Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube
Artigo 27 de fevereiro de 2020

Inteligência Artificial nos Centros de Distribuição

Na Quarta Revolução Industrial ou Indústria 4.0, a Inteligência Artificial avança sobre os Centros de Distribuição de maneira que otimiza toda a cadeia produtiva. A inteligência nos CDs torna as operações mais ágeis e eficientes, uma vez que se pauta em dados para concretizar análises. Cada vez fica mais claro que a conectividade de hoje vai além do smartphone e das informações que temos na palma da mão, e que embora seja possível viver sem eles no dia a dia, a realização de algumas tarefas não seria tão eficiente sem o uso desses equipamentos.
Com a Indústria 4.0, surge a reestruturação dos processos e atividades logísticas, que acompanham as mudanças requeridas pela transformação digital nos moldes de diferentes mercados. Essa mudança em forma de trabalho em segmentos diversificados trouxe consigo a chamada Logística 4.0, que proporciona uma cadeia com mais planejamento de serviço e funcionalidade, melhor nivelamento de estoques, diagnósticos preventivos de manutenção de frota e custos menores ao longo dos processos.
Nos Centros de Distribuição, os processos estão ficando cada vez mais otimizados por meio de softwares bem desenvolvidos. O armazém do futuro tem conexão com a internet das coisas e uso de informações para originar análises sobre os procedimentos das empresas, aperfeiçoando o Supply Chain. Com soluções de automação, o acesso em tempo real a informações da operação permite análises e tomadas de decisões muito mais rápidas e precisas, um diferencial muito grande para o sucesso dos negócios de empresas de diferentes portes e segmentos.
Entre os propósitos almejados pelas corporações estão: zero estoque, informações disponíveis em tempo real e de fácil acesso, visão integrada da cadeia de suprimentos e tempo de espera reduzido. Assim, o cenário objetivado inclui dados que se cruzam com maior exatidão e assertividade, em que o CD logístico das companhias age em sintonia tecnológica, e a troca e a obtenção de informações são realizadas de forma prática, clara e acessível. Com isso, a gestão logística tem cada vez menos interferência humana, devido ao sincronismo da conexão conduzida entre caminhões, empilhadeiras e paletes. As atividades são direcionadas e realizadas por meio de sensores conectados aos equipamentos e softwares para gerenciamento das informações.
A evolução tecnológica oferece as condições para empresas que precisam se organizar, medir e controlar seus processos. Num pensamento sistêmico de uma organização, é de suma importância que sejam levados em consideração: os investimentos em TI, sistemas de vendas, equipamentos tecnológicos, entre outros. Neste cenário, o desafio das empresas é se atualizar e se aproximar dos clientes com estruturas práticas e funcionais. Para isso, é necessário planejamento e estruturação que leve à implantação da Logística 4.0. Portanto as empresas que querem se aperfeiçoar nesta evolução precisam buscar parceiros eficientes que ofereçam soluções conectadas e alinhadas ao propósito da companhia.

Newsletter
Cadastre-se aqui

Top do Transporte
Top do Transporte
Fronius Patrocinador
Nimbi Patrocinador
Volkswagen Patrocinador
Mercedes Patrocinador
Top do Transporte
Top do Transporte
JLL
Savoy
Sds
Retrak
4K