Facebook Twitter Linkedin Instagram Youtube telegram
Caminhões 20 de janeiro de 2022

Tmov lança “Sem Parar” exclusivo para caminhoneiros

tmov-taggy-pedagio-facil 2

O Tmov, considerado o maior marketplace de cargas do agro do Brasil e responsável por lançar nesse mercado uma série de inovações, incluindo um meio de pagamento próprio e microsseguro, anuncia o lançamento do Tmov Pedágio Fácil.

Trata-se de uma tag, ou seja, um serviço de pagamento automático que pode ser colado no para-brisa do caminhão e com isso libera automaticamente a passagem de caminhoneiros e frotistas nos pedágios de todo o Brasil, otimizando tempo e dinheiro gastos nas viagens.

“Fomos ouvir os caminhoneiros e descobrimos que mais da metade dos veículos que transportam cargas do agronegócio no Brasil não usam nenhum modelo de tag. Esse público acaba realizando o pagamento em dinheiro ou com cartões de vale pedágio, o que atrasa toda a cadeia de entregas. Com o Tmov Pedágio Fácil, eles poderão economizar até 42 minutos de viagem, simulando, por exemplo, um trecho de Londrina, PR, até o Porto de Paranaguá, PR, em período de safra. Outro exemplo é a rota entre Cardoso, SP e Santos, SP, que possui 12 pedágios e consome cerca de 1 hora e 12 minutos em paradas para pagamento de pedágio. Com a nossa solução, os caminhoneiros poderão economizar 6 a 7 minutos em cada praça de pedágio”, afirma Jaques Rafael Motta, Head de Pagamentos de Tmov.

A pesquisa realizada pela logtech mostrou que 65% dos profissionais autônomos não possuem nenhuma tag em seus veículos e 57,6% dos caminhoneiros autônomos preferem que o pagamento tenha uma cobrança avulsa, por viagem, e não uma mensalidade fixa. Este modelo até então não era oferecido pelo mercado de logística. No caso dos frotistas, 45% não utilizam tags de pedágio e 62,5% preferem pagar por viagem.

“Se considerarmos 10% dos profissionais do setor que já estão habituados a usar a tag em outros modelos, como o pré-pago, que conta com uma taxa alta, ou o pós pago, que exige que os motoristas sejam bancarizados, poderemos aumentar nossa base em mais de 120 mil motoristas”, avalia Motta.

Outro destaque, ainda segundo o Head de Pagamentos de Tmov, é que a tag permite uma economia financeira aos caminhoneiros. Considerando o trecho de Londrina, PR, até o Porto de Paranaguá, PR, cada parada no pedágio consome em média de 2 a 3 litros de diesel. Com o Tmov Pedágio Fácil os motoristas evitam essas paradas e conseguem obter uma economia de diesel, nesta rota, de mais de R$ 98,00. Ao considerar a rota entre Cardoso-SP e Santos-SP, a economia fica em torno de R$168,00.

O Tmov vai oferecer o serviço de pagamento automático de pedágio exclusivo para caminhoneiros, com duas opções de pagamento e preços competitivos em relação aos serviços já oferecidos por outros players. Além disso, a empresa pretende investir até R$ 1 milhão em ações promocionais de lançamento.

O Tmov Pedágio Fácil foi desenvolvido com uma API aberta, o que permite que ele seja conectado a outras plataformas e soluções. A nova solução está em fase piloto e deve estar disponível para todo o mercado ainda no primeiro trimestre deste ano. “Vamos disponibilizar o Tmov Pedágio Fácil para motoristas de todo o país, mas, por conta da safra antecipada para janeiro, no Mato Grosso, o estado será o primeiro a receber o serviço”, diz Motta.

O app Tmov conta com mais de 100 mil motoristas mensalmente ativos na sua base e a todo momento o time de tecnologia da empresa busca formas de elevar o nível de inovação na logística. “Já digitalizamos a conexão entre os caminheiros e as cargas, o meio de pagamento para recebimento dos fretes, gerenciamento de risco, emissão de documentos, seguros, conectamos frotistas e transportadoras com caminhoneiros de todo o Brasil e agora estamos trazendo a tag de pedágio para este público também. Ficamos contentes em ver o caminho que percorremos e que agora já são poucos pontos a digitalizar”, completa o Head de Pagamentos de Tmov.

webinar
webinar
Retrak
savoy
postal
Expo
Agronegocio
Farma
Carbono