Facebook Twitter Linkedin Instagram
Parceria 7 de junho de 2019

Brint Intralogistics firma parceria com a indiana GreyOrange

A Brint Intralogistics Solutions, empresa brasileira especializada na integração de soluções para o segmento de intralogística e no fornecimento de equipamentos para movimentação e armazenagem de materiais, acaba de firmar uma parceria com a multinacional de tecnologia GreyOrange, sediada em Cingapura. A empresa, que tem escritórios na Índia, Alemanha e EUA, projeta, fabrica e implementa sistemas robóticos avançados para automação de armazéns e centros logísticos.

A parceria com a GreyOrange nasce da estratégia da Brint de ampliar seu portfólio de soluções para operações mais complexas, que demandam a integração entre tecnologias, explica Eduardo Tedesco, seu vice-presidente comercial. Segundo o executivo, a Brint vai buscar parceiros ao redor do mundo que estejam em sintonia com os valores, os padrões de qualidade e, principalmente, compromisso com inovação.

“Com a parceria, a Brint ganha acesso preferencial ao acervo tecnológico da GreyOrange que, por sua vez, terá uma aproximação com o mercado brasileiro”, destaca Tedesco. “Os clientes e potenciais clientes da Brint poderão, a partir de agora, ter acesso a equipamentos e soluções com tecnologia de ponta aplicada em países da Ásia, Europa e nos Estados Unidos, com preços competitivos”.

Em conjunto com a Brint, a empresa indiana, que tem centros de excelência nos EUA, Cingapura e Índia, colocará à disposição do mercado brasileiro robôs autônomos da linha Butler, ideais para movimentação de produtos de diferentes tamanhos e pesos; e a Flexo, uma linha exclusiva de robôs dotados de inteligência artificial que formam um sistema de classificação de pedidos modular e flexível. Outros sistemas que a parceria trará ao Brasil é uma linha de classificadores (sorters) que pode atender aplicações no nicho de encomendas expressas, e-commerce e operações logísticas em geral.

A parceria, prevista inicialmente pelo período de dois anos, também beneficiará a empresa indiana pela perspectiva de desenvolver mercado no país com pós-vendas garantido. “O Brasil é e será sempre um mercado promissor dado às suas dimensões e à sua população. O setor de intralogística é ainda relativamente jovem, por vários fatores, mas isso está mudando rapidamente, o que nos deixa com um cenário favorecido e confiantes para ir adiante”, conclui Tedesco.

Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Brasil Log
Brasil Log
Brasil Log
Translifit Retrak w6connect Business Park