Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Investimento 1 de abril de 2021

Para acompanhar seu crescimento no Brasil, Decathlon inaugura centro de distribuição em Barueri, SP

Desde a abertura de sua primeira loja em Campinas, SP, em 2001, a Decathlon se consolidou entre as maiores varejistas de artigos esportivos no País e chega aos 20 anos em plena expansão: criação de novas marcas, parcerias relevantes, abertura de novas lojas – até o final de 2021 serão 45 – e consolidação do e-commerce. E, para manter o crescimento sustentável, acaba de inaugurar o Centro de Distribuição Decathlon, com foco nos próximos anos.

“A Decathlon Brasil tem como missão e, neste momento, mais do que nunca, tornar o esporte acessível ao maior número de brasileiros e brasileiras de maneira sustentável. Neste sentido, desde a primeira loja inaugurada em 2001, mantém seu plano de expansão, investindo no desenvolvimento e na abertura de novas lojas e no e-commerce. Este novo Centro de Distribuição vem para sustentar este projeto em longo prazo, com mais modernidade, eficiência, tecnologia e maior capacidade de operação”, afirma Cédric Burel, CEO da Decathlon Brasil. Thiago do Nascimento, diretor de Logística, reforça o fato de este novo CD vir atender ao crescimento da empresa no Brasil. “Antes, a operação era em um CD de 15.000 m² localizado em Embu das Artes, na Grande SP, e precisamos fazer uma locação de um novo CD próximo de 10.000 m² para conseguirmos operar até que o CD de Barueri ficasse pronto. O crescimento da empresa precisava definir este olhar estratégico para a logística, a Decathlon não conseguiria progredir sem esse investimento. Agora estamos prontos tanto para a abertura de novas lojas quanto para o inevitável aumento das demandas via e-commerce, operando a partir deste novo CD.”

Thiago também faz questão de ressaltar que esse CD é, para todos da Decathlon Brasil, motivo de orgulho, apesar do clichê, “mas é nossa segunda casa. Agora temos muito mais condições de tornar o esporte acessível para o maior número de pessoas de maneira sustentável, nossa missão. Esperamos ser mais competitivos, agregar na carreira profissional dos colaboradores que escolheram a logística e, acima de tudo, esperamos continuar sendo felizes com aquilo que amamos fazer e, claro, praticando muito esporte em sinergia com o trabalho”.

O diretor de Logística também lembra que a operação neste novo CD é própria, pois acreditam na formação das pessoas na logística juntamente com o amor pelo esporte, porém utilizam, em momentos de pico, alguns parceiros de terceirização de logística para atividades específicas de abastecimento.

A estratégia de ter uma equipe própria se dá pelo fato de pensarem na trajetória do colaborador em longo prazo. “Não contratamos apenas pelas capacidades técnicas, mas, também, pelo potencial e, claro, pela paixão pelo esporte. Investimos muito na formação dos nossos esportistas e através de esquema de gerenciamento da Decathlon conseguimos formar novos e melhores líderes, contribuindo tanto para o crescimento profissional dos colaboradores, quanto para a continuidade e crescimento da logística”, resume Thiago.

 

Localização estratégica

O espaço inaugurado no dia 12 de março último tem localização estratégica e de fácil acesso a rodovias em Barueri, SP, e também trará melhor eficiência logística, evolução tecnológica e espaço para mais colaboradores.

Primeiramente, o diretor de Logística ressalta que o CD foi pensado não só para ser um galpão – “trouxemos um pouquinho da cara da loja e do nosso escritório para dentro dos nossos espaços. Um espaço administrativo moderno, além de espaço de descanso, sala de aprendizado, espaço de jogos, academia funcional e quadra poliesportiva. Está sendo criada, ainda, uma sala de amamentação para as futuras mamães”. Trabalharão na unidade 250 pessoas.

Em termos operacionais, se trata de um CD moderno, com infraestrutura de primeira qualidade, com 56.000 m² de operação atual, distribuídos em três módulos – no primeiro há um mezanino para operação de produtos fracionados. Este mezanino, desenvolvido pela Mecalux, é capaz de armazenar cerca de 200.000 caixas do padrão Decathlon – o dobro da capacidade do antigo CD. “Temos pronto um quarto módulo de 10.000 m² para ampliação imediata e terreno para construção de mais 10.000 m² para futura ampliação.”

O novo CD apresenta, ainda, pé-direito de 12 metros, permitindo melhor aproveitamento do espaço, iluminação toda em led, que se ajusta conforme a claridade do ambiente, e docas com portas automatizadas.

Também foi instalada, pela Dematic, uma esteira automatizada capaz de transportar cerca de três mil caixas por hora, atendendo o transporte para armazenagem, para ressuprimento e de picking, além de 16 braços de sorter para distribuição de caixas por loja.

