Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube
Intermodal 13 de março de 2020

Intermodal South América 2020: veja o que vai ser apresentado no evento. E também as novidades

A seguir, um resumo do que será apresentado, e lançado, nesta que é considerada a maior e mais importante feira da América Latina, focada nos mercados de comércio exterior, logística e transportes. O evento acontece de 17 a 19 de março em São Paulo, SP.

 

Average: novidades em automação

A Average Tecnologia estará presente, pelo 16º ano consecutivo, na Intermodal, com algumas inovações, como RPAs, chatbots e automação, todos aplicáveis à logística e ao comércio exterior. A empresa é especialista em soluções para comércio exterior e está inovando ao oferecer, além dos sistemas, ferramentas de gestão dos dados e Business Intelligence.

 

BYD do Brasil: destaque para empilhadeiras, rebocadores e vans elétricas

Destaques da BYD do Brasil no evento são as suas empilhadeiras com bateria de ferro lítio, que garantem autonomia de até 16 horas, em versões contrabalançadas e retráteis, bem como transpaleteiras. Outro destaque é o rebocador Green Tug, com duas opções de capacidade de reboque, 5 e 25 toneladas, e dotado de um sofisticado sistema de gerenciamento de energia, segundo a empresa – o sistema one pedal drive permite a condução com apenas um pedal, o do acelerador. Cada vez que o motorista desacelera, o sistema de freios regenerativos entra em ação, recuperando 35% da energia envolvida. Também atuam com baterias de fosfato de ferro lítio. E, por fim, as vans elétricas BYD eT3 e-delivery, para operações comerciais urbanas. No Brasil, já são 30 unidades em operação, que têm sido utilizadas para os serviços de entregas urbanas, food service, atacado, entregas refrigeradas, resíduos de serviços de saúde e monitoramento de rodovias. “Além de ter a maior eficiência energética do mercado, de 300 km de autonomia, a Van BYD eT3 e-delivery, também possui a vantagem de realizar recarga rápida de 20% a 80% da bateria do veículo em apenas 30 minutos, o que garante até 180 km a mais de autonomia. O veículo tem capacidade de carga de 720 kg e volume de carga de 3.300 litros, assistente de partida em rampa que elimina rolagem traseira do veículo em aclives acentuados e duas portas deslizantes”, comenta Henrique Antunes, diretor de Vendas América do Sul da BYD do Brasil.

 

Fronius: novos carregadores de baterias

“Vamos lançar os novos carregadores Selectiva 4.0 com sistema de monitoramento para Logistica 4.0, que trazem toda tecnologia voltada à conectividade e ao carregamento em tempo real, com dados e informação para potencializar os resultados da Intralogistica, que trarão mais agilidade e confiabilidade na gestão de cargas e performance das baterias.” Ainda segundo Mariana Kroker, gerente Comercial Carregadores da Fronius do Brasil, a empresa também apresentará novas soluções completas para Salas de Carga na Logística – voltadas a deixar a operação mais sustentável e com menos periféricos. E também: pacote de energia com a solução, para carregamento de maquinas eletricas com bateria de lítio, entre outros produtos.

 

Fiorde: plataforma permite visibilidade e gestão em toda a cadeia logística

A Fiorde Logística Internacional lança, na Intermodal, uma plataforma que permite visibilidade e gestão em toda a cadeia logística por meio de transações totalmente seguras entre sistemas. “Trata-se da Plataforma Sirius que conversa com o SAP, software de gestão empresarial enterprise resources planning (ERP) ou qualquer outro aplicativo RP por meio de application programming interface (APIs) ou via eletronic data interchange (EDI), permitindo controle e gestão completa de todos os pedidos da cadeia de Supply Chain inbound e outbound, nacional e internacional”, diz o presidente da empresa, Milton Lourenço. Ainda segundo ele, com a Plataforma Sirius, no módulo internacional (SysFiorde), todas as operações são automatizadas por meio de robôs diretamente com os órgãos intervenientes, como Siscomex, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Mantra, Marinha Mercante, Secretaria da Fazenda e outros, concluindo todo o processo praticamente sem intervenção humana. Já no módulo nacional, a Plataforma permite acompanhamento on line desde o nascimento da delivery até o proof of delivery (POD), ou seja, a confirmação da entrega. “Dessa maneira, por meio de tecnologia de monitoramento dos satélites e por aplicativos específicos para celulares, é possível saber exatamente onde cada veículo está, além de monitorar cada tempo das operações de carga e descarga, portaria e pátio, inclusive nas exportações rodoviárias”, acrescenta Lourenço.

