Facebook Twitter Linkedin Instagram
Tecnologia 17 de setembro de 2019

Cobli une tecnologia de ponta a monitoramento de veículos e revoluciona mercado de logística e mobilidade

De acordo com pesquisa realizada junto a executivos do setor automotivo pela KPMG, cerca de 75% acreditam que uma maior conexão entre os veículos pode gerar um faturamento 10 vezes maior, o que exalta a importância da tecnologia nesse tipo de negócio. Tendo isso em vista, tecnologias de rastreamento tradicionais vão ficando pelo caminho, enquanto um novo dispositivo de monitoramento e informatização vem ganhando espaço no mercado. O dispositivo da Cobli inaugura um novo patamar ao revolucionar o conceito de conectividade no mercado. Com um sistema de ponta, a Cobli, referência no setor, vem transformando o monitoramento de veículos em uma jornada completa para companhias que possuem frotas e trabalhos diretamente ligados à automatização e informatização.

A startup está digitalizando novas informações e deixando elas acessíveis para todos que trabalham com times de campo. Isso permite com que as empresas criem processos e decisões melhores. “As empresas atualmente não tem informações sobre parada média, paradas por dia, atrasos, visitas não realizadas, rotas ineficientes, entre outros. Elas não conseguem gerenciar o que não conseguem ver. Estamos resolvendo isso para eles”, explica Rodrigo Mourad, COO da Cobli.

Através do dispositivo, uma espécie de “rastreador do futuro”, projetado exclusivamente pela equipe da Cobli, a empresa conecta os veículos (que podem ser desde motocicletas até caminhões, ambulâncias ou ônibus) à internet. Isso possibilita a coleta de uma grande quantidade de informações, de forma muito rápida. Com esses dados, criam-se panoramas e diversas ferramentas que ajudam a entender cronogramas e caminhos, além da compreensão maior do setor, em comparativos com demais empresas, como custos de combustível, manutenções corretivas e preventivas. Essa visão ampla permite ao proprietário da frota um controle firme sobre tudo o que envolve a locomoção de seus automóveis.

Alavancada por aporte de US$ 17 milhões captado através dos melhores fundos americanos, a Cobli, fundada em 2018, já cresceu quase 500%, e tem projeção de um crescimento de grau semelhante em 2019. Já reconhecida no mercado, a companhia tem crescido mediante ao pouco desenvolvimento de tecnologia introjetado no mercado de logística, mobilidade e serviços. Em operação desde 2017, a Cobli é a primeira empresa da América Latina a vencer a “Harvard Business School – New Venture Competition”.

A Cobli atua em mais de 100 cidades em todos os estados do País, e já soma mais de mil clientes, de mais de 100 tipos diferentes de indústrias. “Nossos clientes costumavam usar ferramentas que não foram feitas para gerir frotas, como WhatsApp, telefone, Excel, entre outras. Por isso, nosso diferencial está em usar ferramentas desenhadas em cima da experiência deles. A gente entende que o dia-a-dia de quem tem um time de campo é muito corrido, então fazemos tudo para mandar alertas e avisos quando algo importante acontece, deixando tudo esclarecido através de registros, relatórios e ascensões. Somos fortes com dados, ajudamos o cliente a compilar grandes volumes de informação, tornando tudo mais simples para ele. Sabemos que ele é muito ocupado, então temos que dar o máximo de informação útil para ele possa maximizar suas ações e focar em atividades mais complexas”, explica Parker Treacy, fundador da Cobli.

“Somos uma plataforma de tecnologia, estamos digitalizando o mercado offline junto com empresas inovadoras que querem levar a mobilidade deles a outro nível. Vamos ajudar empresas de ponta a entregar resultados superiores hoje e sempre, cada vez mais”, pontua Rodrigo Mourad. Em operação desde 2017, a Cobli é a primeira empresa da América Latina a vencer a “Harvard Business School – New Venture Competition”.

Newsletter
Cadastre-se aqui


Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Toyota
Translifit
SDS
Tokio Marine
Retrak
Manufacturing Summit Brazil