Facebook Twitter Linkedin Instagram
Tecnologia 3 de setembro de 2019

Cacau Show investe em solução voz da Seal Sistemas para alcançar meta de mais de R$1,5 bilhão em faturamento

Após um período de instabilidade, o ano de 2019 traz boas notícias para o comércio e varejo brasileiro. Tanto a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) quanto a Sociedade Brasileira de Varejo e Consumo (SBVC) apresentam estimativas semelhantes, em torno de 5% de crescimento em relação ao ano passado. E dentre os varejistas que crescem significativamente nos últimos anos está a Cacau Show, que pretende faturar aproximadamente mais de R$1,5 bilhão em 2019. Para atingir essa meta, além da sua estratégia de expansão, a rede varejista de chocolate conta, entre outras iniciativas, com a solução de voz da Seal Sistemas para reduzir custos operacionais e otimizar o processo logístico. O sistema de Voice Picking da Seal é uma tecnologia que permite ao colaborador trabalhar com as mãos livres, recebendo instruções do sistema via comando de voz e dando o feedback da tarefa da mesma maneira, estabelecendo uma “conversa” entre funcionário e sistema.

A Cacau Show nasceu em 1988 na zona norte de São Paulo e, até os anos 2000, a venda era feita por catálogo, a domicílio ou por revenda. “Quando a primeira loja foi inaugurada, foi literalmente dada a largada para um crescimento exponencial. Desde então, foram muitas inaugurações e hoje são mais de 2.300 lojas em todos os estados brasileiros, incluindo o Distrito Federal”, conta Robson Alves, coordenador de logística da empresa. “E hoje, nos orgulhamos de ser a maior rede de franquia de chocolate do mundo”, completa.

A operação logística tem papel fundamental para que a empresa continue sendo uma referência para o mercado e consumidores. “Temos um único centro de distribuição em Itapevi, próximo a capital paulista, que distribui a mercadoria para o Brasil todo. O que significa que saem, por dia, 45 mil caixas de chocolate para nossos franqueados”, afirma Alves. E é justamente nesse momento de separação e logística que a solução de voz da Seal Sistemas é utilizada, convertendo dados em voz e voz em dados, funcionando de forma integrada ao sistema de gestão e ERP usado pela companhia e assim, proporcionando maior agilidade nesse processo.

“A Cacau Show sempre se mostrou uma empresa à frente dos concorrentes no que diz respeito a tecnologia e confiou na Seal como parceira ideal para os desafios desse crescimento. Antes de usarem a nossa solução de voz, eles já contavam com nossas soluções de mobilidade com coletores de dados”, conta Wagner Bernardes, CEO da Seal Sistemas. A Cacau Show é cliente da Seal desde 2014, mas foi em janeiro desse ano que houve a troca para a solução de Voice Picking.

São aproximadamente 120 funcionários, divididos em três turnos, que cuidam de distribuição e separação. “Com esse crescimento acelerado, o alto número de lojas abertas e o aumento do volume da produção de chocolates, precisávamos de uma tecnologia que acompanhasse esse ritmo frenético. A área de logística precisava de agilidade para não encavalar e atrasar os negócios da empresa. E com a ajuda da expertise da Seal somado ao que víamos do mercado, o Voice Picking seria o nosso próximo passo para suprir a necessidade que precisávamos na velocidade que precisávamos.”, explica Alves.

Com o passar dos anos, ainda usando o coletor de dados, a Cacau Show foi aumentando significativamente o número de caixas separadas hora-homem, ou seja, quantidade de caixas que um funcionário consegue separar por hora. “Em 2014, quando adotamos o coletor, trabalhávamos com 120 caixas/hora-homem. Em 2017, já conseguíamos fazer 150 caixas/hora-homem. No ano passado, chegamos ao máximo do limite possível para o coletor: 166 caixas/hora-homem. Com todo o limite do coletor usufruído, migramos de vez para a solução de voz”, conta o coordenador de logística.

Como a empresa já utilizava os coletores de dados da Seal Sistemas, a transição foi mais simples e rápida. “Por serem nossos clientes, já havia uma relação de confiança entre Cacau Show e Seal, o que facilitou muito a implementação. Mostramos que além da agilidade numérica na separação das caixas, a nossa solução de voz traria mais assertividade nessa tarefa, já que o funcionário está com as mãos e olhos livres para realizar as atividades, além de uma necessidade menor de treinamento”.

O envolvimento do colaborador e engajamento do grupo, a chave para o sucesso – Para a Cacau Show, a chave do sucesso da implantação foi o envolvimento dos usuários. Se com a solução anterior os operadores necessitavam digitar dados e navegar entre vários frameworks, agora eles precisam só da voz e da audição. Segundo Alves, “A adaptação foi muito rápida. Existe no primeiro momento uma preocupação, já que é uma tecnologia diferente da usual. Porém após o treinamento, percebemos que nossos funcionários se adaptaram muito bem ao Voice Picking, deixando de lado a navegação nas telas dos coletores de dados para usarem a voz, algo que ele conhece desde seu nascimento”.

Em apenas três meses de uso da nova solução, a Cacau Show já conseguiu identificar uma melhora de produtividade de 10% na tarefa de separação. “Hoje, já conseguimos chegar a 12% de aumento de produtividade, representando um número aproximado de 185 a 190 caixas/hora-homem. E a nossa expectativa que esse número bata na casa de 205 caixas”, comemora Robson. “Essa otimização nessa atividade representa não só melhoria da produtividade como uma redução de perdas financeiras. Cada erro ou atraso de caixa representa um prejuízo muito grande para a empresa”, reforça.

Além do faturamento e do número de caixas por hora-homem, outro índice que a Cacau Show persegue, e conta com a ajuda da Seal, é a disponibilidade do produto no momento de separação e linha de produção. “Hoje já temos 99% de controle que um determinado produto está no ‘posto’ na hora que o operador chegar lá. Com a solução de voz, nós conseguimos sinalizar para um funcionário se o produto já está no local correto ou se ele deve ir mais tarde para não ter retrabalho. Com isso, nossa meta é melhorar essa porcentagem para 99,5% de que produto e funcionário estarão no local e momento corretos e assim manter a excelência desse processo”, conta Alves.

Outros fatores também foram benéficos com a adoção dessa solução, principalmente para os próprios funcionários e franqueados. “Internamente, o voice deixou o trabalho da nossa equipe mais fácil, rápido, além de ser menos cansativo e evitar retrabalhos. Nossa métrica de inversão reduziu significativamente de 7,78% para 1,78% comparando mesmo período do ano anterior. E com essa assertividade na separação, nossos pedidos chegam corretamente aos nossos franqueados garantindo que eles tenham uma boa experiência com a marca e que assim, a própria experiência dos clientes finais também seja positiva. Dessa forma, conseguimos manter a Cacau Show no padrão de excelência, confiabilidade e respeito que temos hoje”, finaliza Robson.

Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Toyota
Translifit
SDS
Business Park
Tokio Marine
Retrak
w6connect
Manufacturing Summit Brazil