Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Veículos 8 de outubro de 2021

Iveco comemora uma de suas melhores fases no país e anuncia novo coletor de resíduos

A Iveco atravessa uma das melhores fases no Brasil desde a chegada ao país, em 1997. No ano passado, a montadora, com uma nova estrutura na América do Sul, registrou crescimento de 30% nas vendas em um mercado que teve queda de 11%.
O próximo passo é ampliar a participação da marca no segmento de transportes por meio do desenvolvimento de produtos e serviços e na ampliação da Rede de Concessionárias, com foco total no cliente.
Recentemente, a montadora inaugurou concessionárias em João Pessoa (PB) – Grupo Audax, Araguaína (TO) – Grupo Covezi, Vitória da Conquista (BA) – Grupo Gallotti e em Senador Canedo (GO) – Grupo Covezi, e o ponto assistencial em Santa Maria (RS) – Grupo Mattana, totalizando 80 pontos de atendimento de norte a sul do Brasil.
E, ainda, lançou o programa Brasil Natural Power, que vai desenvolver e adaptar sua experiência global em combustíveis alternativos para os segmentos e condições brasileiras. “Temos expertise nesse tipo de tecnologia e chegou a vez de trilharmos esse caminho, irreversível, rumo à sustentabilidade aliada à rentabilidade da operação do cliente”, ressalta o presidente da Iveco na América do Sul, Márcio Querichelli.
Outro tema importante em 2021 é o processo de spin-off, que colocará a Iveco em um novo rumo a partir do ano que vem. A nova empresa será composta pelas marcas Iveco, Iveco Bus, Iveco Defence Vehicles, Magirus e FPT. “Esse é um passo muito importante para nossa operação na América do Sul, que fortalecerá ainda mais o negócio e, tenho certeza que, junto com nosso time, continuaremos expandindo a participação da marca na região”, conclui Querichelli.

Lançamentos
A marca incrementou seu catálogo de soluções com o lançamento do Tector Auto-Shift Coletor, único da categoria com transmissão automatizada. Esse novo câmbio foi desenvolvido e testado em conjunto com clientes na operação real de coleta de resíduos, recebendo uma série de reforços e modificações pensando na robustez necessária para esta severa missão.
“Esse caminhão foi projetado pelo cliente e para o cliente. Foi ouvindo quem trabalha nesse segmento que desenvolvemos, a partir de um produto que já é vencedor, essa nova versão vocacional. Posso dizer que temos a solução mais rentável do segmento”, diz Bernardo Pereira, diretor de Marketing da Iveco para a América do Sul.
Dentre as modificações, destaque para os reforços em latão no garfo dos varões internos, garfo de acionamento da embreagem mais robusto, platô de embreagem específico para a missão coleta, caixa planetária reforçada com arruelas de bronze para maior durabilidade e novos materiais de engrenagem, aumentando a força do conjunto.
O sistema é composto por 10 velocidades, que proporciona cerca de 20% de redução de consumo de combustível na operação se comparado à transmissão automática, e tem 12 funções, sendo quatro exclusivas da marca.
Uma das funções mais utilizadas nesse tipo de operação é o Hill-Holder, item de série no produto, que garante a partida do veículo com segurança em ladeiras. Por meio de sistemas eletrônicos, quando o motorista tira o pé do pedal de freio o veículo automaticamente mantém o sistema de freio ativo, e assim que o pedal do acelerador é acionado, o veículo encontra a rotação e o torque ideal do motor e libera o sistema de freio para uma partida em segurança para o motorista e sua equipe.
O Iveco Tector Auto-Shift Coletor é equipado com o motor NEF n67, da FPT Industrial, com 300 cv e 1.050 Nm de torque. Disponível em duas configurações de entre-eixos, para aplicações 4×2 e 6×2.
“Aplicamos os melhores conceitos de engenharia do mercado em componentes, como o eixo-trativo. Reforçamos diversos componentes e adotamos o sistema de controle de tração ASR para ampliar a segurança do usuário. Outro ponto importante é que a transmissão vem com duas marchas a ré. Ao analisar o uso do caminhão na operação, ficou claro que a utilização da ré é intensa e, por isso, aplicamos essa evolução. Quando a ré é utilizada, o modelo tem disponível o ‘modo manobra’, que é uma funcionalidade que permite ao motorista focar na direção, sem precisar se preocupar com os pedais”, explica Alexandre Jordão, gerente de Marketing de Produto da Iveco.
Destaque ainda para o eixo traseiro reforçado, para o sistema de freio, que teve incremento de potência, e para as molas reforçadas, que garantem maior durabilidade da suspensão. Para complementar, o novo para-choque curto permite um ângulo de ataque maior e melhora o acesso às áreas acidentadas. O Tector Auto-Shift Coletor está preparado para atender ao mercado de coleta de resíduos com capacidade para implementos de 15 a 19 metros cúbicos, sendo este último na versão 6×2 pusher.
Outra novidade é que, atendendo às normativas Proconve 8, a montadora lançará em janeiro de 2022 o Novo Iveco Daily EURO VI 3,5 toneladas, projeto que mantém todos os ganhos da linha Daily atual, recém-lançada, mas que trará melhorias para entregar mais performance e produtividade ao transportador.
Sobre veículos elétricos, a marca reconhece que eles são o futuro, mas que, em função de infraestrutura e dos custos no Brasil, devem demorar um período mais longo para se firmarem no país. O foco agora é entrar com agressividade no mercado de veículos a gás (GNV e GNL).

webinar
webinar
alperseguros
fronius
Retrak
savoy
postal