Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube
Investimento 18 de junho de 2015

Pacer Logística anuncia investimento em transporte de carga fracionada

A Pacer anuncia investimentos no segmento de transporte de carga fracionada. Com a abertura desses serviços, a operadora logística busca capilarizar sua carteira de clientes, ampliando a oferta dessa solução para empresas de diversos tamanhos e setores – do pequeno comerciante em início de operações até companhias de grande porte. A empresa atendeu mais de cem empresas nessa modalidade de transporte nos últimos seis meses. A expectativa é aumentar em 80% esse número ao longo de 2015.

“A despeito do cenário econômico atual, a Pacer tem mantido sua trajetória de crescimento. Nosso objetivo é potencializar o mix de clientes, aproveitando a experiência e a estrutura que a empresa desenvolveu ao longo dos últimos anos, prestando o transporte de carga fracionada a uma clientela específica, companhias de telecomunicações como a ZTE e a Nokia”, comenta Alexandre Caldas, presidente da Pacer Logística.

Além do varejo eletrônico, outros fatores colaboram para um maior mercado de cargas fracionadas: a logística reversa e o transporte de resíduos sólidos, a “atomização” das encomendas (compras menores e mais frequentes) e o desenvolvimento de mercados no interior do País.

Desde 2010, a empresa vem se estruturando para atender às demandas de transporte de clientes de operações logísticas que necessitavam de um diferencial em transportes. E, a partir de 2013, a companhia começou a se preparar para abrir esse serviço para o mercado.

Para o presidente da Pacer, a própria trajetória da empresa a habilita a ter uma visão que pode fazer a diferença nessa atividade. “Acredito que, por termos feito o caminho contrário de muitas transportadoras, tenhamos condições de enxergar de forma mais clara as situações. A Pacer iniciou como empresa de consultoria logística, tornando-se em seguida um operador, para somente mais recentemente, por uma demanda de seus clientes, entrar com mais força no transporte de cargas fracionadas, cuja redução do tempo de ciclo de pedido e a pontualidade na entrega são condições indispensáveis para competir nesse mercado”, explica Caldas.

A estratégia de investir no transporte de carga fracionada é uma forma de aumentar a rentabilidade por viagem. “Com um maior número de clientes utilizando as mesmas rotas, nas quais já demonstramos eficiência, conseguimos aprimorar o processo de consolidação da carga”, diz Alexandre Caldas. “Hoje, transporte fracionado representa cerca de 30% do faturamento mensal da empresa. Nossa expectativa é dobrar o faturamento em um ano de atividade.”

“Inicialmente, nosso foco para prospecção de negócios será em São Paulo, tendo em vista que é o Estado com maior demanda de transporte para todas as regiões do Brasil. Em uma próxima etapa, sem dúvida empenharemos esforços consideráveis para toda a Região Sudeste”, afirma Caldas.

Para atender a essa demanda crescente, a empresa quadruplicou o número de funcionários exclusivamente para essa atividade, ampliou a frota, aprimorou os sistemas de WMS (Warehouse Management System), ERP (Enterprise Resource Planning) e TMS (Transportation Management System) e realizou novos treinamentos com a equipe para monitoramento de sistemas de telemetria e rastreamento, a fim de melhorar ainda mais o controle das operações. A expectativa é investir ao longo de 2015 R$ 2 milhões nesse segmento.

(Foto: Divulgação/Pacer)

Newsletter
Cadastre-se aqui

Top do Transporte
Top do Transporte
Fronius Patrocinador
Top do Transporte
Top do Transporte
Toyota
Retrak
Savoy
JLL
JLL