 

RGC: especializada em comércio exterior

A RGC Consultoria e Engenharia é uma empresa de engenharia que atua no segmento industrial para as áreas de comércio exterior e classificação fiscal executando os serviços de classificação fiscal de mercadorias, ex-tarifários, OEA, consultas, laudos e pareceres técnicos, cursos e treinamentos. “A RGC tem sede em Campinas, SP, foi criada em 1997 e é a maior empresa do Brasil nesta área. Nossos principais mercados de atuação são: automotivo, eletroeletrônico, químico, farmacêutico, alimentício, máquinas, equipamentos e instalações industriais, agronegócio, mineração, médico e hospitalar, óleo e gás”, diz Fábio Rabelo, diretor da empresa.

 

Posidonia: serviços e embarcações exclusivas

A companhia de navegação Posidonia, especializada no transporte de cargas pela costa brasileira (cabotagem) e longo curso, apresentará o navio multipropósito Posidonia Bravo, primeira embarcação da companhia construída com recursos próprios e que chega para atuar em operações especiais de lavra e transporte de minerais no oceano. Tem capacidade para transportar 3 mil toneladas, sistema de descarte sustentável e bombas de dragagem com capacidade de 55.000 m³ diários. “O Posidonia Bravo é uma embarcação diferenciada e que agrega muito valor aos embarcadores. Diante da flexibilidade do projeto sobre o qual foi concebido, foi facilmente ajustado à operação de extração, armazenagem e transporte de fertilizantes marinhos. Prova disto é que já está empregada em contrato de cinco anos”, explica Abrahão Salomão, sócio da Posidonia. Além do navio multipropósito, a companhia conta também com a balsa de carga geral Santa Maria, que passou por extensa obra de classificação para transportar carretéis de umbilicais (estruturas metálicas em forma de carretel para acondicionamento dos umbilicais – conexões flexíveis para transferência de óleo entre embarcações) na cabotagem. A empresa atua em projetos que vão do abastecimento e suporte a plataformas marítimas ao transporte de automóveis e cargas especiais entre os portos do Brasil e Argentina. Também realiza operação de STS (ship to ship) no País e no exterior. O volume de carga transportada pela companhia chegou a cerca de 1 milhão de toneladas, incluindo minério de ferro, fertilizantes, biocombustíveis e petróleo e derivados.

 

Grupo Protege: destaque para o Carga Segura

O grande destaque do Grupo Protege na Intermodal será o serviço de Carga Segura. “Trata-se de um serviço relativamente novo, criado há cerca de 6 anos. Queremos desmistificar a ideia de que transporte em caminhões blindados é apenas para bancos. Hoje nossos maiores clientes são empresas de eletrônicos e farmacêuticas. Ao longo de 2019, realizamos transporte para diversos segmentos, como a indústria do tabaco e química (defensivos agrícolas)”, conta Marcelo Flório, diretor Comercial do Grupo Protege. Ele explica que nesses seis anos de atuação não foi registrado nenhum sinistro no Carga Segura. “Atualmente, operamos com quatro modelos de caminhões totalmente blindados no transporte de cargas de alto valor agregado, com destaque para a carreta blindada, que tem capacidade de transportar 28 Paletes Padrão Brasil (PBR). O veículo de 18,6 metros foi projetado para melhor dirigibilidade e manobra facilitada para carga e descarga em portos, aeroportos e centros de distribuição.” O Carga Segura, que foi criado por uma demanda do mercado para transporte produtos de alto valor agregado (como eletrônicos, insumos farmacêuticos, cosméticos por exemplo), avançou 30% no ano passado.