Para o e-commerce o novo CD possui 40 estações de faturamento simultâneo, com sorter automatizado que separa os pedidos de acordo com a transportadora. “O diferencial desta operação é que podemos realizar picking de loja e picking de e-commerce utilizando a mesma tecnologia e o mesmo estoque, já que a inteligência da esteira direciona o tipo de pedido de acordo com a modalidade do negócio”, esclarece o diretor de Logística.

 

Explicando melhor

Ele explica, mais detalhamende, a questão da mecanização na movimentação de caixas da coleta até expedição com esteira em diferentes setores, além das docas com sistema inteligente para manobra e encoste dos caminhões, que trarão maior agilidade na coleta e melhor consolidação das cargas para envio mais rápido para as lojas e Centros de Distribuição.

Hoje, o estoque de picking do CD é dividido entre produtos fracionados e volumosos. A esteira irá atender o processo de fracionados, que representa 85% do volume.

“A área de fracionados, no mezanino, está dividida em três pavimentos – térreo, primeiro e segundo –, com a esteira cruzando todos os andares. A divisão dos setores é por tipos de esportes, assim como é na loja, de forma que conseguimos fazer toda a gestão e o envio, facilitando a chegada dos produtos na loja até o linear.”

A recepção e conferência dos produtos no CD são convencionais. “Fazemos a entrada e conferência no sistema WMS, onde os produtos já ficam disponíveis para endereçamento no seu devido setor.”

Após o recebimento, os operadores colocam as caixas na esteira, que as leva de forma automática até o setor de endereçamento. No momento de ressuprimento para picking, os operadores também colocam as caixas na esteira, que as leva até o devido setor de picking para endereçamento.

A área de picking fica concentrada em menor espaço, para evitar grande movimentação dos operadores, e o picking é feito por universo de esporte, onde os produtos são alocados em caixas plásticas retornáveis. Os operadores colocam as caixas na esteira, que as transporta até o sorter que, por sua vez, as separa automaticamente por loja.

No processo de separação, há um time de controle de qualidade que faz a conferência por amostragem em cada setor, garantindo a acuracidade da operação.

Para o e-commerce, o picking é feito nos mesmos locais de cada esporte e os pedidos multiuniverso são consolidados na área de faturamento. A esteira transporta as caixas até a área de consolidação e faturamento dos pedidos. Depois de faturados e embalados, os pedidos são colocados no sorter, que os separa por transportadora.

Com relação às docas automatizadas que auxiliam na manobra dos veículos, o diretor de logística lembra que as portas só abrem quando o veículo está completamente estacionado, trazendo maior segurança para os colaboradores e para a operação.

 

Sustentabilidade

A construção do novo CD da Decathlon recebeu a certificação LEED – Leadership in Energy and Environmental Design – criada como um selo internacional de construções sustentáveis. O certificado é concedido pela organização não governamental United States Green Building Council (USGBC), com o intuito de promover e estimular práticas de sustentabilidade, satisfazendo critérios para uma construção verde nas categorias: Localização e Transporte, Lotes Sustentáveis, Eficiência da Água, Energia e Atmosfera, Materiais e Recursos, Qualidade Interna dos Ambientes e Inovação e Prioridades Regionais. O novo CD é também um norte para o futuro: “Estamos acelerando para Logística 4.0, vamos continuar investindo em sistemas e constante automação dos processos ainda não contemplados nessa fase inicial, porém neste início nosso foco será aproveitar ao máximo as novidades tecnológicas da casa nova.”

Thiago explica que o investimento inicial na esteira contempla uma parte do processo de automação, reduzindo em até 80% a movimentação dos colaboradores. Porém, ainda existe boa parte das atividades que não foram contempladas nessa fase inicial: Gestão de inventário via RFID, consolidação automatizada das caixas, sistemas de gestão de produtividade em todas as atividades da logística – hoje monitoram apenas as principais e a informação ainda não é real time – e inteligência de armazenagem. E, com o crescimento do e-commerce, vão acelerar ainda mais a automação desses processos. “Vamos investir também na inteligência de abastecimento das lojas, melhorando a ocupação dos veículos e reduzindo o lead de entrega.”

Além disso, está nos planos da empresa a abertura de novos Centros de Distribuição pelo Brasil, de modo a reduzir ainda mais o prazo de abastecimento para regiões fora de São Paulo.

Neste contexto, os olhos da Decathlon estão voltados para as regiões Norte e Nordeste, onde ainda não têm lojas. “O nosso planejamento é posicionarmos nossos novos CDs em locais estratégicos, considerando não só o abastecimento de lojas, mas também recebimento de importação e nacional, entregas do e-commerce e, claro, levando sempre em conta a infraestrutura e qualidade da mão de obra local.”

 

 

postal
JLL
JLL
JLL
JLL
postal
Sds
Retrak
savoy
JLL