Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Conteúdo 5 de março de 2024

Quer acelerar a inovação? Então crie um ambiente interno colaborativo

Em um cenário de negócios cada vez mais dinâmico e competitivo, as empresas têm reconhecido a importância de promover a inovação como um pilar fundamental para o sucesso organizacional.

É possível acelerar a inovação ao adotar um ambiente interno colaborativo, onde os funcionários são encorajados a compartilhar ideias e trabalhar juntos para resolver problemas. Isso pode ser feito por meio de tecnologias como plataformas digitais de colaboração ou simplesmente promovendo uma cultura organizacional que valoriza o trabalho em equipe e a criatividade.

A implementação de programas de inovação aberta, que envolve ativamente os funcionários no processo de geração de novas ideias e soluções, emergiu como uma estratégia para impulsionar a criatividade, a produtividade e a vantagem competitiva.

Vale destacar que quando se fala em inovação aberta, a ideia não é só incorporar conhecimentos, recursos e perspectivas externas à empresa, mas também as contribuições dos próprios funcionários. No meu ponto de vista, para as empresas ampliarem o seu potencial inovador, os funcionários desempenham um papel central, uma vez que são eles que possuem um conhecimento profundo do funcionamento interno da empresa, de suas necessidades e desafios.

Um dos principais benefícios de um programa interno de inovação aberta é a promoção de uma cultura organizacional que valoriza a criatividade e a experimentação. Ao encorajar os funcionários a contribuir com ideias e sugestões, é criado um ambiente propício para a geração de soluções inovadoras e a implementação de mudanças positivas. Além disso, a participação dos colaboradores no processo de inovação aumenta o seu engajamento e satisfação no trabalho, contribuindo para a retenção de talentos e o fortalecimento do capital humano da organização.

Outro aspecto relevante é a capacidade de um programa de inovação aberta em estimular a diversidade de pensamento e a colaboração entre diferentes áreas e departamentos da empresa. Ao promover a interação entre funcionários de diferentes formações, experiências e perspectivas, as empresas potencializam a criatividade e a resolução de problemas por meio da combinação de diferentes habilidades e conhecimentos. Essa diversidade de ideias e abordagens pode resultar em soluções mais criativas e eficazes, que atendam às necessidades do mercado de forma mais abrangente.

Aqui na BBM, resolvemos buscar formas criativas dentro da própria organização para atender e superar as necessidades dos clientes e melhorar a eficiência operacional. Criamos neste ano um programa chamado BBMInX em que todos os funcionários são estimulados a colaborar no processo de inovação da empresa, a partir do desenvolvimento de projetos com capacidade de gerar ganhos de produtividade e redução de custos.

O programa é aberto a contribuições nas seguintes categorias: eficiência operacional, ESG, gestão de pessoas, experiência do cliente e simplificação e aumento de produtividade. O mote principal é termos uma iniciativa para implementarmos melhorias, desde o processo produtivo até a criação de produtos ou serviços diferenciados.

Um conselho que é válido mencionar: é importante ter em mente que implementar um programa desse tipo requer planejamento adequado para definir objetivos claros e estabelecer métricas quantitativas para avaliação dos resultados alcançados ao longo do tempo. Afinal, somente assim será possível medir o sucesso dessa iniciativa com relação aos impactos gerados na empresa. Talvez essa seja a parte mais difícil de montar um projeto assim.

Em suma, a implementação de um programa de inovação aberta aos funcionários é essencial para as empresas que buscam se manterem competitivas e sempre atualizadas quanto às mudanças em seu ambiente externo. Ao envolver ativamente os colaboradores no processo de inovação, promover uma cultura organizacional voltada para a criatividade e colaboração, as empresas podem ampliar significativamente o seu potencial inovador e garantir o seu sucesso a longo prazo.

Antonio Wrobleski Antonio Wrobleski

Especialista em logística, presidente da BBM Logística, sócio e conselheiro da Pathfind. Engenheiro com MBA na NYU (New York University) e também sócio da Awro Logística e Participações. Ele foi presidente da Ryder no Brasil de 1996 até 2008. Em 2009 montou a AWRO Logística e Participações, com foco em M&A e consolidação de plataformas no Brasil. Foi Country Manager na DHL e Diretor Executivo na Hertz. O trabalho de Antonio Wrobleski tem exposição muito grande no mercado Internacional, com trabalhos em mais de 15 países tanto no trade de importação como de exportação. Além disso, ele é faixa preta em Jiu-jítsu há 13 anos e pratica o esporte há 30 anos.

Volvo
BR-101
Mundial Express
Savoy
Globalbat
Retrak
postal