Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Ferroviário 24 de fevereiro de 2021

Greenbrier Maxion inova em tecnologia para transporte de celulose por ferrovia

Greenbrier Maxion

Com o objetivo de proporcionar aos produtores de celulose e as ferrovias brasileiras uma solução inovadora, a Greenbrier Maxion – solução completa e integrada para o setor ferroviário e considerada a maior operação ferroviária da América do Sul – desenvolveu o vagão total sider tipo FTT para transporte de celulose.

Segundo afirma o presidente da empresa, Eduardo Scolari, o novo modelo traz várias vantagens em relação aos modelos antigos, como: redução da tara, aumento significativo na capacidade de carga por trem e por vagão, além de melhor ergonomia na operação e estanqueidade, evitando perda da carga com entrada de água durante o período de chuvas.

Outro destaque é a maior facilidade no carregamento e descarregamento, que pode ser feito tanto por empilhadeiras quanto por ponte rolante. “O vagão também é equipado com o truque tipo Motion Control® – Truques Premium, desenvolvido especificamente para as condições operacionais e de via permanente das ferrovias brasileiras, proporcionando, através da otimização do comportamento dinâmico do vagão, um aumento significativo da segurança operacional e vida útil dos componentes, além da redução no custo de manutenção”, comenta Scolari.

Nascida a partir da união entre as norte-americanas The Greenbrier Companies e Amsted Rail e da brasileira Iochpe-Maxion, a Greenbrier Maxion, com sede em Hortolândia, SP, possui expertise em projetos de vagões de carga, truques, serviços de reforma, adaptação e modernização de vagões e seus componentes.

postal
JLL
JLL
JLL
JLL
postal
Sds
Retrak
savoy
JLL