Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Tecnologia 17 de abril de 2024

Conectividade e monitoramento dos processos são triunfos da tecnologia no transporte de cargas

É inevitável a presença da tecnologia no transporte rodoviário de cargas, ainda mais devido à responsabilidade do setor continuar sendo o principal modal no translado de mercadorias pelo país. Desta forma, o setor torna-se responsável por manter-se atualizado.

Segundo dados do relatório da Kinea Investimentos, o mercado global de inteligência artificial (IA) alcançou um movimento de UR$ 450 milhões em 2022. A projeção para os próximos anos aponta um volume significativo com expectativa de aumento progressivo até US$ 900 bilhões em 2026, representando uma evolução de 19% ao ano.

De acordo com Danilo Guedes, CEO da ABC Cargas – empresa especializada no transporte por meios próprios -, o acompanhamento da integração das novas tecnologias e, principalmente, a evolução da IA vêm sendo fundamental para entender como esse cenário pode auxiliar o desenvolvimento do setor.

“Venho acompanhando de perto a integração da IA nos processos de transporte de cargas. Essa ferramenta tem sido aplicada em várias áreas como: roteamento otimizado, previsão de demanda e manutenção preventiva, reduzindo significativamente os acidentes”, relata o executivo.

Essa integração, cada vez mais forte no segmento, auxilia as organizações na prevenção de acidentes e sinistro nas rodovias por meio das plataformas tecnológicas. Em 2023, a Agência Nacional de Transporte Terrestres (ANTT) contabilizou 76.637 acidentes em rodovias privatizadas. Ao todo, 137.992 pessoas saíram sem ferimentos das ocorrências, enquanto 39.786 ficaram feridas.

Para as empresas, esses números podem ser provenientes da falta de responsabilidade de alguns condutores. Mas, também, seria necessário pensar como elas podem, pela tecnologia, contribuir para evitar essas questões.

Na visão de Guedes: “A ABC Cargas tem adotado tecnologias efetivas para auxiliar os motoristas na gravação de acidentes. Isso inclui sistemas de alerta de colisão, assistência de frenagem de emergência e monitoramento de fadiga do motorista, ente outras situações. Tudo isso para termos um acompanhamento bem efetivo dos nossos colaboradores”, pondera o CEO da empresa.

Além das questões do aproveitamento das novas ferramentas de segurança pelos motoristas nas malhas rodoviárias, internamente houve um acréscimo na otimização dos processos a partir da entrada de novos softwares e aplicativos nos sistemas operacionais das empresas.

“A integração em massa da IA nos departamentos de transporte é inevitável e altamente benéfica. Ela pode aumentar a segurança, reduzir os custos operacionais e melhorar a eficiência geral dos processos logísticos. Não é novidade, porém, nós do setor ainda exploramos pouco de tudo aquilo que a tecnologia pode nos proporcionar”, relata o empresário.

Atualmente, o que chama a atenção de empresários na aplicação de novas metodologias é a conectividade entre as atividades desenvolvidas pelas empresas para que a eficiência no trabalho seja ainda maior.

Danilo Guedes salienta que o impacto vem sendo transmitido com certa integração: “Uma tecnologia que tem impactado significativamente a autonomia das empresas nos processos é a Internet das Coisas (IoT), que permite a conectividade e monitoramento em tempo real de veículos, carga e infraestrutura, melhorando a visibilidade e a tomada de decisões”, finaliza.

Enersys
Savoy
Retrak
postal