 

Cordstrap: soluções para contenção de cargas

Além de toda a gama de produtos e soluções atualizadas, a Cordstrap do Brasil tem novidades tecnológicas em soluções de alta produtividade para contenção de cargas em contêineres. “Estaremos apresentando a nossa mais nova linha de produtos chamada Container Solutions, com foco especial no lançamento do Anchorlash HD que permite a proteção e contenção de cargas de até 18 ton em conformidade com o Codigo Internacional CTU”, comenta Leandro Pacheco, Sales Operations & Maketing Latam da empresa.

 

SCPAR Porto de Imbituba: novos arrendamentos

“Entre os diferenciais do SCPAR Porto de Imbituba, o visitante da Intermodal será apresentado ao excelente acesso marítimo do porto, localizado em uma enseada aberta, com um canal de acesso com 17 metros de profundidade, uma ampla bacia de evolução e três berços com profundidades entre 12 e 15 metros”, comenta Géssica da Silva, Agente Administrativo Portuário Comunicação Social. O visitante também ficará por dentro da disponibilidade de áreas para armazenagem e novos arrendamentos.

 

Senior Sistemas: softwares para gestão

A Senior Sistema, que é destaque em software para gestão no país, levará à feira seu pacote de soluções voltadas para operações de transporte e logística (TMS e WMS, respectivamente). “As soluções são voltadas a indústrias, atacadistas, distribuidores, transportadoras e varejistas e facilitam a tomada de decisão dos gestores, além de garantir um sistema operacional tático que dá mais visibilidade aos processos em tempo real”, diz Anderson Benetti, Head de Produto Logística. Ele também informa que entre os destaques está a Plataforma de Otimização Logística, que oferece suporte em três pilares: planejamento de rotas e viagens, torre de controle e rastreamento e gestão de pátio e agendamento. “Dentro do pacote de otimização logística está a torre de controle, que permite o rastreamento de veículos e o monitoramento do progresso de rotas e viagens. Entre os principais diferenciais desenvolvidos nessa ferramenta está a Central de Alertas, que faz com que o sistema passe a notificar os gestores sobre ocorrências nas operações de forma proativa”, diz Benetti. Outro destaque da feira será o roteirizador, que permite otimizar distâncias e tempo de veículos em rota de transporte e, consequentemente, redução de custos com a manutenção de frota própria e melhor aproveitamento de veículos contratados.

 

GRU Airport: expansão da malha aérea cargueira

“Vamos falar sobre a expansão da malha aérea cargueira e como o aeroporto vem se preparando para ampliar ainda mais a participação neste mercado, além dos investimentos realizados em tecnologia e infraestrutura, os serviços lançados nos últimos anos e resultados mais recentes.” A afirmação é de Mônica Lamas, diretora Comercial e de Cargas da GRU Airport, concessionária responsável pelo Aeroporto Internacional de São Paulo, em Guarulhos, incluindo o seu Terminal de Cargas. Mônica diz, ainda, que o GRU Airport é pioneiro na automatização de processos e oferta de serviços e informações online, por isso, vão apresentar os avanços tecnológicos como o novo sistema de rastreamento de cargas que permite que o cliente obtenha as informações sobre sua carga em tempo real, a tarifação automática de documentos e o agendamento online para todos os tipos de cargas. “Além disso, também mostraremos o complexo frigorífico para produtos farmacêuticos e perecíveis, certificado pelo CEIV Pharma da IATA, que conta com uma antecâmara de 800 m², portas rápidas e toda infraestrutura alinhada às melhores práticas de mercado.”

