Facebook Twitter Linkedin Instagram
Tecnologia 27 de junho de 2019

FreteBras investe em tecnologia para tornar o transporte de cargas mais eficiente

A FreteBras, empresa que desenvolveu uma plataforma online para divulgação de fretes e contratação de caminhoneiros, realizou um estudo inédito com dados significativos da sua base. A análise permite um amplo entendimento do cenário de transportes e possibilita um maior apoio à tomada de decisão no setor.

Com o objetivo de atender os caminhoneiros autônomos e as transportadoras, a FreteBras quer otimizar a oferta e procura por cargas por meio da internet. Com uma plataforma 100% digital e conectada e com a maior base de caminhoneiros do mercado, superando o número de 300 mil, a FreteBras se consolida como o principal elo de conexão entre transportadores de todos os ramos, que divulgam milhares de cargas diariamente, com os autônomos, que buscam mais demanda de trabalho.

De acordo com a ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), existem 535 mil caminhoneiros autônomos percorrendo as estradas do Brasil. Separados por região, 28,49% ficam no Nordeste; 28,18% no Sudeste; 27,87% no Centro-Oeste; 27,12% no Sul e 24,92% na região Norte do país, esses caminhoneiros buscam oportunidades de ampliar sua renda, unindo segurança à praticidade.

Por isso, a FreteBras faz com que o caminhão vá e volte carregado. Infelizmente, até então, no Brasil, o cenário era um pouco diferente e na maior parte das viagens o motorista levava a carga, mas acabava voltando vazio. “A nossa tecnologia une todas as ofertas em uma plataforma única, e isso possibilita que o motorista organize melhor seus trechos”, diz Bruno Hacad, gerente de novos negócios na FreteBras.

Assim, a FreteBras se tornou a maior plataforma de fretes do Brasil e agora trabalha com o objetivo de ter todos os caminhoneiros autônomos e pequenas transportadoras do Brasil conectados e utilizando o aplicativo para encontrar cargas. Além disso, faz parte dos objetivos também, ter a majoritária fatia de transportadoras que subcontratam caminhoneiros utilizando a plataforma como fonte principal de publicação de fretes.

“Vale lembrar que para o caminhoneiro não há custo e o transportador tem uso ilimitado a partir de uma assinatura mensal. Criamos uma ponte direta de negociação entre os dois lados, sem atuação de intermediários. Com isso, a margem financeira do caminhoneiro acaba sendo maior ao fim do frete”, comenta Hacad.

Dados de mercado

De acordo com estudo da FreteBras, São Paulo é o estado com maior demanda de frete do país. O estudo mostra que desde o começo do ano, a cidade já realizou mais de 18,07% dos fretes para diversas regiões do país e da América Latina. Em segundo lugar aparece o estado do Paraná (17,12%). Completando a lista, aparecem os estados de Minas Gerais (11,37%), Rio Grande do Sul (11,30%) e Mato Grosso com um pouco mais de 9,70% dos fretes.

No comparativo entre as regiões, a maior demanda vem do Sul do país, com mais de 33,89% dos fretes, seguido do Sudeste 32,02%, Centro-Oeste com 22,62%, Nordeste – 9,84% e a região Norte com um pouco mais de 1,63%. De acordo com a FreteBras, em seis meses já foram realizados mais de 1 milhão de fretes para todo o Brasil e América Latina.

“Por São Paulo ser a maior cidade do país e onde o dinheiro gira, é natural termos uma demanda maior nos fretes. Mas podemos perceber que por região, o Sul vem crescendo muito. Região que, inclusive, em 2018, registrou o maior aumento de PIB do Brasil, de acordo com levantamento do Banco Itaú”, explica Bruno Hacad, gerente de novos negócios na FreteBras.

Outro dado explorado foram os tipos de veículos mais utilizados pelos motoristas. Os de categorias “pesados” são os mais dirigidos, com 52,09%, seguido dos veículos “médios” com 32,03% e os “leves” com 14,08%. Já entre os modelos, o Truck aparece em primeiro lugar com 28,03%, seguido da Carreta LS (21,09%), Carreta (18,07%), Bitrem (7,08%) e o VLC (6,06%).

A empresa já atua há mais de dez anos no mercado, e possui mais de 6 milhões de fretes transacionados com o uso da plataforma “O crescimento exponencial da internet, mídias sociais, tecnologias e a popularização dos smartphones, possibilitaram a consolidação de nossa marca e a difusão de nossos serviços. É com essa tecnologia que a plataforma consegue conectar caminhoneiro com a carga de forma eficiente e rápida”, finaliza Hacad.

Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Brasil Log
Brasil Log
Brasil Log
Business Park Translifit Retrak w6connect