Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Economia 17 de maio de 2022

Na logística, Tmov e Maplink desenvolvem soluções para contornar cenário econômico desafiador

O aumento contínuo e generalizado dos preços de bens e serviços tem exigido, mais uma vez, que o mercado se reinvente. Nos setores logístico e de transporte, o combustível tem sido o fator mais preocupante: o ciclo de alta dos preços, iniciado em janeiro de 2021 pela Petrobras, segue atingindo novos recordes a cada mês: nesta segunda-feira (9), a empresa anunciou um aumento de 8,87% no preço do diesel para as distribuidoras, com o preço médio do litro passando de R$ 4,51 para R$ 4,91.

Ao mesmo tempo, o cenário desafiador tem estimulado empresas na busca pela inovação através do desenvolvimento de soluções em tecnologia para tentar baratear alguns custos das operações logísticas. Uma delas partiu da Tmov, o maior marketplace de cargas do agronegócio do Brasil, que criou um novo produto mirando em uma dor latente dos caminhoneiros, que sentem na pele os impactos da atual conjuntura. A Pedágio Fácil é uma tag de pagamentos automáticos que pode ser acoplada no para-brisa do caminhão e libera automaticamente a passagem de caminhoneiros e frotistas nos pedágios de todo o Brasil, otimizando tempo e dinheiro gastos nas viagens.
 

Jaques Rafael Motta, Head de Pagamentos da Tmov, explica que a empresa foi a campo e ouviu cerca de 500 caminhoneiros, dos quais mais da metade não usava nenhum modelo de tag até aquele momento. “É um público que realiza o pagamento em dinheiro ou com cartões de vale pedágio, o que atrasa a cadeia de entregas”, afirma. Em uma simulação da rota entre Cardoso-SP e Santos-SP, que possui 12 praças de pedágio, concluiu-se que, com a tag, a economia pode ser de até 1 hora e 12 minutos de viagem e, por extensão, ao evitar paradas, os motoristas conseguem reduzir o gasto com o diesel em cerca de R$ 168,00.

Além disso, estudos indicam que, a cada praça de pedágio que deixa de parar para realizar o pagamento na forma tradicional, motoristas economizam cerca de 3 litros de diesel. Mas além disto, a Tag Tmov Pedágio Fácil possui outros benefícios, como a ausência de mensalidade, o estorno do valor não utilizado e, nos próximos dias está sendo liberada a possibilidade de contratação de rotas avulsas.

Para construir essa solução, a Tmov uniu-se com outra expoente do ramo, a Maplink, empresa global que oferece soluções em tecnologia de geolocalização. Além de ser a maior parceira de revenda dos recursos da plataforma Google Maps na América Latina, a empresa oferece APIs próprias que auxiliam no planejamento e na otimização de rotas, além de identificar previamente pontos de interesse. No caso do Tmov Pedágio Fácil, as chamadas API Trip e API Toll foram incorporadas para possibilitar o funcionamento da tag, permitindo, respectivamente, a roteirização dos melhores trajetos a serem percorridos pelos caminhoneiros e a identificação e o cálculo dos preços dos pedágios existentes nesses percursos.

Para Frederico Hohagen, CEO e cofundador da Maplink, o maior benefício de ferramentas baseadas em API (Interfaces de Programação de Aplicações, na tradução da sigla em inglês) reside na possibilidade de personalização dos serviços e a maleabilidade para a construção de novas soluções. “Por meio das APIs, as empresas podem montar suas soluções de acordo com as necessidades e reviravoltas da economia e do mercado. Assim como a Pedágio Fácil, que foi desenvolvida com uma API aberta, nossas features, como a Trip e a Toll, permitem uma conexão rápida e facilitada com outras plataformas e soluções, agregando ainda mais funcionalidades que otimizam os processos logísticos”, afirma.

tag TmovPedágio Fácil, que utiliza a tecnologia parceira da Greenpass, vem na esteira de outras iniciativas das quais a Tmov lançou mão para digitalizar a cadeia logística do transporte rodoviário de cargas, como o Tmov Pay, meio de pagamento próprio da empresa, e o Tmov Frotista, aplicativo desenvolvido especialmente para gestores de frota que desejam otimizar suas operações.

Com soluções complementares, as empresas uniram forças em uma iniciativa que visa, simultaneamente, otimizar as operações, reduzir gastos desnecessários e contribuir para melhorar a qualidade do trabalho de um público altamente impactado pela inflação. Neste sentido, convergem para ressaltar a importância do investimento em logística, que tem na tecnologia um ponto de parada indispensável para manter as operações sem prejuízos e com uma margem de lucro diante das adversidades atuais – e, até mesmo, para um cenário de retomada econômica.

“Falamos de logística em um momento no qual o seu principal insumo, que é o combustível, está mais caro. Mas mesmo quando pensamos em um cenário mais positivo, existem situações de alta demanda, como em datas comemorativas, por exemplo, em que se faz necessário pensarmos em como utilizar esse insumo de uma forma mais eficiente. Quando trazemos a tecnologia para o segmento de logística, a redução de custos é um dos principais impactos. Pavimentar esses caminhos, por meio da tecnologia, é o que almejamos com as nossas soluções, de forma a blindar e preparar o setor para esses desafios”, finaliza Hohagen.

webinar
webinar
Retrak
savoy
postal