 

Novidade da Combilift: estufador universal de contêineres

A Combilift anuncia o lançamento, na 26ª edição da Intermodal, do estufador universal de contêiner Combi-CSS, projetado para otimizar e simplificar o carregamento mecanizado de produtos, incluindo cargas longas, em contêineres. A configuração do Combi-CSS é uma plataforma baixa, independente, com um sistema de tração bidirecional em que uma chapa de aço Hardox 500 é apoiada. “Tem capacidade para 30 toneladas e permite que uma carga completa seja preparada fora do contêiner e carregada em 3 minutos em um contêiner de 20’, ou 6 minutos para um contêiner de 40’”, diz Rafael Kessler, diretor executivo da Combilift no Brasil. Uma vez carregada, a plataforma é guiada para dentro do contêiner através de um mecanismo que consiste de quatro cilindros que se movem em sequência. Pinos conectam e tracionam a chapa de aço, eliminando qualquer possibilidade de dano ao produto. Quando o produto estiver completamente carregado no contêiner, um portão hidráulico é fixado junto à sua porta e é travada transversalmente à plataforma, segurando o produto no interior do contêiner à medida que a chapa de metal é removida.

 

PetroPlast: lacres de segurança e cargo securing

Nesta edição da Intermodal, a PetroPlast apresentará seu portfólio de soluções em lacres de segurança e cargo securing. Na linha de lacres serão expostos e apresentados os lacres “indicativos”, de “segurança” e os de “altíssima segurança”, incluindo os certificados pela ISO 17712 (exigidos pelos operadores OEA). Em cargo securing apresentará as mais recentes tecnologias para contenção e peação de cargas, como os air bags para contenção de cargas, os dessecantes para controle de umidade e as cintas de poliéster para amarração e sistemas lashing.

 

MODALGR: sistema de autoatendimento para saúde

Dentre alguns dos produtos e serviços da Modal Gestão & Resultados – MODALGR podem ser destacados um sistema unificado de autoatendimento e um aplicativo para agendamento remoto, com os quais a empresa acaba de entrar na área da saúde. “A MODALGR leva para a Intermodal o que estamos desenvolvendo para nossos principais clientes, soluções tecnológicas e muita inovação”, diz Danilo Arantes Abbondanza, diretor da empresa.

 

RunTec: suíte de aplicativos para controle e monitoramento de entregas

Este ano a RunTec Informática completa 20 anos, e está inaugurando seu novo escritório showroom. “A ideia é inovar, aplicando o conceito de showroom para o mercado de software de logística, mais especificamente para o desenvolvimento da torre de controle logística da empresa. Com o showroom, o cliente pode ter uma ideia de como ficará sua torre de controle, antes de iniciar suas obras arquitetônicas, testando na prática a aplicação de seus monitores, dahsboards e indicadores logísticos em um videowall”, explica Mauricio Fabri de Oliveira, sócio-fundador da empresa. Ele também informa que a RunTec apresentará o HODIE, suíte de aplicativos para controle e monitoramento de entregas. Com ele, embarcadores, operadores logísticos e transportadores acompanham todas as suas entregas em tempo real, através de uma plataforma colaborativa e centralizada. “É um sistema que oferece diversos recursos, automatizando tarefas e permitindo a visibilidade de toda a situação de cargas, ocorrências de entregas, indicadores de desempenho, entre outros. Além disso, todas as informações são monitoradas visualmente numa interface com diversos ‘Monitores’ e ‘Dashboards’, que podem ser dispostos em um formato de torre de controle”, completa Oliveira.

 

Log-In: criada diretoria de atendimento

A Log-In Logística Intermodal criou a nova Diretoria de Atendimento para entender e aumentar o nível de serviço do cliente, sendo o seu objetivo entender as particularidades e dificuldades para oferecer uma solução mais customizada e sob medida para diferentes cenários. “Desenvolvimento das nossas equipes de terra e mar, investimentos no nosso terminal portuário e em novos ativos, criação de duas novas diretorias de Atendimento e Transformação e Inovação, pesquisa de novas tecnologias e automações de processos são algumas das nossas iniciativas”, completa Felipe Gurgel, diretor de Atendimento da empresa.

