Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Setcesp 5 de novembro de 2020

Compras coletivas no mundo corporativo

Raquel Serini – Economista do IPTC – Instituto Paulista de Transporte de Cargas, órgão ligado ao SETCESP – Sindicato das Empresas de Transporte de Carga de São Paulo e Região.

 

 

Não é de hoje que sabemos da importância do mercado de transportes, mas diante dos últimos acontecimentos mundiais, o setor se viu na necessidade de modificar o modelo tradicional de atuação. Muito se fala sobre economia compartilhada através de cargas e fretes, o que gera reduções expressivas no custo das operações. Mas, vamos abordar também a nova realidade para compras coletivas no mundo empresarial.

Pensando na fase atual de recuperação da economia, alguns empresários já iniciaram um movimento de aquisições em conjunto, dos mais diversos itens, que acabam gerando descontos por volume no momento da compra. Tudo isso intermediado por entidades de classe, associações ou grupos de interesse em comum, para garantir a confiabilidade nas negociações. A exemplo do Sindicato das Empresas de Transporte de Carga de São Paulo e Região (SETCESP), que realiza há três anos, para seus associados, compras coordenadas em escala, justamente por ser uma ferramenta rentável para o transportador.

Um “Pool de Compras” vai muito além de oferecer ganhos imediatos para as empresas que dividem com o grupo seu histórico de gastos e têm acesso aos preços antecipadamente negociados junto a fornecedores. A cada nova rodada de negócios, uma nova demanda é compartilhada, resultando em mais ganhos mútuos.

Dentro desta lógica, as compras coletivas são uma modalidade econômica e representam uma forma consciente de consumo também, uma vez que você compra e investe somente em itens/insumos essenciais e de necessidade imediata, com preços acessíveis e de forma colaborativa.

 

Clube de Compras: porque eles ajudam sua empresa?

Uma das vantagens do Clube de Compras é a redução de custos, que varia de acordo com o item adquirido. Há casos de produtos que geraram economias de até 65%. Isso sem falar na conquista de agilidade nos processos de compras, na melhora da análise de custo-benefício e otimização da negociação de diversas categorias de insumos.

tabela4

 

E mais: o comprador também pode avaliar de maneira assertiva e rápida a proposta recebida pelo intermediador, ser transparente na decisão de compra. Ou seja, a empresa que adquire os produtos e/ou serviços acaba contribuindo para que os fornecedores façam melhores ofertas no futuro – o que alimenta uma rede de decisões mais veloz e eficiente. Em um mundo altamente competitivo, essa é uma característica que deve ser levada em conta.

Por isso, ter em mente que, quando a área de compras alinha seus objetivos com as demais áreas da companhia, principalmente a financeira, vencer o desafio constante de tornar o setor mais eficiente torna-se uma realidade. Além disso, ainda é possível contar com uma rede de apoio institucional do sindicato.

Volto a afirmar que alinhar estratégias e realizar bons negócios é uma realidade viável. E, na minha visão, o conceito de Clube de Compras é o melhor caminho para se alcançar esse objetivo. A redução de custos e otimização de processos são alguns dos benefícios. Faça uma análise do quanto você poderá usufruir dessas vantagens e contribuir com a sua empresa. Pense nisso!

 

Para mais informações, contato@iptcsp.com.br

Newsletter
Cadastre-se aqui

JLL
Savoy
Retrak
4K