Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube
E-commerce 3 de abril de 2020

E-commerce é solução para a continuidade das vendas varejistas em tempos de coronavírus

Com a ameaça do coronavírus, redes varejistas em todo o Brasil estão fechando as portas das lojas físicas e migrando os negócios para a operação e-commerce. As vendas on-line de algumas categorias de produtos dispararam neste mês, de acordo com pesquisa da Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm).

O comércio eletrônico tornou-se uma solução não somente para as empresas que precisam dar continuidade nas vendas, mas para o consumidor, que vê neste ambiente uma alternativa de compra segura, que vai além da comodidade e do bem estar.

Sem o público nas lojas, para ter uma operação eficiente, é preciso apostar em um serviço de entrega qualificado no atendimento a demanda de clientes em todo o País. Neste contexto, a Intecom Logística, operador logístico com 20 anos de história e expertise em processos hábeis de entrega, conta com uma equipe treinada e preparada para atender a demanda doe-commerce neste momento de pandemia.

“Estamos preparamos para atuar seguindo as normas do Ministério da Saúde para manter a saúde dos colaboradores, entregadores e clientes.Sabemos da importância de uma logística eficiente, capacitada e preparada para abastecer os pontos de vendas essenciais aos consumidores, como supermercados, e para a entrega de itens solicitados por meio do e-commerce”,afirma José Paulo Pereira, diretor executivo da Intecom Logística.

Três dicas para o e-commerce

Pereira elaborou uma lista de orientações importantes para a cadeia logística, neste momento em que as entregas de e-commerce são fundamentais. Confira:

1 – Tenha um bom controle de estoque

Um estoque otimizado, com os produtos demandados à disposição, é o primeiro passo para uma entrega pontual. Para o alcance deste cenário, é necessário realizar estudo, planejamento e gestão de estoque, de forma que os produtos não faltem e também não ultrapassem muitos níveis de pedidos. Um ponto de atenção neste sentido é que o estoque elevado gera custos desnecessários para a empresa. Armazéns com reposição de estoque diária podem ser a solução para empresas de comércio eletrônico de grande porte.

2 – Tecnologia de ponta

Por meio de ferramentas tecnológicas de última geração, é possível acompanhar em tempo real a mercadoria, do estoque à entrega ao cliente final. O uso de tecnologias, como a de rastreamento, é essencial para que a empresa seja eficiente e leve tranquilidade ao consumidor, à espera da chegada de sua mercadoria.

3 – Contrate um parceiro estratégico e deixe seu cliente satisfeito

A capacidade de entregar a mercadoria dentro do prazo, ou seja, o nível de serviço, é um dos principais indicadores perseguidos pelo operador logístico e também o ponto essencial para a satisfação do cliente de comércio eletrônico. Para que todas as etapas do processo logístico sejam eficientes, ter um parceiro logístico com a expertise necessária é fator preponderante. Além de promover processos eficazes e estruturar a área logística, esse parceiro possibilita que a empresa foque as atividades em seu core business, como a geração de negócios, a criação de novos produtos, a venda por meio dos canais eletrônicos,a promoção de um bom atendimento ao cliente, etc.

Newsletter
Cadastre-se aqui


Top do Transporte
Top do Transporte
Fronius Patrocinador
Top do Transporte
Top do Transporte
Toyota
Retrak
Savoy
JLL
JLL