 

Luminae: soluções para uso racional de energia

Empresa de eficiência energética, a Luminae estará apresentando suas soluções para racionalização do uso de energia, que incluem: sistema led; automatização integral da energia; controles que executam as ações automatizadas; gestão que assegura, garante e monitora todas as soluções comprovando a maior eficiência possível, segundo a empresa; e geração de energia fotovoltaica. Já os novos produtos a serem apresentados são: luminária automatizada ou luminária inteligente (com sensores inclusos); luminária para portapalete; e LumiCold – luminária especifica para câmara frigorifica.

 

Porto Itapoá: capacidade de receber grandes navios

O Porto Itapoá vai ressaltar nessa Intermodal um de seus diferenciais competitivos ligados à capacidade de receber os grandes navios que operam no Brasil. “Hoje, o porto já é a primeira escala de importação na região Sul, apresentando o menor transit time entre os portos do cluster, justamente por suportar os navios de grande porte. Essa característica se reflete também na opção dos armadores em utilizar o terminal como porto de transbordo que, em 2019, apresentou um aumento de 46% em relação ao ano anterior”, diz Cássio José Schreiner, presidente do Porto Itapoá. Também será destacado o rápido crescimento do terminal segundo a ANTAQ – Agência Nacional de Transportes Aquaviários, que posiciona o Porto Itapoá no primeiro lugar entre os portos movimentadores de contêineres do Estado de Santa Catarina. No Brasil, o Terminal ocupa a terceira posição. “Ainda segundo os dados da ANTAQ, o incremento em Itapoá foi o maior entre os seis maiores portos brasileiros, de 15,92%, com 735 mil TEUS movimentados em 2019. A consolidação da ampliação, somada a serviços com menores transit times de importação entre os portos da região, foram preponderantes para o aumento no volume movimentado pelo Porto Itapoá.”

 

Rentank: novo pacote de serviços

A Rentank Macrogalpões lança na Intermodal um pacote de serviços que possibilita ao cliente um atendimento não só de armazenagem, mas um serviço de logística completo, conforme explica Eduardo Gianini, gestor da Unidade de Negócios da empresa. Ele também informa que serão lançados novos acessórios e serviços para os galpões lonados, “o que vai reforçar ainda mais os benefícios de locar um galpão da Macrogalpões, ao invés de investir numa estrutura permanente, ou de ter que fazer a operação fora da planta com a locação de galpões logísticos”.

 

T2S Tecnologia: portal financeiro

“Neste ano, apresentaremos um case de sucesso muito importante, que norteará todo o setor portuário, principalmente os terminais de contêineres: o portal financeiro para o maior terminal de contêineres da América Latina, a Brasil Terminal Portuário (BTP).”Ainda segundo Ricardo Pupo Larguesa e Rodrigo Lopes Salgado, sócios-diretores da T2S Tecnologia, Soluções e Sistemas, trata-se de uma plataforma inédita em portos que permite que o cliente do Terminal gere faturas e acompanhe seus serviços de forma independente e online. “Na BTP, também estamos atuando na implantação do OPUS (Terminal Operation System da Cyberlogitec) e no desenvolvimento das integrações com os sistemas legado do terminal. Outros destaques são o projeto de implementação de relatórios na ferramenta de BI, Qlik Sense, e o desenvolvimento da plataforma de relacionamento com clientes, ambos para a Santos Brasil. Temos ainda os projetos de migração do Navis N4, realizados no Sepetiba Tecon e outros grandes terminais portuários brasileiros.”

