Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube
Premiação 3 de fevereiro de 2020

IFOY Award 2020: 17 soluções de 16 fabricantes concorrem ao “Oscar da Intralogística”. Logweb é jurada

Foram anunciados os finalistas da edição 2020 do IFOY Award (International Intralogistics and Forklift Truck of the Year). Na oitava edição do prêmio, o júri irá avaliar 17 soluções de 16 fabricantes para selecionar os grandes destaques em intralogística do ano em sete categorias.

A competição deixou de se concentrar apenas em empilhadeiras, incluindo, também, robôs, drones e softwares. Empresas de renome mundial estão na disputa: Bosch Rexroth, Combilift, Crown, Easy Mile, Geek+, Hyster, Jungheinrich, ProGlove, Raymond, Sany Europe, Still e Toyota Material Handling, bem como as startups cellumation, doks. innovation, ForkOn e Wiferion.

Todos os finalistas passarão pela Auditoria IFOY durante os testes, que acontecem de 6 a 13 de fevereiro próximo, na Hannover Messe, parceiro do IFOY na Alemanha. Nos testes, os especialistas avaliam as empresas de forma padronizada. No IFOY Innovation Check, o grau de inovação das soluções é analisado por especialistas do Instituto Dortmund Fraunhofer de Fluxo e Logística de Materiais (IML), pelo presidente de Logística Técnica da Universidade de Dresden e pelo presidente de Manuseio de Materiais, Fluxo de Materiais e Logística (FML) da Universidade Técnica de Munique.

No final dos dias de testes, jurados de toda a Europa, Austrália, Brasil e Rússia viajarão para a metrópole da Baixa Saxônia para inspecionar os produtos indicados e testá-los. O júri é composto por 27 jornalistas renomados das principais mídias de logística localizadas em 19 países. Pela primeira vez, um membro do júri do maior mercado de intralogística do mundo também votará: o jornalista comercial Ying Xu, de Pequim, China. A Logweb foi a primeira das Américas a fazer parte e é a única jurada da América Latina.

Entre outros itens, os jurados avaliarão inovação, tecnologia, design, ergonomia e manuseio, segurança, comercialização e benefício para o cliente, além de eficiência econômica e sustentabilidade. “Uma regra de ouro da série de testes IFOY é que os finalistas em suas respectivas categorias não são comparados entre si, mas com seus concorrentes no mercado. Somente os indicados que superam seus concorrentes diretos em termos de inovação têm a chance de alcançar a posição mais alta no pódio”, enfatiza Anita Würmser, presidente do júri.

Os vencedores serão premiados na IFOY Award Night, que acontece no dia 20 de abril, durante a Hannover Messe 2020. Mais de 500 convidados internacionais são esperados no Fórum de Logística, no Hall 3, incluindo VIPs dos setores de transporte, logística e intralogística. Até então, o resultado permanecerá em segredo – tanto para os finalistas quanto para o público.

 

Finalistas

Na categoria “Empilhadeira Contrabalançada”, uma das finalistas é a SRSC45H9, reach stacker híbrida da Hyster que opera com bateria de íon de lítio, oferecendo benefícios como baixo centro de gravidade e mais espaço na cabine.

A segunda indicada é o novo carro-chefe da Still da série RX 60-25/35 para cargas de até 3,5 toneladas. Durante o desenvolvimento, a fabricante focou no uso de tecnologias energeticamente eficientes, além de alto desempenho.

Na categoria “Veículo Especial”, concorre a Combi-CBE4 da fabricante irlandesa Combilift. A empilhadeira elétrica para 4 toneladas com tração nas quatro rodas combina multidirecionalidade e design compacto.

A Sany Europe entra na disputa com a reach stacker híbrida SRSC45H9A, que promete diminuir custos na movimentação de contêineres devido à recuperação de energia, transmissão eficiente e redução de peso em relação ao modelo anterior.

A fabricante americana Crown chegou às finais da categoria “Empilhadeira de Alta Elevação para Armazém” com a ESR 1000. Em comparação com o modelo anterior, possui tecnologia Xpress Lower, que dobra a velocidade de descida dos garfos. Além disso, o novo sistema operacional Gena oferece assistência para melhorar o desempenho e operação intuitiva.

A Jungheinrich é a segunda indicada nesta categoria, com a ERC 216zi. Trata-se da primeira empilhadeira de alta elevação da marca com uma bateria de íon de lítio totalmente integrada. De acordo com a fabricante, seu novo design compacto garante alto desempenho e máxima conveniência na operação.

