Facebook Twitter Linkedin Instagram
Mercado 7 de dezembro de 2015

Incerteza mantêm taxa de disponibilidade do mercado de condomínios logísticos estável

O mercado nacional de condomínios logísticos de alto padrão adotou uma postura conservadora devido às incertezas econômicas, reduzindo a entrega de novas metragens. Esta entrega aliada a uma absorção líquida nacional superior as anteriores, 191 mil m², influenciou positivamente no resultado da taxa de disponibilidade, que se manteve em 18%. Os dados são da Colliers International Brasil.

As maiores concentrações de metragens alugadas foram em São Paulo e Fortaleza, 136 mil m² e 69 mil m², respectivamente, sendo que no estado paulista, 82 mil m² foram concentrados na região Colliers Vale do Paraíba e 37 mil m² em Campinas.

O inventário nacional teve um incremento de 187 mil m², distribuídos, principalmente, entre São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal. Com as novas metragens, o inventário total de condomínios logísticos no Brasil é de 10.698 milhões de m². Neste ano, o país deve receber mais 262 mil m² de inventário.

Em relação ao preço médio pedido de locação, houve uma queda pouco representativa, passando de R$ 20,50 m² / mês no segundo trimestre do ano para R$ 20,00 m² / mês no período atual. O Distrito Federal pratica os preços médios mais elevados do Brasil (R$ 25,00 m² / mês), seguido por Rio de Janeiro (R$ 24,60) e Amazonas (R$ 23,00). Os preços mais acessíveis estão no Ceará (R$ 14,20), Bahia (R$ 16,00) e Paraíba (R$ 16,50).

Newsletter
Cadastre-se aqui


Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Top do Transporte
Toyota
Translifit
SDS
Tokio Marine
Retrak
Manufacturing Summit Brazil