Facebook Twitter Linkedin Instagram
Conteúdo 19 de fevereiro de 2004

Hot Service, empresa de encomendas expressas, aumenta faturamento em 2003

Especializada na distribuição
de encomendas expressas, incluindo medicamentos, talões de
cheque, títulos de cobrança, cartões de crédito
e jornais, entre outros produtos, a Hot Service, com sede no Rio
de Janeiro e bases operacionais nas cidades de São Paulo,
Curitiba e Manaus, faturou, em 2003, R$ 30 milhões, contra
R$ 28 milhões em 2002. “Para 2004, nossa meta é
crescermos mais de 30%, elevando o faturamento para R$ 40 milhões”,
afirma o presidente da Hot Service, Henrique Andrade.
Fundada por seu pai, Sebastião Andrade, em 1991, a Hot Service
foi uma das cinco empresas adquiridas pelo empresário Eike
Batista, na sua frustrada tentativa de entrar no segmento de encomendas
expressas, sobretudo na área de e-commerce, com a marca eBX
Express Brasil, criada em 2001.
Antes que Batista anunciasse o fim das atividades da eBX em 2002,
a família Andrade fez uma proposta para recomprar a marca
Hot Service. Com o negócio fechado, os Andrade voltaram a
controlar a empresa, que retomava seu foco original, ou seja, o
transporte de cargas e encomendas, especialmente o de emergência,
algo declinado pela extinta eBX.

Newsletter
Cadastre-se aqui


Top do Transporte
Top do Transporte
Fronius Patrocinador
Top do Transporte
Top do Transporte
Toyota
Retrak
JLL