 

Geodis: presente com várias unidades

A Geodis Gerenciamento de Fretes estará presente na Intermodal com representantes de suas unidades de Freight Forwarding, Contract Logistics e Suplly Chain Optmization e, por isso, apresentará novidades em todas as áreas, segundo o Manager Director Karin Schoner. Freight Forwarding – Projeto Growing Americas – serviços Airsave (opção econômica) e Airfast (expresso) Intra-Americas, serviços dedicados, com acordo de bloqueio de espaço e transit time confiável; Distribuição Doméstica no Brasil (Geodis Domestico – GEODOM) – solução para entregas porta a porta, diariamente, nos principais aeroportos dentro do Brasil; Air Direct – Aeronave Geodis – Serviço Direto de Hong Kong e China para o México, Estados Unidos e futuramente América Latina/Brasil; Sea-Air – Uma combinação dos fretes aéreo e marítimo da Ásia para Manaus que visa um transit-time ágil com excelente custo benefício; Inteligência aduaneira, ou seja, a Geodis entra com sua expertise para orientar o cliente na escolha de melhores terminais, na verificação de regimes especiais que podem ser aplicáveis e até mesmo otimizando o aspecto tributário, fazendo uso de todas as benesses concedidas pelo governo brasileiro; Otimização de processos, redesign de procedimentos, redução de custos. Contract Logistics – Ingresso no segmento de cosméticos e automotivo; Aperfeiçoamento das operações de e-commerce; Ampliação da companhia abrangendo novos estados. Suplly Chain Optmization – Redesign de redes balanceando os custos logísticos e tributário; Soluções de Inteligência Logística para plataformas de e-commerce; Gerenciamento de serviços especializados “White Glove” para produtos sensíveis e de alto valor; trade compliance; serviços de “market screening” abordando últimas tecnologias, concorrentes e melhores práticas.

 

TCP: soluções para ferrovia

A TCP – empresa que administra o Terminal de Contêineres de Paranaguá – apresentará as soluções logísticas desenvolvidas para a ferrovia – que bateu um recorde histórico de movimentação em 2019. “O Terminal conta com dois ramais ferroviários com acesso direto à área alfandegada, diminuindo em até 15% os custos com transportes para o exportador”, conta Thomas Lima, vice-diretor Comercial da TCP. Além disso, irá apresentar os trabalhos desenvolvidos nos armazéns de importação e exportação. O Terminal é um dos maiores operadores de LCL do país e conta com um Armazém de Importação Alfandegado, com 12 mil metros quadrados e 9 mil posições-paletes, localizado na área primária do Terminal. Já o armazém de exportação é voltado para estufagem de múltiplas cargas, como sacaria (fubá, feijão, açúcar, entre outros), madeira, celulose e cerâmica. Por fim, irá apresentar as novidades desenvolvidas pelo departamento de Tecnologia da Informação e Customer Service, e que têm como foco o atendimento ao cliente.

 

Datamar: destaque ao comércio marítimo

O DataLiner, principal ferramenta da Datamar SP Consultores Associados, que traz dados de comércio marítimo de toda Costa Leste da América do Sul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai) e agora Chile (DataLiner Chile), foi atualizado, passando a ter novas funcionalidades: nova versão do produto online apps.datamar provendo diversas novas funcionalidades, incluindo “Search Records”, “API File Generation”, novo conteúdo e mais “Dashboards”; “Search Records” vai permitir ao usuário fazer uma análise via filtro de interesse do cliente. Com essa ferramenta, o cliente poderá escolher, de maneira fácil e rápida, que informações quer analisar e depois exportar para o Excel e outros aplicativos; “API File Generation” – a geração de um arquivo json ou csv via site. De uma maneira fácil e amigável o cliente poderá requisitar a geração de um arquivo de dados que, após gerado, ficará disponível na área do usuário; novo conteúdo, que permite análises de informações previamente não disponíveis, como mercadorias NOR (Non Operating Reefer, contêiner reefer que está sendo utilizado para transporte de carga “dry”), OOG (Out of Gauge, cargas que não cabem perfeitamente em um contêiner), carga IMO (carga perigosa), detalhes de mercadorias entre outros; “dashboards” – novas análises que incluem o novo conteúdo e são desenhados para iPhone e iPad. “Nosso sistema de dashboards também foi aprimorado para facilitar a identificação, entendimento e utilização das informações”, diz Andrew Lorimer, CEO da Datamar. Ele afirma, também, que, na Intermodal, a empresa vai apresentar o DataLiner Chile, quando os clientes poderão analisar os volumes movimentados por armador, destino, terminal, serviço, navio e cliente.

