Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Segurança 26 de março de 2021

Honeywell lança solução para aumentar a segurança no transporte de vacinas

Honeywell CO2

A Honeywell lançou uma solução de tecnologia para ajudar a proteger os trabalhadores que transportam vacinas que requerem refrigeração em baixas temperaturas, incluindo a vacina contra a Covid-19.

O armazenamento de alguns tipos de vacinas requer temperaturas extremamente baixas, que normalmente são alcançadas com o uso de gelo seco. Embora seja essencial para manter as condições ideais para vacinas por um longo período, o material pode ser perigoso para os trabalhadores devido à liberação de dióxido de carbono (CO2) conforme o gelo seco sublima.

O gelo seco é a forma sólida de CO2, que sublima à medida que é aquecido (passa diretamente para gás sem se transformar em líquido) a -78,5 ° C. Essa rápida mudança para gás representa riscos potenciais para a segurança humana, como risco de congelamento ou até sufocamento devido aos altos níveis de CO2, não apenas por ser inodoro e incolor, mas também porque substitui o oxigênio e muitas vezes é difícil de ser detectado.

Por exemplo, cada caixa de remessa de vacina com mais de 20 kg de gelo seco pode liberar cerca de 1,2 litros de CO2 por minuto, o que pode deslocar rapidamente o oxigênio na atmosfera do local.

A solução da Honeywell consiste em um dispositivo inteligente portátil de detecção de gás, que inclui conectividade Bluetooth de baixo consumo de energia. O equipamento monitora os níveis excessivos de CO2 em um ambiente fechado específico e alerta se um trabalhador foi exposto a níveis potencialmente inseguros durante um período de tempo, ajudando as organizações a responder mais rápido a possíveis incidentes de segurança.

“Altos níveis de CO2 são particularmente ameaçadores em áreas fechadas, como aviões e caminhões, por isso os fabricantes, bem como os prestadores de serviços de logística e saúde, devem considerar as complexas operações da cadeia de suprimentos necessárias e a segurança de todos os trabalhadores envolvidos”, afrima Thiago Zambotti, VP e gerente Geral da Honeywell Safety and Productivity Solutions para a América Latina.

Empresas especializadas estão familiarizadas com o gelo seco e sabem como manter a segurança dos trabalhadores, pois o manuseio desse tipo de material perigoso faz parte de seus processos. No entanto, o volume e a frequência do manuseio de gelo seco aumentarão significativamente com os embarques da vacina contra a Covid-19. Só os países da América Latina e do Caribe precisam vacinar 500 milhões de pessoas para controlar a pandemia, segundo a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

webinar
webinar
alperseguros
fronius
Retrak
savoy
postal