Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Modal Marítimo 9 de fevereiro de 2022

Porto de Imbituba realiza melhor janeiro de sua história

Divulgação (2)

O Porto de Imbituba movimentou 671,7 mil toneladas no último mês, maior volume para o mês de janeiro que se tem registro na história do complexo portuário do sul catarinense. Em comparação com as operações de janeiro de 2021, este ano inicia com alta de 64,8% na tonelagem transportada por meio do Porto. Ao todo, foram atendidos 26 navios, um crescimento de 30%.

“Essa movimentação é duplamente histórica para o Porto de Imbituba, pois além de um novo recorde para janeiro, o volume assume o quarto melhor resultado operacional mensal do complexo portuário de Imbituba, solidificando cada vez mais a excelente trajetória da comunidade portuária local no atendimento à sociedade e necessidades da cadeia logística. Outra prova disso é a concretização deste excelente resultado em um mês que, nos últimos anos, tem alcançado uma movimentação relativamente menor em relação aos outros meses”, avalia Fábio Riera, diretor-presidente da SCPAR Porto de Imbituba.

O fechamento do mês ratificou a liderança dos granéis sólidos na movimentação portuária em Imbituba com 517,9 mil toneladas, um incremento de 63% em relação ao mesmo período do ano anterior. Destaque também para as operações de carga geral, que subiram 189,8%, e de contêineres, que apresentaram uma variação positiva de 43,4% nas unidades de TEU (correspondente a um contêiner de 20 pés) embarcadas/desembarcadas.

Dentro desses segmentos de cargas, os produtos com maior movimentação foram o coque de petróleo (calcinado e não calcinado), os fertilizantes (ureia, MAP e cloreto de potássio) e os contêineres, seguidos do minério de ferro e do trigo. Além disso, houve operações de sal, toras de madeira, produtos siderúrgicos, farelo de soja, cevada e celulose.

O comércio exterior representou cerca de 90% das operações no período, com predomínio das importações (46,6% do total) sobre as exportações (42%). O incremento significativo no envio de cargas ao mercado internacional, principalmente carregamentos de coque, contribuiu para equilibrar a balança entre embarques e desembarques no Porto em comparação a janeiro de 2021. Já a navegação de cabotagem entre os portos brasileiros garantiu a fatia de 11,4% das operações em Imbituba.

Para fevereiro, a previsão da Autoridade Portuária é de que o Porto mantenha a curva de crescimento mensal e movimente em torno de 470 mil toneladas.

webinar
webinar
Retrak
savoy
postal
Expo
Agronegocio
Farma
Carbono