Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Condomínio logístico 8 de abril de 2024

Com investimento de R$ 70 milhões, Friozem inicia operação no Ecoparque Lourenço & Souza, em Sapucaia do Sul, RS

A Friozem – empresa especializada em armazenagem, distribuição e transporte de produtos alimentícios sob temperatura controlada­ – vai mudar sua filial gaúcha, que atualmente fica no município de Esteio, para a vizinha Sapucaia do Sul, na região metropolitana de Porto Alegre.

O destino será um dos maiores centros logísticos do sul do Brasil, o Ecoparque Empresarial Lourenço & Souza. Com um investimento conjunto de R$ 70 milhões, a chegada da empresa paulista, que é uma das 16 maiores do mundo em logística sob temperatura controlada e responsável pela operação de armazenagem, transporte e distribuição de grandes empresas, deve gerar cerca de 500 novos empregos diretos na região.

“Estamos trazendo a operação da Friozem tendo em vista a infraestrutura que oferecemos e também a capacidade de atender as expansões que a empresa vislumbra para os próximos anos. Eles vão desmobilizar a atual para uma operação totalmente nova, com o mais alto nível de especificações a nível de construção, de instalações, de serviços e de infraestrutura, com inicialmente 15 mil metros quadrados e 26.400 posições-paletes, já contando com uma área de expansão projetada para chegar a 37.000 posições de armazenagem em um curto espaço de tempo”, explica Filipe Christianetti, diretor de Negócios e Desenvolvimento do Ecoparque e CEO da Chico Imóveis, empresa responsável pela gestão do empreendimento. 

De acordo com Christianetti, o Ecoparque vai oferecer uma estrutura personalizada para a Friozem, com uma construção sob encomenda adequada ao perfil de logística que a empresa atende. “É um outro modelo de negócio dentro de um parque empresarial como o nosso, que já contempla empresas como o Mercado Livre, Gedore, Tintas Killing, TW Transportes, entre outras. A vinda dessa operação valida e reconhece ainda mais o nosso projeto em nível de infraestrutura e áreas de uso comum, e também nos traz uma consolidação referente ao padrão construtivo que entregamos ao mercado, com capacidade de se adequar a um sistema de logística refrigerado, que é totalmente diferente de uma logística seca, que são os pavilhões convencionais que a gente tem hoje”, avalia Filipe.

Segundo Fábio Galesi Fonseca, diretor-presidente da Friozem, “a mudança da nossa estrutura no Rio Grande do Sul está ligada ao nosso plano de negócios, haja vista o crescimento das nossas operações nos últimos anos. A escolha pelo Eco Parque Lourenço & Souza decorre de uma série de fatores, sendo que dentre eles, se destacam a proximidade com a nossa operação atual, o que possibilita a manutenção de todos os nossos colaboradores; o posicionamento logístico e também a solidez do condomínio empresarial, desde a família proprietária, algo similar a nossa realidade, de também sermos uma empresa familiar. O nosso movimento é bastante claro e objetivo, estamos investindo alto e migrando para uma estrutura que entregará o que há de melhor em nível construtivo, com condições reais e concretas de absorver, dentro desta nova estrutura, o crescimento que projetamos para nossa empresa e o nosso mercado de clientes e parceiros”, avalia o executivo.
Com a nova aquisição, o Ecoparque Lourenço & Souza, que fica às margens da BR-116, chegará a 16 empresas instaladas em 82 mil metros quadrados de galpões. As locações também mobilizam mais de 1.500 empregos diretos. “A chegada da Friozem é um processo de consolidação da nossa estrutura e demostra o reconhecimento do mercado ao nosso trabalho e a velocidade que o empreendimento adquiriu a partir de 2023. Nosso objetivo em 2024 é expandir mais 22 mil metros quadrados e, até o começo de 2026, concluir a área total do condomínio logístico, que é de 120 mil metros quadrados de área construída e 245 mil de área total de empreendimento”, explica Filipe.

Sobre o Ecoparque Lourenço & Souza

O Ecoparque Empresarial Lourenço e Souza foi fundado em 2016 pela família Lourenço e Souza na cidade de Sapucaia do Sul/RS, com desenvolvimento e gestão pelas empresas Chico Imóveis, Grepol Engenharia e Construsinos. Em um terreno de 245.000 m2, o empreendimento dispõe de pavilhões modulares de 1.000 m² cada, podendo ser unificados de acordo com a necessidade da empresa locatária. O Ecoparque oferece um padrão de construção de alta qualidade, localização privilegiada próximo das principais vias do Rio Grande do Sul e uma infraestrutura completa para atender empresas de todos os setores. O empreendimento conta com uma parceria exclusiva com a Imobiliária Chico Imóveis para as locações.

Volvo
Enersys
Savoy
Retrak
postal