Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Logística Reversa 28 de março de 2024

Claro lança iniciativa para substituir caixas de papelão usadas em logística reversa por caixas reutilizáveis

De olho na otimização de processos e na adoção de práticas sustentáveis em sua operação, a Claro está implementando iniciativa para a substituição das caixas de papelão usadas nos deslocamentos de materiais entre os pontos de coleta e os centros integrados de reparo e triagem da empresa, parte crucial da rotina de logística reversa da companhia, por ecoboxes reutilizáveis.

Projetadas para acomodar maior volume, otimizando transporte, fluxo e armazenagem, as novas embalagens poderão ser reutilizadas em longo prazo, pois são confeccionadas em material plástico sustentável e, em sua composição, recebem um aditivo para neutralizar a emissão de carbono.

Parte da matéria-prima utilizada na produção das ecoboxes é UBQTM. Desenvolvido a partir de lixo orgânico não-reciclável, o termoplástico bio-plástico substitui o plástico comum e, segundo dados do fabricante, cada tonelada de UBQTM produzida evita quase 12 toneladas de CO2e para o meio ambiente.

“As caixas de papelão usadas anteriormente tinham vida útil bastante curta, entre duas e três viagens. Já as ecoboxes, de acordo com estimativas do fabricante, deverão ser utilizadas por 5 anos. Isso representa uma grande evolução para o nosso processo interno e deve evitar a emissão de 1.025 toneladas de CO2eq durante o período”, afirma Hamilton Silva, diretor de Infraestrutura da Claro.

A iniciativa vai ao encontro da estratégia da operadora para reduzir suas emissões de CO2eq. Signatária do Pacto Global da ONU – Organização das Nações Unidas, a Claro está comprometida em atender as primeiras metas ambientais por meio de projetos que reduzam diretamente suas emissões, antes de promover eventual compensação.

A companhia já conta com alguns programas neste sentido, sendo o principal deles o ‘Energia da Claro’, voltado para eficiência energética e autoconsumo remoto de energia limpa e proveniente de fontes renováveis, que vem desempenhando um papel fundamental para manter a companhia à frente dos objetivos de redução de emissões estipulados pela Science Based Target (SBTi) em estudo feito a pedido da América Móvil, grupo mexicano ao qual a Claro faz parte.

Desde o início do programa, em 2017, já foi evitada a emissão de mais de 500 mil toneladas de CO2eq na atmosfera.

*cálculo realizado com base no volume de 3 milhões caixas de papelão que deixarão de ser consumidas durante os 5 anos de vida útil da Claro Ecobox (50 mil caixas de papelão por ano são utilizadas atualmente). 

Volvo
BR-101
Mundial Express
Savoy
Globalbat
Retrak
postal