Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Transporte aéreo 1 de abril de 2021

GRU Airport e Tri-star investem R$ 3 milhões na implantação de armazém alfandegado de exportação

Galpão do Terminal de Cargas do GRU Airport

A GRU Airport – concessionária que administra o Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos – e a Tri-Star – empresa que oferece soluções no manuseio e tratamento de cargas para empresas aéreas, serviços especializados para agentes de cargas, transporte e liberação de courier (remessas expressas) – iniciaram a implantação de um armazém alfandegado destinado à exportação.

Segundo a diretora Comercial e de Cargas da GRU Airport, Mônica Lamas, trata-se de um projeto inédito, com investimento de R$ 3 milhões, que possibilitará aumentar em até 35% a capacidade de recebimento de cargas para exportação, armazenamento das mesmas, prestação de serviços e paletização para exportação.

O espaço de mais 5.000 m², dedicado aos clientes da Tri-Star, proporcionará agilidade no recebimento de cargas perecíveis e animais vivos. A previsão é que o novo espaço seja inaugurado em junho de 2021 e a expectativa da GRU Airport é aumentar o market-share na exportação, que em 2020 foi de 47%.

“Estamos orgulhosos em contribuir para o crescimento do Terminal de Cargas do Aeroporto mais importante do país, além de honrados por participar deste projeto inédito no Brasil, junto com a GRU Airport, e, principalmente, com o apoio da Receita Federal e demais órgãos anuentes, que viabilizaram a execução deste projeto que proporcionará aos nossos clientes uma redução considerável no tempo de paletização de cargas, mais flexibilidade nos prazos de aceitação destas cargas e, acima de tudo, um atendimento mais dedicado aos exportadores, principais clientes desta cadeia logística, e que trazem divisas para nosso país”, afirma o CEO da Tri Star, Fernando Bimonti.

postal
JLL
JLL
JLL
JLL
postal
Sds
Retrak
savoy
JLL