 

Suzanlog: certificação OEA

A Suzanlog Logística estará realizando a divulgação de sua certificação OEA, recentemente obtida junto à RFB. “Estaremos apresentando a nova estrutura da área comercial com atendimento em todos os segmentos logísticos, entre eles as novidades de 2020, cargas especiais projetos e área de logística internacional”, completa Edgar Gangi, CEO da empresa.

 

Imetame Logística Porto: início da construção no primeiro semestre

A Imetame, com sede no município de Aracruz, ES, participa, pela primeira vez, da Intermodal, para consolidar o network no segmento portuário, firmando parcerias e, principalmente, para apresentar a Imetame Logística Porto que irá iniciar a construção ainda no primeiro semestre desse ano. Com conceito multipropósito, a Imetame Logística Porto terá foco na movimentação de contêineres e cargas gerais, granéis sólidos, líquidos e gasosos e também atenderá a operações off shore. Além disso, toda a programação será eletrônica, desenhada para uma operação 100% automatizada, com serviços, retiradas e recebimentos online, área 100% alfandegada e apta para a próxima geração de navios do Brasil, como New Post Panamax e Suezmax. Com investimento na ordem de R$ 1 bilhão, a expectativa é que a unidade entre em operação em um prazo de três anos. Emitida a licença de instalação, as obras já foram iniciadas com a terraplanagem, supressão vegetal e construção do galpão industrial, o que permitirá a efetiva implantação do complexo portuário.

Entre os atrativos do empreendimento está a sua localização, na região estratégica do litoral do Estado do Espírito Santo e de fácil ligação com as principais cidades produtoras do país, proporcionando uma evolução da infraestrutura portuária para o mercado nacional e internacional.

 

Porto de Suape: transformação digital

“O estande de Suape na Intermodal 2020 estará focado no tema Inovação, já que estamos implementando um amplo programa de transformação digital no Complexo Industrial Portuário de Suape. Levaremos ferramentas de interação com o público, com mapas e imagens 360 graus para que conheçam melhor o Porto de Suape, pois o território tem 13,5 mil quilômetros, dificultando uma visão geral. Também apresentaremos proposta para um novo terminal de granéis sólidos, o projeto do segundo terminal de contêineres (Tecon II), cujo edital está aprovado, e a autorização para recebermos navios portacontêineres de 336 metros.” Ainda segundo Leonardo Cerquinho, presidente do Porto de Suape, um serviço muito importante que vão apresentar é o SuapeGeo, ferramenta que, além de ajudar na gestão do Complexo, é muito eficiente na identificação das áreas mais adequadas para implantação de novos negócios no Complexo Industrial Portuário, conforme as necessidades de cada um. Trata-se de um sistema que une várias tecnologias, como geoprocessamento e geolocalização, consolidando informações sobre o território e sua dinâmica, que pode ser acessado de forma remota. “Nessa linha de inovação, também apresentaremos a participação de Suape no Port Community System (PCS), software capaz de integrar todos os atores que fazem parte da operação portuária, otimizando tempo de importações e exportações e reduzindo custos. O programa é viabilizado pelo Prosperity Fund, fundo de investimento britânico para países em desenvolvimento. Quatro portos foram selecionados. Além de Suape, participam Santos, Paranaguá e Rio de Janeiro”, completa Cerquinho.

