Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Ferroviário 3 de abril de 2024

Rumo e DP World anunciam acordo para construção de novo terminal de grãos e fertilizantes no Porto de Santos, SP

A Rumo, maior concessionária de operação ferroviária do país, assinou com a DP World, líder mundial em logística para a cadeia de suprimentos, um acordo para a construção de um novo terminal portuário para movimentação de grãos e de fertilizantes no Porto de Santos, SP.

A infraestrutura será instalada na área do terminal de uso privado (TUP) da DP World, localizado na margem esquerda do canal do Porto, e terá capacidade para movimentação de até 12,5 milhões de toneladas anuais, sendo 9 milhões de toneladas de grãos e 3,5 milhões de toneladas de fertilizantes.

O contrato entre as duas empresas prevê um prazo inicial de 30 anos de operação, com possibilidade de renovação e sujeito aos termos da autorização portuária da DP World. O investimento estimado pela Rumo para a construção do ativo é de R$ 2,5 bilhões, e há a possibilidade de potenciais parcerias estratégicas ao longo do curso de implementação. O período estimado para a construção será de 30 meses, contados do cumprimento de determinadas condições precedentes inerentes a esse tipo de transação, dentre as quais as aprovações governamentais pertinentes.

“O modal ferroviário é, estruturalmente, a solução logística mais eficaz, segura, competitiva e de baixo carbono para movimentar grandes volumes de commodities para a exportação, assim como para cargas importadas, com insumos que aumentam a potência produtiva do agronegócio brasileiro. Combinado com a Ferrovia Estadual de Mato Grosso, que estamos construindo para ampliar o alcance dos trilhos no Centro-Oeste, o novo terminal reforça o protagonismo do Porto de Santos como o principal corredor logístico para o agro, e consequentemente uma alavanca de competitividade para a economia do país”, contextualiza Pedro Palma, CEO da Rumo. A DP World disponibilizará a área do seu terminal para o projeto e ficará responsável pelas operações portuárias de movimentação das cargas, consolidando-se como o principal player multipropósito do país, com operações simultâneas de contêiner, celulose, grãos e fertilizantes. “Essa parceria é estratégica para a DP World, uma vez que, ao dispor dessa infraestrutura, ampliaremos nossa capacidade de multimodalidade. Além disso, o projeto também contribuirá para crescimento do agronegócio no Brasil, otimizando o transporte ferroviário e atendendo às demandas de exportação e importação de forma eficiente. Estamos comprometidos com o desenvolvimento econômico do país e fortalecimento da nossa posição no mercado”, destaca Fabio Siccherino, CEO da DP World Brasil.

Volvo
BR-101
Mundial Express
Savoy
Globalbat
Retrak
postal