Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Premiação 16 de fevereiro de 2022

IFOY 2022: 14 soluções de 12 fornecedores de intralogística são finalistas da premiação

Já foram selecionados os finalistas do IFOY Award 2022 (Intralogística Internacional e Empilhadeira do Ano). Nesta, que é a décima edição da premiação, 29 fabricantes se inscreveram e 12 foram escolhidos, competindo com 14 soluções.

“Os indicados refletem para onde a jornada da intralogística está indo: empilhadeiras e tecnologia de armazém, soluções automatizadas e integradas, software e robôs móveis autônomos (AMR) para armazéns de alto desempenho. A rodada final será muito emocionante”, enfatiza Anita Würmser, presidente do júri do IFOY.

As especialistas em intralogística Cargotec Engineering, Jungheinrich, Locus Robotics, Magment, NAiSE, Noyes Technologies, robominds, Sick, SSI Schäfer, Still, stow robotics e Synaos estão na disputa pelos troféus.

Finalistas

A Cargotec Engineering, da Irlanda, concorre com a Moffett E5 25.4 NX, empilhadeira totalmente elétrica multidirecional, que não emite gases poluentes.

Já a Jungheinrich garantiu dois lugares na premiação. Em tecnologia para armazéns, concorre com a empilhadeira elétrica ERD 220i. Devido à bateria de íons de lítio, suas dimensões são ultracompactas para o transporte simultâneo de dois paletes. Além de recursos inteligentes, que tornam o trabalho diário muito mais fácil, a plataforma fixa oferece alta proteção lateral de três lados e muito espaço para o motorista.

A Jungheinrich também concorre com o EKS 215ª, AGV com altura de elevação de até seis metros, o primeiro da empresa desenvolvido para uso automatizado em logística e produção. A empresa também desenvolveu um conceito de energia de 24 volts com função de carregamento automático.

A fabricante americana Locus Robotics chegou à final com a solução Locus Robotics AMR, que consiste em uma plataforma que utiliza algoritmos de otimização e dados de desempenho operacional em tempo real para coordenar trabalhadores e AMRs. De acordo com o fabricante, os clientes obtêm retorno sobre o investimento dentro de seis a oito meses e um aumento de duas a três vezes na produtividade através do modelo Robots-as-a-Service (RaaS).

A startup Magment, baseada em Unterhaching, na Alemanha, concorre com o carregamento sem fio dinâmico para veículos de intralogística. Por meio de concreto magnetizável patenteado em combinação com tecnologias especiais, são produzidas placas de carregamento indutivas que permitem reduzir ou mesmo eliminar completamente as pausas para carregamento de empilhadeiras.

Também foi indicado o NAiSE Traffic, um software de gerenciamento de pedidos e tráfego independente da startup NAiSE, de Stuttgart. A característica desta aplicação é que a rede de localização patenteada (NAiSE RTLS) inclui toda a operação mista – ou seja, todas as pessoas e veículos no armazém – no controle e análise de tráfego, garantindo um fluxo de material mais eficiente e seguro.

A terceira startup na final é a Noyes Technologies. Com o NoyesStorage, a empresa sediada em Munique lançou o primeiro sistema nano-logístico movido a robótica, ultradenso, automatizado e altamente flexível para logística urbana. O objetivo é resolver problemas complexos de forma sustentável através de abordagens simples. Para isso, a tecnologia é reduzida ao que é necessário e é dada atenção a um alto grau de padronização e modularização. Graças à estrutura modular, áreas tão pequenas quanto dez metros quadrados podem ser usadas para o sistema.

A empresa robominds, também de Munique, está na final com o robobrain.NEUROS baseado em IA (Sistema Operacional Robótico Neural), sistema operacional industrializado para robótica inteligente. Neste sistema, cada função dos componentes robóticos se torna uma habilidade. Trata-se de um aplicativo fácil de obter através da robomins Skill Store, adaptável individualmente ou para desenvolver-se graças ao robomins Skill SDK.

O júri também selecionou a especialista em sensores Sick com o PACS (Pallet Classification System), sistema de identificação de paletes baseado em Deep Learning, desenvolvido segundo as necessidades de um cliente, cujos colaborares precisavam determinar manualmente se os paletes recebidos pertenciam a um pool de paletes e se tinham um depósito. Com a nova solução, os usuários podem automatizar esse processo com base em um kit modular de hardware e software.

A SSI Schaefer chegou à fase final com o IKEA Project Flat Pack Picking, solução de sistema automatizado para a paletização eficiente e otimizada de volume de grandes itens típicos do comércio de móveis. O módulo de preparação de pedidos com robôs permite o manuseio eficiente de uma gama heterogênea de artigos e é caracterizado por alta escalabilidade.

