, diretor executivo da marca no país, disse que as mesmas ações realizadas na Europa são aplicadas aqui, ou seja, a busca por clientes tem acontecido de forma mais ativa. De acordo com ele, as empresas já estão se preparando para o retorno das atividades pós-pandemia. Destaque para aumento das operações de e-commerce, nas áreas farmacêutica, de alimentos, jogos e itens domésticos.
“Estamos tirando pedidos, mas não dá para fazer uma previsão sobre os resultados que iremos alcançar neste ano em comparação ao passado. O que posso dizer é que não foi um período perdido e talvez haja aumento de market share devido à nossa característica de desenvolvedora de soluções”, disse.
Kessler adiantou, ainda, que a Combilift vai começar a pensar na migração da produção para outros países, como o Brasil, para reduzir custos, já que o euro chegou a altos patamares neste período.

Newsletter
Cadastre-se aqui

Top do Transporte
Top do Transporte
Fronius Patrocinador
Top do Transporte
Top do Transporte
Toyota
Retrak
Savoy
JLL
JLL