Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Empresas 19 de novembro de 2021

Pacer dobra base de clientes, projeta crescer 40% em 2021 e se prepara para salto com 5G

unnamed (23)

Depois dos impactos negativos provocados pela Covid-19 em toda a economia, alguns setores já apresentam resultados superiores ao período anterior à pandemia. É o caso das operadoras de transporte e armazenagem de cargas. E a Pacer Logística é um exemplo desta forte recuperação.

No primeiro semestre deste ano, a empresa dobrou o número de clientes ativos, de 250 ao final de 2020 para mais de 520 agora. Com isso, superou em 12% sua meta de faturamento para o período.

A expectativa é fechar o ano com mais de 600 clientes em sua base e com um crescimento de receita de 40% sobre o ano passado.

Além disso, as mudanças de hábitos impostas pelo distanciamento social também acabaram contribuindo com o segmento de logística. “O aumento das compras online impulsionou o transporte de cargas”, frisa Alexandre Caldas, CEO da Pacer.

Para completar seu ciclo de recuperação, a Pacer também teve forte crescimento no setor de telecomunicações, onde a empresa é uma referência. A prestadora de serviços de transportes e armazenagem atende há anos os principais fabricantes internacionais e operadoras de telecom que atuam no país.

“O uso da internet residencial disparou com as empresas adotando o home office. Isso demandou mais investimentos em redes de telecom, o que também contribuiu para nosso crescimento”, relata Caldas.

Um exemplo deste momento é um novo contrato de armazenagem de equipamentos de uma grande operadora de telecomunicações (cujo nome ainda não pode ser revelado). Para esta operação, a Pacer teve de abrir 26 bases em todo o Brasil – uma em cada capital de estado (exceto São Paulo) e no Distrito Federal.

Com isso, a operadora logística também teve de dobrar seu número de funcionários em todo o país.

Operações pontuais

Para o CEO da Pacer, os resultados positivos da empresa se devem, principalmente, à diversificação nos segmentos atendidos. Apesar da grande especialidade em telecomunicações, a operadora mantém uma base ampla de clientes ativos de operações pontuais. São empresas que não mantêm contratos fixos, mas acionam a Pacer regularmente, para necessidades específicas de transporte e armazenagem.

“Tivemos um crescimento do volume transportado e armazenado acima de 20% do esperado para o primeiro semestre”, conta Alexandre Caldas. “Com isso, não só recuperamos, mas superamos o volume que tínhamos antes da pandemia”, ressalta.

Os 250 clientes ativos conquistados pela Pacer neste ano atuam em diversos segmentos da indústria e do comércio, como farmacêutico, cosméticos, equipamentos pesados, alimentos, entre outros.

Perspectivas com 5G

Agora, a Pacer se prepara para uma nova fase de crescimento, que deve ocorrer com a implantação da tecnologia 5G, a partir do leilão realizado no início deste mês.

“Os novos investimentos em infraestrutura de telecomunicações vão demandar um grande volume de transporte de cargas e armazenagem para as empresas do segmento. Estamos nos preparando para atender essa necessidade, ampliando nossa equipe operacional nos próximos meses. Estaremos prontos para o grande impulso deste setor em 2022”, anuncia Caldas.

webinar
webinar
Retrak
savoy
postal
Expo
Agronegocio
Farma
Carbono