Na mesma categoria, a Still está concorrendo com a extensão do armazém automatizado na Hase Safety Workwear. A empresa com sede em Hamburgo expandiu a instalação para um total de 10.000 espaços para paletes. Ao mesmo tempo, as empilhadeiras Still existentes foram substituídas por veículos automatizados e mais potentes com garfos telescópicos. Os cursos de direção otimizados contribuíram para o aumento do desempenho.

A empresa também se candidatou com sucesso à categoria Especial do Ano com a DSR (Regulação de Velocidade Descendente). O sistema de assistência de três estágios para reboques e rebocadores facilita a descida segura do motorista – especialmente com cargas pesadas de reboque. O sistema regula – manual ou automaticamente – a velocidade do veículo para proteger contra situações perigosas.

Com o e.scala, a empresa Stow Robotics, do Grupo Belga Stow, está na fase final. Trata-se de um sistema de armazenamento e separação de mercadorias padronizado e baseado em robô para aplicações de pequeno e médio porte. Com um robô que se move tridimensionalmente no cubo por meio de trilhos e um sistema de rampa patenteado, ele substitui todos os componentes clássicos de um sistema de armazenamento automatizado. Vantagens: baixo investimento e baixos custos de funcionamento.

A Synaos concorre com a solução Synaos IMS – Vehicle Localization, que permite controlar a posição das empilhadeiras graças a um kit de sensores com câmera. Para isso, utiliza tecnologia de visão computacional de última geração para habilitar seu sistema de rastreamento preciso e robusto, que pode ser facilmente instalado e dimensionado. Em vez de UWB ou LIDAR, é usada a tecnologia de Odometria Visual conhecida da robótica.

Testes

O júri, que é composto por 26 membros de 20 países, tomará as decisões na competição, também conhecida como “Oscar da intralogística”, após o IFOY Test Days, que acontecem de 18 a 23 de março, na Messe Dortmund, Alemanha.

Todos os finalistas passarão pela auditoria em três etapas. No teste IFOY, os especialistas avaliam os finalistas em um procedimento padronizado. Na verificação de inovação, os cientistas avaliam o valor inovador dos dispositivos e soluções indicados. Esta verificação é realizada por especialistas do Instituto Fraunhofer para Fluxo de Materiais e Logística (IML), a Cátedra de Logística Técnica da Universidade de Dresden e a Cátedra de Manuseio de Materiais, Fluxo de Materiais e Logística (FML) da Universidade Técnica de Munique. Pela primeira vez, um especialista do Fraunhofer Institute for Manufacturing Engineering and Automation (IPA) também faz parte da equipe de pesquisa. No final do IFOY Test Days, jurados de todos os continentes viajam para a região do Ruhr para testar ou inspecionar os indicados no local.

O júri internacional é composto por jornalistas dos principais veículos de logística do mundo. A Logweb é a única das Américas a fazer parte.

Entre outros tópicos, são avaliados o valor da inovação, tecnologia, ergonomia e manuseio, segurança, comercialização, design e benefícios para o cliente, bem como eficiência econômica e sustentabilidade. Um princípio importante é que os finalistas não são comparados entre si em suas respectivas categorias, mas com seus concorrentes no mercado.

Os troféus serão entregues no dia 30 de junho. Detalhes sobre o local serão divulgados em breve. Até lá, o resultado permanecerá em segredo – tanto para os finalistas quanto para o público.

 

Test Camp Intralogistics para convidados B2B

Não só os jurados têm a oportunidade de testar os finalistas no local, mas também os tomadores de decisão em intralogística da indústria, comércio e serviços. Sob o lema “Spot on Innovation and Business”, o Test Camp Intralogistics com os finalistas IFOY, parceiros e fabricantes de renome internacional está aberto a um número limitado de visitantes profissionais B2B como um evento 2G-Plus.

O formato sustentável e inovador do evento em uma área total de 9.800 metros quadrados foi estendido de dois para três dias para oferecer aos participantes ainda mais tempo para test drives e intensas discussões técnicas com representantes das empresas.

Pela primeira vez, também haverá painéis de discussão sobre os trend topics de gestão da inovação, intralogística 4.0 e VDA 5050, com a participação de renomados executivos dos setores de logística e intralogística. A VDMA também está preparando uma nova edição do teste ao vivo da interface de comunicação VDA 5050 como parte do AGV Mesh-Up.

figura01 figura02

webinar
webinar
Retrak
savoy
postal