Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Empresas 18 de junho de 2020

Hamburg Süd celebra 150 anos da marca e leva arte alemã ao mundo

No último sábado, chegou ao Brasil, no Porto de Santos, um contêiner pintado à mão pela artista alemã Jeannine Platz. A obra foi produzida a pedido da Hamburg Süd em comemoração aos 150 anos da marca e visa reforçar a importância da logística e do transporte marítimo na criação de conexões entre as nações, fomentando economias e trocas entre povos.

O primeiro embarque da obra foi realizado no navio CAP San Maleas, no Porto de Hamburgo, Alemanha, e atracou no terminal Tecon Santos, espaço operado pela Santos Brasil.

“Por conta do coronavírus, quase todas as fronteiras desse planeta estão fechadas pela primeira vez. O tráfego aéreo intercontinental praticamente parou. Como resultado, o mar está novamente se tornando o que era antes: a única conexão entre os continentes para as pessoas interagirem e trocarem coisas”, diz Jeannine Platz, responsável pela pintura.

A artista cuja fama se estende além das fronteiras de Hamburgo levou apenas quatro dias para transformar o contêiner de 40 pés da Hamburg Süd em uma grande obra de arte que mede aproximadamente 12 x 2,5 metros.

O contêiner, que transitará pelos principais continentes do mundo, chega ao Brasil abastecido de carga consolidada dos clientes da Allink, tendo como propósito homenagear a história da navegação, em que no início, as mercadorias eram transportadas em pequenas parcelas. Para destacar uma nova era das empresas de navegação que hoje atuam como integradores logísticos globais, o contêiner viajará pelas estradas brasileiras pelo transporte multimodal e posteriormente seguirá para o continente norte-americano.

O transporte terrestre será realizado por meio de uma cadeia completa de modais da Aliança Navegação e Logística, empresa brasileira pertencente ao mesmo grupo. Após abastecido, o contêiner retornará para o Porto de Santos e seguirá para o norte do continente até a costa leste dos EUA.

O projeto será transportado ao redor do mundo, passando pelos principais continentes. Em sua programação de trechos, inclui-se a passagem pelo canal do Panamá seguido de Peru ou Chile, de lá será enviado via Auckland, Nova Zelândia, depois Sydney, Austrália e por fim a Ásia, com a carga sempre cheia de mercadorias essenciais e que reforçam a história do projeto.

Em 2021, a obra deixará a Ásia e começará a sua jornada de retorno para a casa, sendo levada pelo Canal de Suez a Hamburgo com uma escala no Mediterrâneo. Como parte das comemorações do seu 150º aniversário, a Hamburg Süd exibirá o contêiner pintado na cidade, além de detalhes sobre a sua jornada pelo mundo.

webinar
webinar
Retrak
savoy
postal