 

Logcomex: dados sobre produtos importados no Brasil

A nova versão da plataforma Search, a ser apresentada pela Logcomex, trará dados dos produtos importados no Brasil, oferecendo ao usuário a oportunidade de realizar pesquisas assertivas, com análises detalhadas do mercado para prospecção de novos clientes e novos fornecedores, além de possibilitar a visualização de market share e ranking dos importadores para cada segmento. Além deste lançamento, a empresa apresentará o Big Data Logcomex, que fornece informações de embarques marítimos e aéreos do Brasil, Estados Unidos, Argentina, Uruguai e Paraguai consolidados em uma única plataforma online; e o Tracking Logcomex, que traz atualizações de todos os embarques de forma automatizada.

 

SAUR: “Solução completa para a movimentação de cargas”

Dentro desta ótica, a SAUR apresenta os produtos a seguir. Plataformas de descarga para granéis – também conhecidas como tombadores, são indicadas para agilizar o recebimento de granéis e projetadas para receber caminhões toco, truck, carreta, bitrem e rodotrem, permitindo descarregar até 100 toneladas de diferentes cargas, como cereais e produtos a granel; basculadores para contêineres – projetados para carregar e descarregar granéis, adaptados a moegas e alimentadores já existentes, são indicados para contêineres de 20 e 40 pés, tendo ângulo de 45° a 90° e capacidade para 35 toneladas; spreader clamp para celulose – também conhecido como garra suspensa para fardos de celulose, é utilizada no transbordo de navios, reduzindo ou até mesmo eliminando o trânsito de empilhadeiras pelo pátio; top spreader – indicado para o manuseio rápido e seguro de contêineres vazios de 20 ou 40 pés, é acoplado em empilhadeiras e engata os contêineres somente pelo lado traseiro; spreader de encaixe nos garfos da empilhadeira – efetua a movimentação de contêineres carregados, tendo capacidade para 35 toneladas; garra hidráulica para fardos – ideal para a movimentação eficiente de fardos de celulose. Possui braços revestidos com saliências circulares (“bolachas”) de inox ou nervuras horizontais que permitem melhor aderência sem danificar a capa da celulose.

 

JSL: logística rodoviária

“Participaremos da feira com nossa linha atual de serviços, que atende cerca de 18 segmentos da economia brasileira, enfatizando a qualidade da entrega aos nossos clientes.” Ainda de acordo com Adriano Thiele, COO, e Eduardo Pereira, diretor comercial, “a JSL possui o maior portfólio de logística rodoviária do Brasil, entre eles serviços dedicados à cadeia de suprimentos e transporte de cargas gerais”.

 

MODERN Logistics: plataforma de conexão

A MODERN Logistics apresentará sua nova plataforma de conexão entre a indústria e os consumidores, além da abertura de estrutura da companhia nas cidades de Porto Alegre e Salvador.

 

Portonove: Gate Automatizado

Este ano o Portonave – Terminais Portuários de Navegantes vai apresentar seu projeto de Gate Automatizado, já implementado, além da aquisição de novo scanner – “um diferencial que traz agilidade para a verificação de cargas e segurança nas operações portuárias”, diz Osmari de Castilho Ribas, diretor-superintendente administrativo da Portonave. O Terminal Portuário, que é responsável por 44% da movimentação de contêineres de Santa Catarina, vai mostrar também como será a manobra na nova Bacia de Evolução do Complexo Portuário de Itajaí e Navegantes. A nova área de manobra, com 530 metros de diâmetro, possibilitará ao Complexo receber navios com até 366 metros de comprimento após a segunda fase. Além disso, a nova bacia terá navegação à ré, inédita na praticagem dos portos brasileiros, segundo Ribas.

Newsletter
Cadastre-se aqui

Top do Transporte
Top do Transporte
Fronius Patrocinador
Top do Transporte
Top do Transporte
Toyota
Retrak
Savoy
JLL
JLL