O júri nomeou três produtos na categoria “Empilhadeira de Baixa Elevação para Armazém”. A CombiCS, da Combilift, operada por pedestre, foi desenvolvida para o transporte de paletes em espaços confinados. Graças a um leme especial, que atua em várias posições, e um design compacto, o veículo, com apenas 1,05 metro de comprimento, oferece operação segura e boa visibilidade.

Entra na corrida a americana Raymond Corporation, com a Courier 3030, empilhadeira automatizada para realizar o transporte entre a produção e o armazém. Os desenvolvedores integraram uma tecnologia que varre o ambiente em 360 graus ao redor da máquina e interrompe seu funcionamento se uma pessoa ou objeto bloquear o caminho.

A terceira indicação nesta categoria é o novo portapaletes BT Levio LWI160, da Toyota Material Handling. A máquina, operada por pedestre, marca o início de uma nova era em design e construção. Desenvolvida em torno do sistema modular de baterias Toyota com tecnologia de íon de lítio, a LWI160 é leve, economiza espaço e energia. O sistema e o dispositivo da bateria se fundem em uma unidade, eliminando a necessidade de sala de baterias convencional.

Na categoria “AGV/Robô”, a fabricante francesa EasyMile foi selecionada com o TractEasy, um rebocador automatizado para uso em ambientes internos e externos, projetado para cargas de até 25 toneladas. Sua caraterística especial é lidar com várias condições ambientais e de tráfego em áreas externas.

A chinesa Geek+ está na competição com o C200 Robot Shuttle System, que identifica e seleciona contentores de tamanho padrão e os transporta para picking e packing. O sistema oferece aos clientes valor agregado por meio de autoaprendizagem, planejamento inteligente de rotas, navegação precisa e carregamento automático.

Em “Software de Intralogística”, concorrem duas empresas. O Laser Localization Software, da Bosch Rexroth, permite mapear automaticamente o ambiente e determinar a posição e a orientação do veículo. Segundo a fabricante, o software possibilita o comissionamento mais rápido e fácil: mapeamento com apenas um clique, localização imediata e atualização automática do mapa.

Já a ProGlove, de Munique, que já participou da competição no ano passado, entra na disputa com o ProGlove Cloud. A solução nas nuvens ajuda as empresas a mapearem seus processos de forma digital para gerenciar melhor os dispositivos, identificar desafios de logística, garantir processos contínuos de armazenagem e permitir fluxos de trabalho inteligentes. Com a rápida integração do software plug-and-play, pode entrar em operação rapidamente e não depende de dados de ERP ou WMS.

Para concorrer a “Start-up do Ano”, o júri nomeou quatro empresas. A cellumation está competindo com o celluveyor, sistema modular de fluxo de materiais que consiste em células hexagonais que podem ser combinadas para criar qualquer layout desejado. Na superfície, as embalagens podem ser movidas e posicionadas de forma flexível, graças às rodas omnidirecionais. Assim, mesmo tarefas complexas de fluxo de materiais podem ser realizadas.

Por sua vez, a doks. innovation concorre com o inventAIRy X, sistema que combina drone, sensores 1D e 2D, câmera de 12 megapixels e software para aquisição e processamento de dados usando algoritmos de machine learning que, juntamente com um AGV, detecta de forma autônoma os níveis de estoque nos armazéns. Os usuários economizam tempo e recursos com essas atividades, que são normalmente realizadas de forma manual.

Na mesma categoria concorre o software de gerenciamento de frota ForkOn, da empresa de mesmo nome. A plataforma de software-as-a-service, baseada na nuvem e fácil de usar, reduz os custos anuais em 20%, concentrando-se no custo total de propriedade, de acordo com a fabricante. Outros recursos, como rastreamento interno e gerenciamento de carga, também são integrados.

A Wiferion é a última indicada nesta categoria. Entre outras atividades, a empresa desenvolve e comercializa sistemas de energia sem fio para empilhadeiras elétricas. Os sistemas de energia modulares e escaláveis são baseados no sistema de carregamento indutivo patenteado etaLINK 3000. A solução não requer contatos deslizantes e plugáveis e permite o carregamento eficiente e rápido das baterias.

 

Mais

O IFOY Award é patrocinado pela VDMA – Associação do Setor de Manuseio de Materiais e Intralogística. Seus parceiros são a Hannover Messe, a Chep, líder global no mercado de pool de paletes, e a Fronius, especialista em tecnologia para carregamento de baterias. A sede da organização IFOY fica em Ismaning, perto de Munique, na Alemanha.

imagens_ganhadores

Newsletter
Cadastre-se aqui


Top do Transporte
Top do Transporte
Fronius Patrocinador
Top do Transporte
Top do Transporte
Toyota
Retrak
Savoy
JLL
JLL