Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Tecnologia 28 de abril de 2022

Uso de tecnologia avançada e práticas sustentáveis são as principais tendências da Logística 4.0 em 2022

A logística sempre teve um papel importante para um gerenciamento eficiente de todas as etapas da cadeia de suprimentos nas empresas. Isso se tornou ainda mais evidente nos últimos anos com a pandemia de Covid-19, que impulsionou o crescimento das vendas on-line. Durante esse período, a logística fez diferença com a distribuição de alimentação pronta, medicamentos, bens de consumo duráveis e não duráveis e tudo o que a população reclusa necessitou. Tanto que, parte dos brasileiros que comprava apenas presencialmente, passaram a ter os canais digitais como meio de consumo.

De acordo com uma projeção realizada pela Neotrust para 2022, a receita do e-commerce deve crescer cerca de 9%, atingindo um faturamento recorde de R$ 174 bilhões neste ano. Em 2021, as vendas on-line no Brasil totalizaram mais de R$ 161 bilhões de faturamento, um aumento de 26,9% comparado ao ano anterior. O levantamento também apontou o crescimento de 16,9% no número de pedidos, com 353 milhões de entregas. A empresa de inteligência de mercado é responsável pelo monitoramento de mais de 85% do e-commerce brasileiro.

Diante desse cenário, é possível notar que o setor de logística segue em expansão e isso mostra a necessidade de as empresas investirem na qualificação profissional de seus funcionários e de fazerem uso dos benefícios da Logística 4.0 para otimizarem as transações comerciais e viabilizarem melhores resultados.

“Além do papel da tecnologia, outro fator importante para a logística em 2022 está ligado à sustentabilidade. O tema já vem sendo discutido há alguns anos e ganhou força em 2021. Nesta área, as práticas sustentáveis estão ligadas principalmente a respeitar e reduzir o impacto ao meio ambiente, diminuindo a produção de gases poluentes, conter desperdícios e criar processos que promovam o melhor aproveitamento dos recursos disponíveis”, destaca Ricardo Luiz Ciuccio, coordenador do Bacharelado em Engenharia de Produção, do Centro Universitário Senac.

Etapas da logística

É importante ter em mente que esse percurso começa quando o cliente faz o pedido via internet e pode ter, durante o processo, todas as informações detalhadas, desde o despacho até a previsão de entrega do produto. Além disso, a Logística 4.0 trabalha não somente com informações de produtos, mas utiliza um conjunto de informações na nuvem, que permite refletir sobre as melhores estratégias, analisando situações on-line de tráfego e ainda otimizando o tempo de entrega das diversas encomendas que podem estar em transporte.

Tecnologia como aliada

É essencial que os diversos componentes e máquinas sejam dispositivos microprocessados, para que possam comunicar-se uns aos outros por meio da infraestrutura tecnológica. A automatização dos processos logísticos está relacionada a uma série de benefícios, como a redução de falhas, o aumento da produtividade, a melhor rentabilidade, a organização de processos, além de trazer mais segurança e facilitar o acesso às informações.

É muito importante e necessário investir em suportes tecnológicos que viabilizem a integração de setores da empresa, dinamizando as operações e diminuindo operações manuais.

Tudo indica que o este novo modelo de consumo é um caminho sem volta, por isso 2022 não será diferente. As oportunidades estarão a favor das empresas que conseguirem ficar à frente das tendências tecnológicas emergentes. A otimização de processos, a eficiência e a construção de relacionamentos serão essenciais neste ano.

Fidelização como diferencial

Os processos logísticos devem ir muito além do que apenas transportar um produto. Para agregar valor, fidelizar e gerar a confiança dos clientes é fundamental criar soluções completas, capazes de inovar e reunir tudo em um só lugar. Entretanto, as plataformas de inovação e sustentabilidade de produtos podem ser fundamentais para que uma empresa seja mais competitiva. Para isso, toda empresa deve investir em inovação e sustentabilidade.

Quem se interessou pelo tema ou busca se especializar na área, o Centro Universitário Senac conta com as graduações Tecnologia em Logística e o Bacharelado em Engenharia de Produção. Nesta última, por exemplo, os estudantes colocam literalmente a mão na massa para realizarem estudos, pesquisas e principalmente resolverem problemas reais das empresas parceiras.

Para fortalecer os laços entre a instituição e a indústria, o Projeto Challenge, criado pela VDI (Associação de Engenheiros Brasil — Alemanha) é um programa focado na capacitação do engenheiro por meio de desafios técnicos que serão resolvidos através de ideias e soluções ágeis, inovadoras, criativas e que contem com experimentações físicas ou digitais. Os alunos têm orientação e conexão com a carreira, com foco em oportunidades e possibilidades de trajetórias profissionais em gestão e negócios, conectando educação e trabalho e auxiliando escolhas educacionais e ocupacionais.

Outro destaque é a pós-graduação em Logística Empresarial, para o profissional que busca se especializar na gestão da logística empresarial, com a utilização de métodos e novas tecnologias para realizar o gerenciamento estratégico de todo processo, desde a produção industrial até a entrega do produto ao mercado.

webinar
webinar
Retrak
savoy
postal
Expo
Agronegocio
Farma
Carbono